Curiosidades

Plantar a Lua, o que é? Ritual, tabus e passo a passo de como fazer

Plantar a lua é um ritual bastante polêmico, que consiste em jogar o sangue menstrual na terra como forma de gratidão à natureza.

Por Cristyele Oliveira

O chamado “Plantar a Lua”, é um ritual ainda pouco conhecido no Brasil, como também um tanto polêmico. Isso devido ao fato de que a menstruação e o sangue feminino ainda são vistos como um tabu para a sociedade. Esse ritual consiste basicamente em colher o sangue menstrual e depois depositá-lo na terra, como uma forma de devolver e agradecer a natureza pela menstruação.

No primeiro momento, o hábito de depositar o sangue menstrual na terra pode parecer um pouco peculiar e até exótico para muitas pessoas. Mas a verdade é que o movimento de Plantar a Lua não é bem uma coisa nova. Ele é inspirado em tradições ancestrais que celebravam o sangue menstrual, e viam nele um forte símbolo de fertilidade.

Sendo assim, Plantar a Lua se tornou além de uma expressão de espiritualidade e conexão com a natureza, um ato de empoderamento feminino e uma forma de combater preconceitos. Dessa forma, o ritual contribui para ressignificar a menstruação e acabar com o nojo do sangue menstrual, que é uma coisa totalmente natural e que faz parte da fisiologia feminina.

Portanto, hoje iremos entender melhor como funciona o ritual de Plantar Lua e aprender o passo a passo de como fazê-lo.

Plantar a Lua

Amino

Então, como dito anteriormente, Plantar a Lua é basicamente “devolver” o sangue menstrual para a terra ou mãe natureza. Esse ritual tem origem milenar e remota à antiguidade, quando as mulheres faziam isso de forma natural, sem nenhum tipo de pressão ou questionamento.

Nesse tempo, o que chamamos de Plantar a Lua hoje era feito enquanto as mulheres exerciam suas atividades ao ar livre, até porque nessa época não existiam absorventes, coletores ou tabus sobre menstruação. Pelo menos não há nada que sugere isso. Esse tipo de preconceito é uma exclusividade da modernidade.

Dessa forma, o sangue escorria pelas pernas das mulheres e chegava a terra. Com o tempo notaram-se a importância desse líquido e então começaram a fazer rituais em sua homenagem, tendo o sangue menstrual como algo sagrado, relacionado a lua e às Deusas.

Mas isso mudou na modernidade, quando em muitas culturas começou-se uma onda de repressão quanto a menstruação, instaurando um nojo do sangue. Com isso, consequentemente criou-se um sentimento de vergonha nas mulheres por algo tão normal e que faz parte da sua biologia.

Contudo, não há muito tempo atrás, esse tipo de ritual tem sido retomado, junto com valores das sociedades matriarcais. Sendo assim, um dos principais intuitos de Plantar a Lua é justamente desmistificar a ideia de sangue menstrual é algo sujo e digno de vergonha. Muito pelo contrário, nem o sangue nem a mulher devem ser motivos de vergonha, nojo ou insatisfação, mas sim de orgulho, força e poder. Afinal, a mulher é que tem a capacidade de gerar e trazer ao mundo uma vida.

Menstruação e tabus

Plantar Lua - O que é esse ritual, tabus e passo a passo de como fazer
Laboratório da Mulher

A menstruação marca o início da vida fértil de uma mulher ainda na puberdade e é algo totalmente normal. Porém, desde pequenas, muitas mulheres, se não todas, são ensinadas a esconder e ter vergonha da menstruação. Prova disso é o desconforto causado nas mulheres quando estão menstruadas, maior ainda ao mostrarem seu sangue menstrual.

Esse preconceito está explicitado em vários âmbitos e momentos. Como por exemplo, quando o homem expressa nojo pela parceira quando está menstruada, bem como a falta de compreensão sobre a TPM, que é tratada como motivo de chacota e brincadeiras de mau gosto, tanto pelos homens, quanto por outras mulheres.

Portanto, o movimento Plantar a Lua busca mostrar como menstruar é algo normal e biológico. Um processo em que o corpo feminino passa todos os meses, e que o sangue menstrual não é algo sujo, e que não deve ser tratado com tanta cobrança e  nem causar desconforto nas mulheres.

Menstruação e Plantar a Lua

Personare

Para o movimento de Plantar a Lua, o sangue menstrual é na verdade algo muito preciso. Isso porque a mulher guarda todo o seu potencial de gerar vida dentro de um óvulo. Então, quando isso não acontece, ou seja, quando o óvulo não é fecundando para gerar uma vida, o sangue deve ser devolvido para a natureza aquilo que foi recebido.

Nesse sentindo, dar o sangue menstrual para a terra é uma forma de oferenda que demonstra gratidão. Afinal, o sangue menstrual reuni todo o poder de gerar uma vida. Sendo assim, ao “plantá-lo” na terra, é uma forma simbólica de plantar novas sementes que não foram fecundadas para criar uma nova vida, mas que pode gerar outras coisas, como ideias e projetos.

Portanto, o hábito de Plantar a Lua é uma forma de se reconectar com o eu feminino, com a espiritualidade e com o poder de ser mulher. O sangue menstrual é uma forma de alimento para terra que só a mulher pode dar, o sangue da vida.

Anualmente, na Lua Cheia do mês e agosto é comemorado o Dia Mundial do Plante sua Lua. Nessa data, mulheres de todo o mundo tiram o dia para honrar o seu próprio sangue e a vida. E qualquer mulher pode fazer isso, até mesmo as que não menstruam. Desse modo, elas podem fazer o ritual, plantar a sua sua e intenções com algum líquido que represente o sangue, como vinho, suco de uva entre outros.

Passo a Passo de como Plantar a Lua

BBC

Plantar a Lua pode ser uma forma da mulher entrar em contato com o seu próprio sangue e essência, dando um novo significado para ele, sem nojo e sem vergonha. No entanto, a decisão de plantar a lua ou não é muito individual e vai de cada mulher, vivência e momento, assim como a experiência. Mas se você ficou curiosa para saber como é feito esse ritual esse passo a passo te ajudar.

Passo 1 – Coletar o sangue

Toda vez que menstruar, colete o sangue para depois planta-lo. Você pode fazer isso usando um coletor menstrual ou durante o banho mesmo, que assim o líquido já dilui na água. Depois, guarde o sangue menstrual em um recipiente de vidro e adicione 2/3 de água para 1/3 de sangue. O ideal é tampar o vidro com um tecido para que o líquido possa respirar até o momento em que você for plantar a lua.

O ideal é não esperar muito para isso. Afinal o sangue menstrual é matéria orgânica, sendo assim, começa a entrar em decomposição ao entrar em contato com o ar. Além disso, é recomendado também Plantar a Lua, durante o período menstrual.

Passo 2 – Preparar o ambiente

Para Plantar a Lua o ideal é fazer isso em um lugar calmo, reservado e claro, que tenha contato direto com a natureza. Se estiver em um campo por exemplo, aproveite para fazer isso descalça, para sentir a terra nos pés. Se for o caso, pode até deixar o sangue escorrer diretamente na terra, sem guardar o líquido em um vidro.

Contudo, se não for possível estar na natureza, você pode fazer isso em um vasinho de terra pequeno mesmo. Não importa o local, o importante é estar confortável para para fazer isso. Tem também a opção de escolher uma árvore ou planta específica para Plantar a sua Lua, algo como um altar natural para agradecer.

Para realizar o ritual, se preferir pode arrumá-lo da forma que preferir. Somente na natureza, ou mesmo fazer uma preparação do ambiente, com velas, incensos, imagens de deusas, flores e etc.

Passo 3 – Plantar a Lua

Por fim, chegou a hora de Plantar a Lua. Antes de mais nada, faça uma espécie de oração ou mantra para agradecer e honrar tudo que aconteceu no ciclo passado. Enquanto vai despejando aos poucos o sangue na terra, pode repetir palavras de gratidão como “sinto muito, me perdoe, te amo, sou grata” ou o que preferir ou sentir no momento. Essa parte é totalmente única e individual de cada mulher.

Aproveite para proclamar suas intenções, projetos e ideias. Mentalize tudo o que você deseja que floresça a partir dessa semente no próximo clico. Ao final, você pode saudar a Lua, meditar ou algo parecido.

Enfim, o que você achou dessa matéria? Aliás, aproveite para conferir também Acalmar o coração – Lidando com a angústia e formas de aliviar o coração.

Fontes: Herself BBC Guia da Alma

Imagens: Pinterest Amino Laboratório da Mulher BBC Personare

Próxima página »

Escolhidas para você