5 coisas que você deve fazer se suas fotos íntimas vazarem na internet

Não é difícil ver na internet, especialmente nas redes sociais, casos de fotos íntimas que são divulgadas sem a permissão das pessoas fotografadas. Normalmente, quando vemos isso, pensamos na vergonha que as pessoas estão passando ou, como é mais comum, as julgamos.

Mas, e quando isso acontece conosco ou com alguém que conhecemos? Você sabe o que fazer caso suas fotos íntimas vazarem na internet? Você conhece os direitos que esse tipo de vítima tem e quais os procedimentos que devem ser tomados para tirá-las do ar?

Embora a situação deva realmente ser desesperadora, manter a calma e o pensamento racional faz total diferença nesses casos. Por isso, ao longo dessa matéria, você vai descobrir o que fazer se suas fotos íntimas vazarem na internet e como reunir provas para que a pessoa que as vazou seja punida.

Descubra o que fazer se suas fotos íntimas vazarem na internet:

1. Registre as provas

A primeira coisa a se fazer se suas fotos íntimas vazarem na internet é fazer print e salvar o endereço das páginas em que elas tiverem sido publicadas sem autorização. Depois é preciso ir ao cartório para registrar a data de acesso e o link do site.

A mesma regra vale para perfis em rede sociais. Caso você suspeite que o responsável por vazar as fotos seja a pessoa para quem você as enviou, tire print da conversa com essa pessoa também.

2. Contrate um advogado

Você precisa contratar um advogado de confiança, que possa acompanhar e orientar você desde o início, já que os procedimentos legais a serem seguidos são inúmeros. É ainda melhor se você conseguir contratar um advogado especializado em Direito Digital.

3. Registre um boletim de ocorrência

Com as provas digitalizadas e os registros do cartório, vá até uma delegacia, de preferência na companhia de seu advogado. Além de instruir você como prestar a queixa, a presença de um representante legal vai impedir que você sofra algum tipo de intimidação ou de julgamento nesse momento.

DICA IMPORTANTE: mesmo antes de suas fotos íntimas vazarem na internet, se você estiver sendo chantageada por alguém que está com suas imagens, você pode e deve registrar queixa. O chantagista será notificado judicialmente e isso pode impedir que suas fotos sejam divulgadas.

4. Entre em contato com os sites que divulgaram as fotos

Caso suas fotos íntimas vazarem na internet por meio de sites adultos você entrar em contato com eles para pedir que elas sejam tiradas do ar. De forma geral, esses sites contam com formulários para esse tipo de caso e só é preciso informar o link onde suas imagens estão e enviar uma foto com um documento de identificação.

A verdade é que não é do interesse dos sites adultos manterem online fotos e vídeos não autorizados.

5. Acione a Justiça

Você deve não só entrar com uma ação judicial por dano moral contra a pessoa que vazou suas imagens íntimas. Você também tem direito de pedir ressarcimento por todos os gastos que teve para solucionar o problema, incluindo os honorários de seu advogado.

6. Procure ajuda psicológica

Se suas fotos íntimas vazarem na internet, além da dor de cabeça que você vai ter para tirá-las do ar e para processar quem as divulgou, você, provavelmente, vai ter que lidar com muita pressão psicológica e julgamentos.

Por isso, ao invés de se desesperar, de se envergonhar e de se importar com o que as pessoas vão dizer e com o que será divulgado ou não nas redes sociais, tome as medidas legais que aconselhamos e procure um psicólogo.

Muita gente entra em parafuso nesse momento e acaba tomando decisões precipitadas e drásticas, muitas vezes contra a própria vida. Então, mantenha a cabeça no lugar e busque se rodear de todos que possam oferecer apoio e conforto emocional.

Isso já aconteceu com você ou com alguém que você conheça? Tinha ideia do que fazer nesse tipo de situação?

Agora, falando em desafios da vida adulta, você precisa conferir ainda: 48 frases machistas que as mulheres costumam ouvir na vida.

Fonte: Dicas de Mulher