Curiosidades

As 5 linguagens do amor – principais lições do livro de Garry Chapman

Para toda forma de relacionamento é necessário que se conheça as 5 linguagens do amor. Por isso, trouxemos algumas dicas do autor Gary Chapman para você

Já ouviu falar sobre As 5 linguagens do amor? Se ainda não, prepare-se, porque hoje você vai conhecer um manual básico de como ter relacionamentos saudáveis e duradouros.

Primeiramente, quando se fala em regras básicas de convivência, muitas pessoas acham que dão sempre seu melhor. Porém, a realidade não é tão simples assim.

Na verdade, existem várias atitudes que podem melhorar quaisquer tipos de relacionamento, mas, nem sempre são praticadas. Bons exemplos disso são os ensinamentos do livro internacionalmente famoso As 5 linguagens do amor, de Gary Chapman.

Certamente, esse livro pode se tornar um ensinamento para todo mundo. Por isso, vale a pena destacar alguns termos e assuntos que o autor colocou em seu best seller.

Portanto, se você se interessa em descobrir melhores formas de conviver com seu parceiro, e com qualquer outra pessoa; nós resumiremos as principais lições de As 5 linguagens do amor.

O que são as 5 linguagens do amor?

Você já conhece as 5 linguagens do amor? Confira quais são elas

Em seu livro, o autor Gary Chapman ajuda as pessoas a entenderem com mais clareza que não existe uma forma única de amar. Ele mostra, aliás, que existem vários modos diferentes de entender e de demonstrar afeto.

Por causa disso mesmo, é possível que nem todo mundo fale a mesma linguagem do amor. Ou seja, é provável que você e seu parceiro ou parceira demonstrem amor, carinho, admiração e afeto de maneiras diferentes.

Mas, o que acontece quando pessoas que falam idiomas diferentes resolvem conversar? Segundo o autor, basicamente, uma não vai entender o que a outra está dizendo. Nos relacionamentos, especialmente nos amorosos, é muito comum que isso aconteça.

Portanto, o autor ressalta a importância de aprender o “idioma” do amor da pessoa com quem você se relaciona. E, acima de tudo, que você aprenda a identificar qual é a linguagem do amor que você entende.

Dessa forma, aprendendo a demonstrar amor da forma que o outro compreenda, e ensinando ao outro de que forma você se sente amada, o relacionamento tende a entrar em um outro nível de compreensão e de comprometimento.

Para isso, Chapman convida seus leitores a conhecerem, entenderem e praticarem os 5 tipos diferentes de linguagens de afeto que existem.

Quem é Gary Chapman?

Você já conhece as 5 linguagens do amor? Confira quais são elas

Gary Chapman nasceu em 1938. Atualmente, ele mora em Wiston-Salem, na Carolina do Norte, Estados Unidos.

Basicamente, ele é escritor, terapeuta, conselheiro matrimonial, pastor, filósofo americano e ainda um conferencista famoso. Além disso, ele é o responsável por um programa de rádio de âmbito nacional, e autor de mais de 20 livros.

Sobretudo, ele conta com mais de 30 anos de experiência em aconselhamento de casais. Aliás, foi de sua prática na área que ele concluiu que cada um de nós adota uma linguagem pela qual damos e recebemos amor. Logo, o livro As 5 linguagens do amor foi escrito para explicar melhor esse assunto.

Vale ressaltar que seu livro foi traduzido para mais de 36 idiomas e vendeu, só nos Estados Unidos, mais de 4 milhões de exemplares. E é exatamente sobre esse livro que iremos falar aqui hoje. Basicamente, iremos mostrar quais são essas linguagens que ele expõe.

Conheça as 5 linguagens do amor

1- Palavras de afirmação

Você já conhece as 5 linguagens do amor? Confira quais são elas

Primeiramente, as palavras de afirmação são aquelas que exprimem positividade. Elas têm algo a acrescentar como os elogios, frases altruístas e incentivos. Como por exemplo, “O jantar estava ótimo”, “Acho que você faz isso muito bem” ou “Vai dar tudo certo”.

Vale ressaltar que se você espalhar amor e felicidade, você receberá de volta todo esse amor e essa felicidade. Por isso, se torna tão essencial usar frases de afirmação no seu dia a dia. E isso não vale somente para com seu cônjuge, mas também para com as pessoas do trabalho, da família, seus amigos e até mesmo com a vizinha.

Inclusive, muitas pessoas usam dessas afirmações para expressarem o seu amor por alguém. Ou seja, mesmo que inconscientemente, essas pessoas dizem que amam alguém quando elogiam algo que elas tenham feito, o quanto estão bonitas naquele dia ou as incentivam a vencer algum obstáculo, por exemplo.

Aliás, o objetivo dessas afirmações é justamente você fazer com que a pessoa se sinta mais confiante, valorizado, inteligente, importante e amado.

2- Atos de Serviço

Você já conhece as 5 linguagens do amor? Confira quais são elas

Como o próprio nome diz, essa linguagem se resume em você ajudar o seu parceiro com tarefas diárias. Como por exemplo, lavar a louça, consertar a fechadura, levar o lixo para fora, levar o carro para lavar, entre outros atos de serviço.

Por que sim, muita gente só sabe expressar e receber amor por meio desse tipo de atitude. Ou você nunca conheceu alguém que te faz sentir amado cozinhando pra você?

Isso porque as linguagens do amor não são somente palavras ditas, mas também ações e atitudes do seu dia a dia. Portanto, é ideal que você faça sua parte em casa, se esse for a linguagem do amor de seu parceiro ou parceira.

3- Tempo de Qualidade

Você já conhece as 5 linguagens do amor? Confira quais são elas

Sabe aquele tempo que você passa no Instagram olhando a vida dos outros? Pois é, esse tempo aí pode estar fazendo com a que a outra pessoa não se sinta amada. Se não entendeu, vamos explicar.

Basicamente, hoje em dias as pessoas estão se doando tanto para as redes sociais, que elas estão esquecendo de como funciona um abraço, como é uma conversa olho a olho. Existem pessoas que têm uma maior necessidade desse contato exclusivo e aprofundado, chamado no livro de “tempo de qualidade’.

Portanto, para demonstrar amor às pessoas que têm essa linguagem de amor como primária, o ideal é para um tempo e se dedicar a ela.

Uma conversa sem a interrupção do celular, um filme que vocês assistem juntos, aquela caminhada no parque de mãos dadas. Tudo isso é uma forma de demonstrar amor para quem entende o tempo de qualidade como uma declaração de afeto.

4- Toque Físico

Você já conhece as 5 linguagens do amor? Confira quais são elas

Sabe aquele abraço quente, reconfortante e que funciona como um calmante? É exatamente desse que queremos falar. Basicamente, é o contato da pele com pele, mão com mão, corpo com corpo.

Essa pode ser uma das maiores formas de demonstrar um amor, sentimento por uma pessoa. Ou melhor, essa pode ser a forma primária de seu par entender e demonstrar amor.

Já percebeu se seu parceiro ou parceira é do tipo que está sempre tocando em você? Esse pode ser um sinal da necessidade dele ou dela sentirem também seu toque na pele.

E, embora o sexo também entre nessa parte, existem muitas outras formas de demonstrar amor pelo toque. Um beijo, um abraço, um toque suave nos cabelos e até mesmo um cutucão no dia a dia são bons exemplos disso.

5- Presentes

Você já conhece as 5 linguagens do amor? Confira quais são elas

Sim presentes! Mas, calma, que nem sempre precisam ser presentes caros. Aliás, nem sempre precisam ser presentes comprados.

Basicamente, quem tem presentes como a língua primária do amor aprecia o gesto, o fato da outra pessoa ter se lembrado dela. Ou seja, uma flor que você colher na rua é o suficiente. Ou mesmo, dizer a ela que se lembrou de vocês dois com tocou alguma música no carro.

Como identificar as linguagens do amor?

Você já conhece as 5 linguagens do amor? Confira quais são elas

Mas, e agora, como identificar, entre as 5 linguagens, a que você e seu par falam separadamente? Na verdade, a dica é se manter atento.

Até porque, na prática, nós conhecemos bem essas linguagens e sabemos o que devemos fazer. Ou seja, falta agir, falta sair da zona de conforto e começar a perceber mais as coisas que estão ao nosso redor.

Para facilitar essa tarefa, o livro apresenta um questionário. A ideia é que, ao final, os leitores o preencham e possam identificar qual é seu próprio dialeto e qual é o dialeto do seu par.

E, na maioria das vezes, um não fala o mesmo idioma de amor do outro. Portanto, o autor indica que o casal aprenda a se comunicar afetivamente. Ou seja, que diariamente, pratiquem a forma de expressão de amor que seus parceiros compreendem, até que aquela linguagem de amar se torne natural. E vice-versa.

Amor próprio

Você já conhece as 5 linguagens do amor? Confira quais são elas

Contudo, antes de praticar a linguagem de amor do outro, precisamos nos conhecer melhor e estar bem conosco. Até porque é impossível oferecer amor e carinho para outra pessoa se não nos amamos primeiro. Portanto, também é necessário darmos também atenção para o nosso eu interior.

Basicamente, devemos ficar atentos para as nossas próprias necessidades. Só assim, quando já estivermos supridos pelo nosso próprio amor, teremos condições físicas e emocionais para espalhar amor para as pessoas ao redor.

Ou seja, devemos nos amar e nos preocupar primeiro com a nossa saúde mental. E nos lembrar sempre que nosso corpo é nosso templo, e que por isso ele também precisa de cuidados.

Inclusive, até para espalhar amor e positividade para os outros precisamos desenvolver e nos elevar espiritualmente. Ou seja, nos conhecer, saber o que nos agrada, o que não nos agrada e descobrirmos nossa personalidade. Isso é essencial para todo ser humano e, por isso, é ideal que todos façam uma leitura de si mesmos.

O que achou das 5 linguagens do amor? Fez sentido pra você?

Confira mais matérias do Área de Mulher: Joguinhos de amor, por que não funcionam e o que nunca fazer

Fontes: IBC Coaching, JRM Coaching, Estante virtual, Wook

Imagens: Submarino, Wook, Mdig, Pinterest, Universo curioso, Okawa livros, Notícias ao minuto, Veja, IgPicker

Próxima página »

Escolhidas para você

Comentários

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários

Escolhidas para você