Como saber se ganho de peso depois da musculação é gordura ou músculo

Embora muita gente ainda morra de preguiça, na luta contra a balança os exercícios físicos e uma dieta balanceada são nossos principais aliados. E, mesmo que muita gente deposite todas as fichas na ergometria, a musculação também auxilia na perda de peso.

A “mágica” acontece quando a massa magra aumenta, o que acaba forçando metabolismo a acelerar também, já que ele precisa acompanhar isso e queima mais calorias para manter os músculos adquiridos.

Musculação e ganho de peso

O problema é que quem opta pela musculação costuma ter uma queixa em comum: a dificuldade de ver os resultados na balança. Isso já aconteceu com você?

Apesar da visível perda de medidas que a prática frequente de musculação proporciona, muitas pessoas reclamam de não conseguir fazer o peso baixar. Algumas chegam até mesmo a engordar depois do treino ou no decorrer dos ciclos.

Conforme especialistas, é normal que isso aconteça e você precisa aprender a identificar se, na verdade ganhou gordura ou se está mais pesada pelo ganho muscular. Mas, para saber a diferença, é necessário saber em quais condições corporais você deixou o sedentarismo e iniciou a malhação.

Avaliação física é a solução

Esse tipo de acompanhamento, obviamente, precisa ser feito por um profissional da nutrição ou da educação física. Antes dar início ao ciclo de musculação, esses profissionais vão avaliar sua composição física e dizer a porcentagem de massa gorda e de massa magra de seu organismo.

Ao longo dos meses, a checagem desses resultados vão indicar se você está realmente engordando e precisa trocar a dieta para consumir menos calorias; ou se você está, na verdade, trocando em sua composição a gordura pelo músculo. Isso acontece, especialmente, se seu foco por a hipertrofia.

Músculo x gordura

Mas, calma, isso não quer dizer que músculo e gordura têm pesos diferentes. Um quilo de massa gorda pesa exatamente como um quilo de massa muscular, a diferença no entanto, está no volume dessas peças.

Você pode fazer o teste em um açougue, por exemplo. Se você pedir um quilo de gordura e um quilo de músculo, vai ver que a gordura tem mais volume, enquanto a carne magra é mais compacta.

De acordo com especialistas, isso significa que os músculos ocupam menos espaço no corpo que a gordura. É por isso que as roupas passam a nos vestir melhor depois de alguns meses de musculação diária, mesmo que na balança você tenha aumentado ou mantido seu peso.

Esqueça a balança!

Entendeu agora? Então, se você adotou o treino de musculação para a vida e quer saber se seu ganho de peso foi de gordura ou de músculo, a melhor forma de fazer esse acompanhamento é por meio da fita métrica e do adipômetro, que mede as dobras do corpo.

Embora seja muito bom quando os resultados são visíveis na balança, ela pode não vai ser sua melhor amiga nessa empreitada.

E aí, aprendeu? E, aproveitando o assunto, não adianta nada se enfiar na musculação sem mudar alguns hábitos que engordam, como você confere nessa outra matéria: 5 coisas que você faz diariamente que aumentam a gordura localizada.

Fonte: Minha Vida