Saúde

Candidíase: o que é, sintomas, causas, tipos e tratamentos

Candidíase é uma doença causada por um fungo, que pode afetar a pele, as unhas, a boca, o esôfago e os órgãos íntimos.

Você já ouviu falar sobre candidíase? Basicamente, ela é uma infecção muito comum, causada pelo fungo candida, geralmente o candida albicans (quase 90% dos casos).

Contudo, a doença também pode ser causada por outros tipos de fungo da mesma espécie. Por exemplo, glabrata, tropicalis, krusei, parapsilosis e saccharomyces cerevisae.

A candidíase, aliás, acontece na maior partes das vezes com mulheres. Porém, também existem casos mais raros em homens.

Certamente, ela é conhecida por afetar com mais frequência os órgãos genitais femininos. Contudo, o que pouca gente sabe é que a candidíase também pode aparecer em outras partes do corpo, como por exemplo:

  • Órgãos genitais masculinos;
  • Pele;
  • Unhas;
  • Garganta;
  • Boca;
  • Corrente sanguínea.

Sintomas de candidíase

O que é a candidíase? Quais os sintomas, tratamentos e cura?

Basicamente, a candidíase se manifesta em organismos com o sistema imunológico fraco. Portanto, alguns fatores podem proporcionar maior chance ao problema, como:

  • Dormir mal;
  • Ingestão insuficiente de vitaminas e minerais;
  • Alto nível de estresse;
  • Gripes fortes;
  • Diabetes Imunossupressa;
  • Uso de drogas.

O fungo que causa a candidíase, inclusive, procura locais úmidos. Por isso, o órgão feminino é o local mais comum para a infecção. Os sintomas, nesse caso, são:

  • Coceira na área íntima;
  • Dor e vermelhidão;
  • Corrimento branco e agrupado;
  • Relações dolorosas.

Os sintomas, contudo, variam dependendo de qual local a candidíase está atacando. Por isso, ela pode acabar causando coceira na área, assim como dor, vermelhidão e incomodo.

Causa da doença

O fungo Candida albicans – como já mencionamos, inclusive – é o principal causador da candidíase, especialmente, a da região íntima. Ele é mais comum em mulheres porque já existe em pequenas quantidades no organismo feminino, e vive em equilíbrio com a flora. Ou, pelo menos, assim seria o normal de acontecer.

Alguns fatores, entretanto, podem levar ao seu desequilíbrio no organismo. Como resultado disso, a reprodução do fungo fica descontrolada e causa os sintomas que já listamos.

Áreas quentes e úmidas, portanto, são mais propícias para a propagação. Por exemplo, as artes íntimas, zonas de dobra de pele, garganta e boca.

Com relação ao sistema imunológico debilitado, como também já citamos, o que acontece é que as defesas baixas do corpo não consegue proteger o organismo da propagação do fungo. Assim, pode acontecer o crescimento exagerado da população dessa bactéria.

Tratamento da candidíase

O ginecologista é o mais indicado para tratar pacientes com candidíase. Se for homem, o urologista é a melhor pedida para consulta nesse caso.

O tratamento está centrado no uso de medicamentos antifúngicos via oral e/ou íntima. Caso o parceiro apresente sinais e sintomas como vermelhidão e coceira no órgão masculino (glande), ele também deve ser avaliado pelo médico para um possível tratamento. O tratamento leva a cura.

E, falando em saúde íntima feminina, esse outro post vem recheado de informações inusitadas, e que vai surpreender você: Benefícios do pompoarismo para a saúde da mulher.

Próxima página »

Escolhidas para você

Comentários

3.5 2 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários

Escolhidas para você