10 passos para deixar de sentir ciúmes e recuperar a autoconfiança

Dizem por aí que sentir ciúmes é até saudável para um relacionamento, mas todo mundo sabe que, dependendo do nível, esse sentimento pode estragar qualquer relação. Porém, não é só isso que o ciúmes coloca em risco. A própria saúde da pessoa ciumenta e, claro, seu controle emocional, ficam em cheque durante uma crise.

Conforme especialistas, quando o ciúme se torna doentio, a relação deixa de ser algo positivo e prazeroso e se torna pesada, cheia de questionamentos e investigações. E daí, fica a um passo para que o afeto que se sente pelo outro se transforme em um sentimento de posse, muitas vezes até mesmo abusivo.

E olha que o tal do ciúme doentio não costuma estar restrito somente aos relacionamentos amorosos. Muitas vezes, esse sentimento se infiltra na relação entre amigos, entre parentes, e até mesmo na relação de trabalho. Isso porque a pessoa ciumenta costuma se sentir vulnerável, desvalorizada e inferiorizada, mesmo quando não existem motivos consistentes para isso.

A boa notícia, no entanto, é que ciúmes tem tratamento… ou mais ou menos isso. Como você vai aprender abaixo, o autoconhecimento e a autoconfiança são as maiores armas para conseguir controlar os ciúmes e passar a ter relacionamentos mais saudáveis.

 

Conheça 10 passos para deixar de sentir ciúmes:

1. Assuma que sente ciúmes

Negar o sentimento não ajuda em nada. É muito melhor reconhecer que você está sentindo ciúmes e assim tomar as medidas corretas para resolver esse impasse, que mentir e continuar se corroendo por dentro. Esse primeiro passo é muito importante para melhorar.

2. Reflita sobre seus motivos

Será que você, realmente, precisa estar com ciúmes? Será que se a outra pessoa sair com os amigos ou trocar uma mensagem pelo celular realmente coloca você ou a relação de vocês em risco?

É preciso parar para refletir sobre o que deixa você insegura: um motivo substancial, implicância, possessividade, traumas de relações passadas e assim por diante. Para ajudar, tente observar em quais momentos você mais costuma sofrer crises e avalie as atitudes da outra pessoa que mais lhe despertam esse sentimento negativo.

3. Fale sobre o assunto

Falar com a outra pessoa é um passo importante para controlar os ciúmes em sua vida. Você precisa falar abertamente para conseguirem desenvolver a confiança que você está precisando sentir na relação e também para estabelecer limites do que é suportável ou não para cada um.

4. Analise seus antigos relacionamentos

Seus relacionamentos passados eram turbulentos? Psicólogos explicam que algumas pessoas acabam levando para a relação atual os problemas de relações antigas.

Os ciúmes é um bom exemplo disso, especialmente quando se trata de um nível doentio. Reconhecer que a outra pessoa da relação não é uma reprodução de seu antigo romance é primordial para começar a se controlar.

5. Valorize-se

Uma boa forma de deixar de sentir ciúmes por bobagens é elevando a autoconfiança e o amor próprio. Para isso, você precisa fazer atividades que você goste, precisa explorar suas qualidades e habilidades para se sentir uma pessoa útil, bem resolvida e interessante.

6. Faça coisas sozinhas ou só com seus amigos

Outro passo importante para deixar de ser dependente de sua relação e começar a sentir menos ciúmes é valorizar sua individualidade. Sair sozinha de vez em quando ou encontrar seus amigos para alguma atividade que não envolva sua parceria romântica são etapas essenciais para conseguir se tornar uma pessoa menos ciumenta. Não deposite sua felicidade inteira no relacionamento e exercite sempre a liberdade do casal.

7. Não se compare com ex

Se comparar com pessoas que já namoraram com seu companheiro ou companheira é um veneno para a relação. Cada um tem seus valores, qualidades e defeitos e isso faz com que todos os relacionamentos sejam diferentes. Essa atitude só destrói a autoestima.

8. Não fique emburrada, fale!

Fechar a cara quando sentir ciúmes não ajuda em nada e só deixa o relacionamento mais pesado. É difícil agir de forma racional e madura, mas falar sobre o assunto é sempre a melhor opção no exato momento que você sentir ciúmes. Deixar o assunto para resolver depois só aumenta o ressentimento, deixa a pessoa ciumenta angustiada e desgasta a relação.

9. Tente ser menos controladora

Um dos fatores mais prejudiciais para relacionamentos, de uma forma geral, é a ansiedade. Além de não fazer bem para a saúde, ela traz pensamentos negativos, cria ilusões e desconfianças. Por isso, buscar técnicas que ajudem você a controlar a ansiedade são tão importantes para que sinta menos ciúmes.

Barrar o impulso controlador também entra nessa questão. Nem tudo dá para sair do jeito que você planeja e as pessoas também não estão obrigadas a fazer o que você quer, do jeito que você quer. Então, respire fundo e tenha em mente que é preciso aceitar que sempre pode haver alguma coisa que fuja do seu comando.

10. Procure ajuda profissional

Se todas as dicas que demos até agora não ajudou você a se tornar uma pessoa com menos ciúmes, talvez seja interessante procurar aconselhamento profissional especializado. Enfrentar o problema de frente é importante, assim como promover o autoconhecimento e a autoestima. Além disso, se o problema estiver no seu passado amoroso, um bom psicólogo também saberá resolvê-lo.

Interessante, não? Você conhece alguma pessoa extremamente ciumenta, que deveria ler essa matéria? Se sim, não deixe de compartilhá-la!

Agora, se seu ciúme, ou o ciúme da pessoa com quem você se relaciona, passar dos limites, melhor mesmo é ler essa outra matéria e aprender a identificar os sinais: 14 alertas para identificar um relacionamento abusivo.

Fonte: Vix