A pílula do dia seguinte é abortiva? Descubra como funciona

A pílula do dia seguinte é abortiva? Descubra como ela funciona dentro de seu organismo e quebre, de vez, todos os tabus sobre esse assunto tão simples:

Muitas coisas são ditas por aí a respeito da pilula do dia seguinte, aquela que as mulheres podem tomar para prevenir uma gravidez, caso não tenha se precavido na noite anterior com o gato. Mas a maior dúvida sobre esse medicamento é, sem dúvidas, se ele é um abortivo.

De acordo com matéria publicada no site Bolsa de Mulher, a pílula do dia seguinte NÃO é abortiva. Isso porque ela não consegue intervir no organismo, caso o ovo já tenha sido fecundado e esteja grudado ao útero. Ou seja, a pílula do dia seguinte não é capaz de interromper uma gravidez, por mais forte que seja o remédio.

Conforme explicam especialistas, só quem não sabe como a pílula do dia seguinte funciona espalha boatos como este, de que ela é abortiva. Isso porque, como um contraceptivo de emergência, a pílula do dia seguinte só funciona durante algumas horas após o “ato”.

1

Aliás, a pílula do dia seguinte só age de duas formas, dependendo da época do mês que a mulher estiver. Na primeira, se ela ainda não estiver ovulando, a pílula do dia seguinte continua impedindo que a ovulação ocorra. Isso, por sua vez, impede que a fecundação ocorra.

2

Por outro lado, caso a mulher já esteja ovulando, a pílula altera o ambiente do sistema reprodutor, fazendo com que ele se torne ácido e hostil, impróprio para a fecundação. E essa é a segunda maneira como a pílula do dia seguinte funciona.

A única exceção a esses dois métodos de ação da pílula do dia seguinte é se o óvulo já tiver sido fecundado, mas ainda não esteja grudado ao útero, processo chamado de “nidação”. Nesse caso, a pílula do dia seguinte interfere no processo e impede que a fixação do ovo ocorra, o eliminando junto à menstruação.

4

Interessante, não? Agora que você já sabe como funciona a pílula do dia seguinte, você pode querer conhecer também: 5 sinais de que você pode ter ovários policísticos.

Fonte: Bolsa de Mulher


Outras postagens

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários