Mulher de 50 anos parece tão mais jovem que é confundida com namorada do filho

A ex-bibliotecária chinesa, Liu Yelin, parece ter descoberto a fonte da juventude e tomado um belo gole dela. Isso porque, apesar de ser uma mulher de 50 anos, a moradora da cidade de Xinyang, na província de Henang, aparente ter a metade de sua idade e chega a ser confundida, na rua, com a namorada do filho, de apenas 22 anos.

E, se você pensa que estamos exagerando na jovialidade da aparência de “moça”, as fotos que você confere ao longo dessa matéria não nos deixa mentir. Com um corpo tonificado e sem manchas ou rugas aparentes, Liu, nem de longe, parece ser uma mulher de 50 anos como estamos acostumados.

Natação é o segredo

Em entrevista ao jornal britânico Daily Mail, a chinesa contou que quase não usa cosméticos e que o segredo da sua juventude estendida está em sua alimentação e na prática diária de exercícios físicos. Além da musculação, ela ama a natação e pratica o esporte quase todos os dias.

E, ao que tudo indica, Liu leva mesmo o esporte a sério. A mulher de 50 anos já nadou no Rio Yangstse, na China; e no Rio Han, na Coreia do Sul. Há pouco tempo, inclusive, ela cruzou o Estreito de Malaca, passagem marítima entre o Oceano Pacífico e o Índico, onde nadou 12 quilômetros em quatro horas de prova.

Musa fitness

Tanta beleza e vivacidade, claro, acabou levando Liu a fazer sucesso na internet. Atualmente, ela já tem mais de 75 mil seguidores no Weibo, uma rede social chinesa, onde ela compartilha dicas de exercícios físicos, alimentação e dá dicas de boa forma de maneira geral.

Liu Yelin, aliás, também está no Instagram. Em seu perfil, que já conta com mais de 35 mil seguidores, ela também dá dicas e posta algumas fotos impressionantes de mostram como ela surpreendentemente jovem.

Veja outras fotos impressionantes da mulher de 50 anos, que parece ter 20:

  

Fantástico, não? E, falando na beleza de mulheres maduras, você pode gostar de conferir também: Dicas que realmente funcionam para emagrecer depois dos 30 anos.

Fontes: O Povo, Tudo Interessante