Saúde

Espremer espinha, o que acontece? Cuidados e consequências na pele

Se você tem mania de espremer espinha, da sua pele e dos outros, entenda os motivos de parar com essa ação imediatamente.

Por Kariny Bianca

-

É uma mania ou faz mal à saúde? A resposta certa é os dois. Certamente, você deve conhecer alguém que ama espremer espinha ou talvez você seja essa pessoa. No entanto, os dermatologistas afirmam que é melhor não cutucar a acne, visto que essa ação pode machucar a pele e atrair bactérias.

Dessa forma, as alterações hormonais são os principais motivos do aparecimento de espinhas nas mulheres, ainda mais no período da adolescência. No entanto, alguns fatores tornam as acnes mais propícias nos adultos, como a hereditariedade, o estresse, exposição à luz ultravioleta, obesidade ou níveis elevados de colesterol.

Por isso, vamos aprender um pouco mais sobre os cuidados e o que pode acontecer na pele ao espremer espinha. Ademais, a maioria das pessoas gosta de assistir vídeos de extração de acnes e cravos, enquanto outras são consideradas espremedoras natas.

O que acontece ao espremer espinha?

Como dito anteriormente, quando se espreme espinha, a pele pode ser machucada na tentativa de forçar o pus a sair. Ao passo que, essa “mania” pode causar manchas e cicatrizes que permanecerão por um longo tempo. Ainda mais, uma pequena lesão pode inflamar e obrigar a pessoa a ir ao médico.

Espremer espinha
Toda Teen

Nesse sentido, separamos algumas consequências que podem atingir a pele ao espremer espinha. Por conseguinte, estas queixas são muito comuns nos consultórios médicos, tornando o alerta de prejuízo dessa prática ainda mais necessária.

Cicatrizes de acne

Antes de tudo, as cicatrizes de acnes não surgem da noite para o dia. Este problema é causado ao espremer espinha, cutucar os cravos ou passar a mão no rosto constantemente. Ao passo que, a lesão vai piorando, a ferida não sara e as marcas se tornam permanentes na pele.

Cicatrizes de acnes
La Vienne

Inflamação da espinha

Uma das consequências mais graves de espremer espinha é a inflamação. Isto porque, as bactérias que ficam embaixo da unha ou na própria pele entram na ferida, formando uma espécie de cisto ou caroço. De modo geral,  é necessário uma intervenção de remédios prescritos pelo médico, como antibióticos orais, por exemplo.

Espinha inflamada
Hoiic

Manchas roxas e inchaço – espremer espinha

Ao espremer espinha, um hematoma se forma na região lesionada, assim as manchas roxas ficam visíveis na pele. Ainda mais, o tom arroxeado carrega o inchaço, que pode ser leve, moderado ou grave. Em suma, essas marcas podem levar dias para sair, além de se tornar aparentes com o passar do tempo.

Espremer espinha
Equilibrium Estética

Manchas escuras na pele

A pigmentação pós-inflamatória são causadas pela ação de espremer espinha, isto porque, a produção de melanina é ativada, reagindo com a coloração da pele. Assim, quando há um processo inflamatório de uma acne, unindo a tendência de excesso da melanina, as manchas se formam na pele. Em suma, os tons podem variar entre vermelhos, marrons e roxos.

Manchas escuras na pele
É do Babado

Cuidados e tratamentos

Em suma, alguns cuidados simples podem ser acrescentados na rotinha diária para evitar as espinhas. Estas ações parecem bobas, mas fazem toda a diferença, como higienizar os óculos de grau e de sol, não cutucar as acnes, manter o celular limpo, lavar os pincéis de maquiagem com frequência, usar produtos adequados ao tipo de pele e trocar a roupa de cama e banho frequentemente.

Espremer espinha
IG Delas

Além disso, é preciso lavar o rosto pelo menos duas vezes ao dia, com sabonetes e produtos apropriados, como protetor solar, hidratantes, adstringentes e esfoliação facial. Outra coisa importante é não dormir com maquiagem, sempre limpe o rosto totalmente e hidrate a pele.

Por último, um dermatologista deve avaliar o seu caso para escolher o melhor tratamento, que pode incluir o uso de remédios orais, peeling, microagulhamento ou terapias convencionais. O objetivo deve ser resgatar a naturalidade da pele, suavizando as cicatrizes e estimulando a produção de colágeno. Ademais, se o seu corpo produz espinhas em excesso, compareça ao médico para investigar as causas, antes mesmo de lidar com as consequências.

O que achou dessa matéria sobre espremer espinha? Então, aproveite para conferir essa aqui também: Remédios caseiros para espinha – 8 receitas eficazes e o que não fazer

Fontes: Folha Vitória e Dermaclub

Imagens: Emagrecer, La Vienne, Hoiic, É do Babado, Equilibrium Estética, IG Delas, e Toda Teen

Próxima página »

Escolhidas para você