Aprenda a se defender de um estupro

Não deveria ser assim, mas hoje em dia a mulher ainda é vista como um ser inferior em algumas culturas e por alguns homens que, provavelmente, ainda vivem na idade da pedra. Isso faz com que ainda seja preciso que toda mulher aprenda técnicas de autodefesa e esteja preparada para se defender de um estupro ou de outras violências.

Mas, como nem todo mundo consegue se matricular em cursos práticos ou dedicar algum tempo a artes marciais ou coisa do tipo, preparamos a matéria de hoje a fim de ajudar, pelo menos, com a parte teórica de movimentos que podem salvar você se precisar se defender de um estupro algum dia. Nós, claro, torcemos para que você jamais tenha que colocar esses movimentos estratégicos em prática, mas caso precise, não exite: seja rápida e bata com toda força que puder.

6

Com os movimentos que listamos abaixo, as chances de você conseguir se defender de um estupro e fugir são enormes. Mesmo se você for menor ou menos forte que seu agressor.

Aliás, sobre isso, a instrutora da arte marcial israelense Krav Magá, Zorica King (China), afirma que o tamanho da pessoa é indiferente. Segundo ela ser menor não significa que você seja fraco. Ela diz ainda que “nosso corpo é uma arma e devemos utilizá-lo para atingir os pontos mais sensíveis do oponente”.

Então, recado dado, fique sempre atenta e tente controlar o medo. Seguindo os conselhos que preparamos abaixo, na lista, as chances de você sair ilesa são enormes.

Aprenda como se defender de um estupro:

1. Conheça os pontos fracos

1

Se, um dia, você precisar se defender de um estupro, mire os pontos fracos do corpo humano: olhos, nariz, pescoço, joelhos, canela e peito do pé. Essas são as regiões que devem ser atacadas.

2. Estrangulamento contra a parede

2

Se o agressor tentar prender você contra a parede, por meio de estrangulamento, fique sabendo que é preciso que você pense e reaja rapidamente, ou ficará sem ar. Se precisar se defender de um estupro, nesse tipo de abordagem, use os braços e as mãos de forma firme e com toda força que puder para golpear os pontos fracos da cabeça, como os olhos, e corra na direção oposta.

Outra opção para se ver livre de um estrangulamento contra a parede é levas as duas mãos a frente e cair no chão, de forma estratégica, claro. Dessa forma, sentada, você vai estar livre para acertar, com toda força possível, os órgãos genitais do agressor, como os testículos. Seja ágil e corra o mais rápido de puder depois disso.

Veja a simulação na imagem abaixo:

3

3. Ataque por trás

4

Se por outro lado, a tentativa de estupro acontecer por trás, preste atenção nessa estratégia. Você vai poder se defender de um estupro, com essa abordagem, movendo rapidamente o quadril para a lateral. Isso vai criar um espaço entre o corpo do agressor e o seu, possibilitando que você mova seu braço.

Depois, golpeie, com toda força possível, as partes baixas do oportunista (isso mesmo, as bolas). Ele vai ficar sem reação por segundos e você vai ter oportunidade de fugir.

4. Imobilização no chão

5

Outra forma de se defender de um estupro é saber como se livrar de seu agressor, caso ele imobilize você no chão. Como das outras vezes é preciso ser uma pessoa rápida para dar certo! Então, lembre-se disso e posicione suas pernas de forma que os joelhos fiquem flexionados, garantindo que a sola de seus pés toquem totalmente o chão.

Quando uma das mãos do agressor for em direção a suas partes íntimas, empurre seu quadril com toda força que tiver para cima e, então fuja. Se der tempo, para garantir maior tempo de fuga, quando as mãos do agressor buscar seu zíper, bata forte em seu rosto, nos pontos fracos dessa região, como os olhos; e corra.

Leia também: 11 mulheres que nasceram homens.

Fonte: SOS Solteiros