Mulher aperta espinha e descobre que tem infecção muito mais grave no rosto

Apesar de todas as recomendações médicas para não cutucar aquela espinha, é difícil resistir espremer a inflamação.

Foi assim que a americana Katie Wright descobriu que tinha em seu rosto uma inflamação muito pior do que acne. Ela compartilhou tudo na internet para alertar o perigo de um pincel de maquiagem sujo.

“Após uma hora meu rosto inchou e doía muito. Fui ao hospital e descobri que tinha um caso grave de celulite infecciosa”.

Apesar do nome parecido, a celulite infecciosa não tem nada a ver com a celulite do bumbum e pernas. A celulite infecciosa, é causada por uma bactéria chamada Streptococcus B, hemolítico do grupo A.

Espinha X celulite infecciosa

O erupção inicial pode ser facilmente confundida com uma espinha inflamada. Porém, a infecção se agrava rapidamente e os sintomas não são nada agradáveis.

A celulite infecciosa se apresenta como uma área dolorida, avermelhada, com calor local e inchaço, com possível porta de entrada (ou seja, ferida de pele). O quadro, quando piora, provoca febre, calafrios, mal-estar, enjoo, vômitos e, se ocorrer no rosto, pode piorar em poucas horas, especialmente quando ocorre nas crianças”, diz a dermatologista Bhertha Tamura.

“Sua incidência é de 10 a 100 casos a cada 100.000 habitantes por ano e nessa incidência é também computada a erisipela, pois são semelhantes. Os membros inferiores e o rosto são as áreas mais acometidas”, afirma a especialista.

Katie teve a bactéria transmitida por um pincel de sobrancelhas. Ela conta, sempre ter tido muito cuidado na higiene do rosto, mas que nunca se preocupou com o que as maquiagens e os pinceis poderiam transmitir.

“A celulite infecciosa se apresenta como uma área dolorida, avermelhada, com calor local e inchaço, com possível porta de entrada (ou seja, ferida de pele). O quadro, quando piora, provoca febre, calafrios, mal-estar, enjoo, vômitos e, se ocorrer no rosto, pode piorar em poucas horas, especialmente quando ocorre nas crianças”, diz a dermatologista.

E para que você não passe pelo que Katie Wright passou, aprenda 15 formas de limpar maquiagem e produtos de beleza.

Fonte: Minha Vida.