5 motivos porque trabalhar em casa é muito mais produtivo

Trabalhar em casa, o famoso home office, tem se tornado cada vez mais comum, especialmente entre os mais jovens. Bom, com as crise financeira – no mundo – que parece nunca passar, não é nada estranho ouvir números exorbitantes de pessoas desempregadas pelo mundo.

Contratar um funcionário é caro para a empresa e acaba sendo, muitas vezes, desgastante físico, emocional e financeiramente para o próprio empregado. Então, como uma forma de se sustentar e garantir uma série de necessidades básicas para a família, as pessoas têm encontrado no ‘trabalho informal’ uma solução para seus problemas. O que, muitas vezes, acaba sendo mais rentável do que ter a carteira assinada.

Pensando nisso, selecionamos algumas das vantagens de trabalhar em casa. Mas cada pessoa tem a sua rotina, ritmo de trabalho e preferências. Vamos lá?

Confira 5 motivos porque trabalhar em casa é muito mais produtivo:

1 – É mais barato

Quando você trabalha fora, especialmente se for em algum lugar longe de casa, precisa gastar dinheiro com transporte, alimentação, perde tempo no trânsito (seja de carro, ônibus, até a pé). Realmente, nesse caso, o que mais pesa (no bolso) é a comida.

Às vezes a empresa até oferece almoço, caso contrário, você tem que comer por perto ou levar de casa – o que pode ser um problema se você não tem tanto tempo assim para cozinhar e mesmo se não gostar -, fora isso, ainda tem os lanchinhos da manhã, da tarde…

De qualquer maneira, qualidade aqui passa longe e acaba saindo bem mais caro.

2 – Qualidade de vida

Só de pensar em trânsito você já arrepia? Pois é, sabemos que esse é um dos grandes males do século. Infelizmente, ficar horas e horas no trânsito já se tornou algo comum, mas ainda muito estressante.

Trabalhando em casa o único trânsito que você pega é o das crianças correndo pela casa, um gato ou cachorro dormindo pelo corredor ou, simplesmente, algum esbarrão pela porta (se você for dessas meio desastradas).

3 – Nada de rotina maçante

Sabe aquela coisa de ter que chegar no horário certinho, bater ponto, ter uma (ou duas) hora exata para almoçar, voltar correndo, não ter tempo para resolver os (outros) problemas da vida?

Então, em casa não tem dessa. Isso porque quem faz os seus horários é você. Ah, é do tipo corujinha, rende muito mais trabalhando à noite? Organizando suas atividades diárias dentro do seu tempo e ritmo, você conseguirá fazer com que o seu dia seja muito mais produtivo.

Já pensou em trabalhar viajando pelo mundo?

4 – Tempo, tempo, tempo

Atualmente esse é o bem mais precioso de qualquer ser humano. Ter tempo para estudar, curtir a família, os amigos, dar uma volta no parque, praticar exercícios, fazer absolutamente aquilo que você quiser.

Trabalhando em casa você consegue organizar sua rotina, separando os momentos certos de fazer cada coisa, sem ficar dependente do chef liberar, ou ter que sair correndo atrás de um atestado médico que esqueceu de pegar.

5 – Conforto

A mais óbvia de todas. Essa é uma vantagem que não tem como argumentar. Quem nunca quis trabalhar de pijamas e pantufas? Ou simplesmente poder ficar de shorts e chinelo enquanto cumpre suas obrigações?

Ainda mais se for sentado naquela poltrona super confortável que você escolheu, ouvindo a música que você gosta, sem ter que se preocupar com as pessoas te chamando o tempo todo para falar alguma coisa (muitas vezes coisas inúteis naquele momento) que te desconcentra.

Claro que, da sua rotina quem entende é você. Mas se podemos chegar a uma conclusão em conjunto é: você terá muito mais tempo livre – para gastar do jeito que quiser -, tem mais liberdade para trabalhar da maneira como bem entender (incluindo horários), economia e, tudo isso reflete em viver, ao invés de simplesmente sobreviver a esse mundo cão.

Deu vontade? Ou você é do tipo nada a ver com os itens acima? Comenta aí com a gente!

E, se você quiser manter seu cantinho de trabalho em casa mais organizado e profissional, não deixe de conferir ainda: 18 formas criativas de deixar o ambiente de trabalho organizado.