Jovem denuncia relacionamento abusivo que viveu por 1 ano e relato viraliza

A matéria que você está prestes a conferir não é uma história de amor, do jeito que gostamos de contar por aqui. Mas, apesar do tom dramático e revoltante, apesar do relacionamento abusivo que expôs essa jovem a apertões, sacudidas, chute na barriga, soco na nuca, soco no braço, tapa na cara e cuspida no rosto; essa história teve um fim porque a protagonista abriu seus olhos, recolheu os cacos de seu orgulho e abriu a boca sem medo.

Estamos falando de Elaine Mastrodomenico, paulistana, de 23 anos, que viveu um relacionamento abusivo por longos 12 meses e, há dois, colocou um ponto final dessa parte obscura de sua vida.

Para inspirar outras mulheres a retomarem o controle de suas vidas e se livrarem de relações assim, ela fez um grande e tocante relato em seu Facebook, onde denunciou o agressor, identificado como Gustavo, e ainda provou os abusos que sofria com os prints de conversas ofensivas que eles tiveram pelo WhatsApp.

Agressões e humilhações

Como você pode conferir, ela era xingada de todas as formas possíveis e foi até mesmo ameaçada pelo ex. Segundo ela, as agressões físicas, verbais e emocionais ocorriam sempre, por ciúmes, por paranoias e pelo simples fato dele imaginar coisas! Revoltante, não?

No relato, que você confere abaixo, ela conta que até tomar coragem de reagir e se desvencilhar desse relacionamento abusivo ela estava realmente morta, mas morta por dentro. Name ainda pede desculpas à mãe por “ter sido fraca”, por ter se humilhado e aguentado ser maltratada por tanto tempo.

Ela conta ainda como seu relacionamento funcionava entre momentos de amor (doentio) e agressões e como percebeu que a culpa do que acontecia não era dela.

Confira o relato dessa jovem sobre o relacionamento abusivo que suportou por 1 ano:

A gente espera que você nunca tenha que enfrentar uma situação parecida, cara leitora, mas se você está em dúvidas de que sua relação amorosa é saudável, essa outra matéria (clique aqui para ler) pode ajudar muito. Se você identificar os sinais de um relacionamento abusivo, em qualquer aspecto, levante-se, denuncie, busque ajuda, jamais fique calada!

Fonte: Catraca Livre