4 coisas que você precisa saber se estiver em transição capilar

Quem decide abrir mão do alisamento e assumir os cachos passa por uma fase nada interessante, chamada transição capilar. Para quem não tem ideia do que se trata, esse é o período em que o cabelo se livra da química e começa a nascer com sua forma natural.

É comum, por exemplo, que muitas mulheres não consigam finalizar a transição capilar e apelem novamente para a progressiva e outras químicas de alisamento, já esse costuma ser um período crítico. O cabelo, normalmente, começa a ficar com duas texturas (mais crespo próximo à raiz e alisado nas postas) e a aparência não é das melhores.

Mas, como toda fase de transição na vida, é preciso ter paciência e entender o que está acontecendo com seus fios. Isso porque a fase de transição capilar não significa somente uma mudança de penteado, mas uma recuperação profunda da saúde dos fios e do formato natural dos cachos.

Para ajuda você a enfrentar essa fase de uma forma mais consciente e tranquila, preparamos a matéria de hoje. Como você vai ver, existem coisas que você precisa saber antes de se jogar nessa transformação e que ajudarão bastante você a manter o foco e conquistar os cachos dos seus sonhos.

Confira 4 coisas que você precisa saber se estiver em transição capilar:

1. Resista a qualquer tipo de alisamento

À medida que o cabelo vai crescendo, é comum que os fios fiquem com duas texturas. Mesmo que a aparência não seja das melhores, tente resistir a qualquer tipo de alisamento, mesmo as escovas e chapinhas.

Permita que os fios cresçam naturalmente, livre de interferências térmicas e químicas. Se quiser disfarçar um pouco a aparência, invista nos penteados. Nessa outra matéria, aliás, você confere algumas ótimas sugestões de penteados para cabelos cacheados.

2. Fique atenta às mudanças no couro cabeludo

Enquanto os fios cacheados crescem, para garantir que seus cachos serão perfeitos, fique de olho na qualidade de seu couro cabeludo. Antes de lavar, tente observar no espelho se existem sinais de caspas ou se a pele está machucada.

Ao se levantar, observe também se há excesso de cabelos na fronha ou mesmo no ralo do banheiro, quando terminar o banho. Caso perceba queda de cabelo excessiva, esse é um sinal de que seu couro cabeludo não está em tão bom estado. O mais aconselhado, se assim for, é procurar um especialista em tricologia.

3. Invista em produtos específicos para transição capilar

Embora essa não seja a fase mais fácil da vida que você vai enfrentar com seu cabelo, muitos problemas podem ser amenizados com o uso de produtos apropriados para a transição capilar e para os fios cacheados. Marcas como Plusbelle e Salon Line contam com linhas completas focadas nesse tipo de necessidades, por exemplo.

Esse produtos vão umidificar, nutrir e fazer com que seus fios cresçam fortes e macios, ao mesmo tempo que ajudam a definir o formato dos cachos.

4. Prefira pentes de madeira

Quando for pentear e desembaraçar os fios, faça isso com os cabelos úmidos, condicionados e sempre dê preferência a pentes de madeira. Esse material conta com propriedades que impedem a eletricidade dos fios, o que previne o frizz.

Para finalizar, use óleo vegetal e faça pequenos coques com as mechas. Essa é uma forma simples e leve de auxiliar na definição das ondas e dos cachos.

No mais, cara leitora, é só ter paciência e, se tiver coragem, fazer um corte descolado, que ajude a fase de transição capilar a se encurtar. Que tal?

E, se você é cacheada (ou mesmo se não for), essa outra matéria pode ajudar bastante a manter seus fios bonitos e hidratados sem gastar muito: Aprenda a fazer hidratação com maizena.

Fonte: M de Mulher