14 truques para saber se é uma roupa de qualidade ou não

Será que uma peça cara é sempre um roupa de qualidade? E será que uma peça barata é sempre algo sem qualidade, que vai acabar logo e vestir mal? Se você sempre se fez esse tipo de perguntas, hoje vamos ajudar você a desvendar alguns mitos e verdades sobre o ato de vestir bem.

Isso porque, ao contrário do que muita gente pensa, não é o valor da peça que define se ela será uma roupa de qualidade. O que conta mesmo na hora de categorizar uma roupa como boa, durável e de qualidade é o conjunto, como o tecido usado, a costura e uma série de outros detalhes, como você vai conferir na lista abaixo.

Claro que as roupas mais caras tendem a ser compostas por materiais de qualidade melhor, com tecidos mais grossos, por exemplo. No entanto, isso não significa que toda roupa baratinha que você encontra por aí, como nas lojas de departamento, seja ruim ou que vá se desgastar depressa. Interessante, não?

Mas o que realmente essa matéria vai agregar em sua vida é a economia. Isso porque, depois de ler este post e aprender a identificar quando se trata de uma roupa de qualidade ou não, você vai acabar poupando seu dinheiro e abrindo mão de compras que não compensariam. Quer ver?

Aprenda 14 truques para saber se é uma roupa de qualidade ou não:

1. Avalie a qualidade do tecido pela transparência, segurando a roupa contra a luz. Quanto mais grosso o material, mais qualidade ele tem.

2. Aperta a peça com a mão por alguns segundos. Se o tecido não ficar amassado, provavelmente, ele não vai durar muito e essa é não é uma roupa de qualidade muito alta.

3. Essa é bastante eficiente para saias e vestidos: puxe o tecido gentilmente, depois solte. Se o pano não deformar, se trata de uma peça de boa qualidade.

4. Quer uma roupa de qualidade e por um preço mais acessível? Compre na sessão masculina. Sempre há alguma peça que fica ótima nas meninas também.

5. Na maioria das vezes, zíperes expostos são um mal sinal. Eles só não ficam cobertos, em roupa de qualidade, se fizerem parte do design da peça e se combinar com o tecido.

6. Verifique se as bainhas de calças e saias, aquela costura para dentro, no final das peças; têm uma margem decente para ajustar, caso você seja mais alta ou mais baixa.

7. Calças bem-feitas costumam ter costura francesa, por proporcionarem um acabamento mais refinado.

8. Roupa de qualidade conta com fibras naturais, como seda, algodão e lã. Elas são mais nobres e resistentes que fibras sintéticas.

9. O padrão das costuras e das estampas combinam? Se as listras, o xadrez ou qualquer outro tipo de estampado se desencontrar nas laterais da peça, onde existe a costuma, significa que a peça não foi feita de uma forma tão cuidadosa, ou com materiais tão nobres quanto você gostaria.

10. Com relação à costura, a de qualidade é sempre reta, combinando com os fios do tecido, a menos que a costura seja feita para contrastar. Além disso, é preciso que existam vários pontos de linha por centímetro.

11. A lapela de suas roupas, para serem consideradas de qualidade, precisam ter uma costura firme, com um espaço alinhavado para que o botão se encaixe com perfeição. O próprio botão também precisa estar bem costurado, sem fios arrepiados ou se soltando.

12. Há espaço entre os pontos da costura? Então não compre a peça, pois existe chances da costura se desfazer. Roupa de qualidade tem uma costura contínua e firme.

13. Roupas forradas por dentro são sempre um bom sinal, especialmente no caso de jaquetas e casacos.

14. Se quiser saber se uma costura foi, realmente, feita à mão, certifique-se que a costura não está completamente reta. Somente costuras à máquina são perfeitamente simétricas e retas.

Aprendeu? E, se quiser conservar suas roupas com cara de novas por mais tempo, o segredo está nessa outra matéria: 14 truques para deixar roupas e sapatos velhos com cara de novos.

Fonte: BuzzFeed