Beleza

Raspar o cabelo – Por que adotar o estilo, cuidados e inspirações

Antes de mais nada, o cabelo raspado não altera o seu lado feminino. Pelo contrário, acrescenta um aspecto de liberdade.

Atualizado em 12/08/2020

Raspar o cabelo pode parecer loucura para muitas mulheres. A princípio, pode soar um tanto assustador, porém, a tendência careca tem causado curiosidade no universo feminino.  Seja pela vontade de mudar o visual ou pela necessidade de encarar um lado diferente de si mesma.

Por outro lado, o medo do que as pessoas podem pensar fazem com que elas desistam. Mas você sabia que essa moda do cabelo raspado nas mulheres surgiu entre as décadas de 70 e 80? Pois é! Naquela época, o visual era um protesto contra a homofobia, como também era usado pelas negras contra a injustiça social.

Contudo, usar o cabelo raspado tornou-se um sinal de empoderamento feminino na década de 90 até o início dos anos 2000. Atualmente, a tendência careca para as mulheres voltou com tudo.

Por que as mulheres querem raspar o cabelo?

Tudo Ela

Antes de mais nada, o cabelo raspado não altera o seu lado feminino. Pelo contrário, acrescenta um aspecto de liberdade. Basicamente, quando as mulheres buscam uma mudança radical, a primeira coisa que elas fazem é mudar o cabelo. Seja o corte, a cor ou algumas mechas a mais.

Em outras palavras, as mulheres querem raspar o cabelo pelo simples fato de sentirem vontade. Ao mesmo tempo, elas querem praticidade, conforto, e por vezes, estão passando por um processo de transição capilar.

Não é nada demais, apenas uma fase de descobertas. Isto não quer dizer, que ela mudou de gênero ou ficou rebelde. Raspar o cabelo mexe com a imagem da mulher, ainda mais quando ela precisa enfrentar estereótipos e preconceitos. Portanto, cabelo cresce.

Como raspar o cabelo?

Diário de Cuiabá

De início, é recomendado que você procure um salão de beleza, caso seja a primeira vez que esteja raspando o cabelo. Ao passo que, o caimento natural das suas madeixas deve ser respeitado na hora de raspar, ou seja, passar a máquina no sentido em que os fios crescem. Então, não dê a louca na peruca! Não faça sozinha de primeira. Ok?

Dessa forma, os fios que crescerem depois não vão nascer bagunçados e rebeldes. O cabeleireiro deve cortar o seu cabelo por mechas e só depois raspar o restante. No entanto, se tiver a pretensão de continuar raspando, preste atenção no procedimento para fazer em casa posteriormente.

Ainda há 3 formas de raspar o cabelo: O sidecult, o buzz cult e o undercut. O primeiro, é quando se raspa apenas nas laterais e o segundo é quando raspa toda a cabeça. Por último, é quando se raspa apenas a nuca. Todavia, vale atentar-se para o número da máquina. Quanto menor, mais careca vai ficar. Por exemplo: a máquina zero.

Quais cuidados devo tomar?

Purepeople

De antemão, saiba que o seu couro cabeludo vai ficar mais exposto após a raspagem. Por isso, é preciso ter mais cuidado quando sair de casa durante o dia. Evite deixar o sol e o vento em atrito direto com a sua cabeça. Use protetores solares, chapéus, lenços ou acessórios para proteger a pele.

Não é necessário utilizar o condicionador, apenas um pouco de shampoo para higienizar a região. Assim, não se preocupe. Os novos fios vão nascer normalmente, como eram antes.

Frequentemente, você vai ter sensações diferentes com o novo visual, já que a área é bem sensível ao toque. Por exemplo: a água caindo na cabeça, sentir os fios crescendo ao passar a mão, sentir o vento mais intenso nas orelhas e na nuca.

Inspirações – antes e depois

Essas fotos são para te ajudar a entender as três formas diferentes de raspar o cabelo, como foi citado acima. Além do mais, você precisa de incentivo para tomar essa decisão. Uma dica muito valiosa: talvez seja interessante você começar raspando a nuca ou as laterais do cabelo até sentir-se segura, ou não, para raspar tudo.

Estrelando
Marreta biônica/Jetss
Stars Insider
Glamurama/Pinterest
Pinterest
Uol Notícias

Fonte: Sallve, All Things Hair, Vice, Metrópolis, Essência Brasileira, CNN Brasil

Imagens: La Passione, Tudo Ela, Diário de Cuiabá, Purepeople, Estrelando, Marreta Biônica, Jess, Star Insider, Glamurama, Pinterest, Uol Notícias

Por <a href='https://areademulher.r7.com/author/karinybianca/' rel='dofollow' class='dim-on-hover'>Kariny Bianca</a>
Por Kariny Bianca
Jornalista, goiana e aventureira, sempre em busca de conhecimento e informação. É amante da escrita, interessada em boas conversas e autora de um livro. (@bianca.kariny)