Maternidade

Dores na gravidez, o que é normal? Principais causas e tipos de queixas

É natural sentir dores na gravidez, já que o corpo sofre mudanças repentinas com o desenvolvimento do bebê dentro do útero.

Atualizado em 13/10/2020
Por Kariny Bianca

É normal sentir dores na gravidez? De modo geral, existem alguns desconfortos muito comuns durante o período de gestação. Isto porque os hormônios afloram e o útero se expande, causando alterações evidentes no corpo da mulher.

Desse modo, é compreensível que os órgãos reclamem dessas transformações da gravidez por meio de dores, visto que o bebê suga muita energia da mãe. Além disso, o estresse, o sedentarismo e o excesso de peso são os principais motivos das dores na gravidez.

Ainda assim, precisamos lembrar que essas queixas são naturais, já que acompanham as mamães desde o teste positivo até o parto. Nesse sentido, vamos conhecer um pouco mais sobre os tipos de dores na gravidez, suas principais causas e como aliviar esses desconfortos.

Tipos de dores na gravidez

Dor de cabeça

Esta é uma das dores na gravidez mais comuns, ainda mais para as mulheres que já tinham enxaqueca antes da gestação. Quando a barriguinha começa a apontar, a sobrecarga na coluna e as alterações de postura podem causar cefaleia.

Dores de cabeça
Dr. Hong

Sobretudo, ao surgir a dor de cabeça, a medicação deve ser prescrita pelo médico, porque muitos analgésicos são contraindicados para gestantes. Geralmente, a dor de cabeça se torna preocupante na 28° semana, caso se estenda para a nuca ou testa, já que pode ser sinal de pré-eclâmpsia.

A boa notícia é que a medicina constatou que a maioria das mulheres com enxaqueca crônica não sentem dores enquanto grávidas.

Cólicas na gravidez

O útero reage como um elástico durante 9 meses da gestação, ou seja, ele incha durante o crescimento do bebê. Além disso, os órgãos do corpo da mulher vão se readequando, já que se deslocam por causa do afrouxamento dos músculos, assim a sensibilidade na barriga pode aumentar.

Cólicas na gravidez
Grão de gente

Nesse sentido, uma alteração hormonal como essa pode causar dores na gravidez, como a cólica, incômodos abdominais e desconforto uterino.

É preciso se atentar quanto aos sintomas que podem acompanhar a cólica, como sangramentos ou dores insuportáveis. Caso haja, procure um obstetra para descartar o risco de aborto, infecção urinária, dentre outros problemas.

Dores nas costas

A barriga da gestante cresce tanto, que pode causar dores nas costas. De modo geral, esse tipo de dor na gravidez acontece entre a 24°e 25° semana.

Dores na gravidez
Clínica Laboral

O motivo é que a curvatura da coluna é puxada para trás, centralizando o peso nas costas. Para aliviar essas dores, deve-se equilibrar a postura com fisioterapia ou exercícios leves como pilates e alongamentos. A compressa de água quente pode ajudar, além de terapias como a acupuntura.

Pontadas na vagina – Dores na gravidez

Pode ser assustador, mas essa dor é muito comum. Geralmente, a sensação de pontadas na vagina pode estar ligada aos movimentos do bebê dentro da barriga. Isto varia muito de cada gestante, pode ser o peso da barriga, a pressão no útero ou o bebê se encaixando.

Dores na vagina
Gravidez Online

Dores nas pernas e braços

Esse é um dos tipos de dores na gravidez que pode não estar diretamente ligado ao período da gestação, principalmente, se a grávida já tinha problemas na circulação sanguínea ou retenção de líquidos. No entanto, ela pode se intensificar com o peso da barriga.

Gestação com dores
KinesioSport

Dessa forma, a mulher grávida costuma andar com as pernas mais abertas, por causa da sobrecarga. O nervo ciático inflama, causando inchaço nos cotovelos, joelhos e punhos. A gestante também pode sofrer com câimbras noturnas, causadas pelo cansaço nos músculos.

Síndrome do Túnel de Carpo na gestação

Essa dor é intensa no nervo do braço e antebraço, tanto que muitas grávidas relatam perder a força na mão. Ao passo que, essa síndrome pode causar danos duradouros, por isso, a fisioterapia é recomendada pelo médico na maioria dos casos.

braços e antebraços
Anchieta

Dores nos seios

É normal sentir dores nos seios, já que a produção de leite aumenta a cada semana da gestação. A mama cresce, esticando a pele e alterando o peso. Nesse momento, é necessário usar sutiãs especiais para sustentar os seios de maneira confortável.

Desconforto na mama
Mammybelt

É importante observar se há presença de sintomas como vermelhidão, aquecimento na mama ou febre, caso haja, é necessário procurar um médico.

Dor na pélvis ou bacia

A gestante ganha cerca de 5 a 7kg somente na região da pélvis, isto em conjunto com o peso do bebê. Ao passo que, a região só vai conseguir o relaxamento ao se aproximar da hora do parto, momento da passagem do bebê.

Dores na gravidez
BabyCenter

Dor e sensibilidade nos dentes

Outros tipos de dores na gravidez são nos dentes e gengivas, assim eles ficam mais sensíveis. A gestante pode sentir incômodos no segundo trimestre, mesmo com sensibilidade é necessário cumprir a escovação de três vezes ao dia. Se bem que, é importante buscar orientação de um dentista para evitar problemas futuros.

Incômodos no dente
Vila Odonto

Queimação e indigestão – Dores na gravidez

Em síntese, os hormônios da gravidez podem estimular o relaxamento do esôfago e estômago, gerando um ácido estomacal. Por isso, a gestante deve dobrar os cuidados com a alimentação, evitando deitar-se nas primeiras 3 horas após cada refeição. Além disso, precisa levantar um pouco mais o travesseiro, a fim de evitar refluxos durante a noite.

Queimação na gestação
Gravidez Online II

Em suma, esses vários tipos de dores na gravidez podem surgir ao longo da gestação. Por isso, não há motivos para desespero ou preocupação, a não ser que as dores estejam acompanhadas de outros sintomas.

É normal sentir dores na gravidez, mas isto não impede que a gestante busque o seu médico para relatar suas queixas. Cada pessoa sente uma intensidade diferente de dor, por isso, é importante receber orientações de forma pessoal. Por último, tente entender o seu corpo durante a gestação, assim você vai saber lidar com as dores de cada fase.

Por fim, o que achou dessa matéria? Então, aproveite para conferir essa aqui também: Anemia na gravidez, como evitar? Causas, sintomas, riscos e alimentação

Fontes: Trocando Fraldas, Bebê Abril, Minha Vida e Pampers

Imagens: Vix, Dr. Hong, Grão de Gente, Clínica Laboral, Gravidez Online, KinesioSport, Mammybelt, Anchieta, BabyCenter, Vila Odonto e Gravidez Online II.

Próxima página »

Escolhidas para você