Seios pequenos: 5 coisas que você precisa saber se tem pouco peito

Tem gente que tem muito, tem gente que tem pouco ou quase nada. Isso mesmo, estamos falando de peitos, seios pequenos que costumam ser tão hostilizados pela ditadura do silicone, mas que também têm sua beleza.

Ou você vai dizer que algumas mulheres são menos bonitas só por ter seios menores? Fala sério, não é, isso não é nem próximo da realidade. Bons exemplos disso você já conferiu nessa outra matéria aqui e no próprio dia a dia.

Claro que se você tem seios pequenos e se incomoda com isso, não é um problema correr atrás de seu bem estar e de sua realização pessoal colocando um belo par de próteses de silicone. Mas, se você se ama exatamente da forma como é, por que se preocupar com sua quantidade “econômica” de seios?

Aliás, como você vai conferir abaixo, seios pequenos têm sua vantagem, inclusive para a saúde feminina; e fazem tudo o que os seios grandes são capazes de fazer. Quer ver?

Confira 5 coisas que você precisa saber se tem seios pequenos:

1. Seios pequenos podem ser mais sensíveis

Uma pesquisa feita pela Universidade de Vienna apontou que seios pequenos podem ser mais sensíveis e, por isso, proporcionar mais prazer quando o assunto é a vida a dois. Por ter uma maior quantidade de tecido glandular e mais gordura, isso pode acabar afetando a sensibilidade.

Em quem tem pouco peito, o nervo que transmite as sensações é mais alongado e, por isso, garante mais estimulação. Aliás, essa diferença de estímulos é até 24% superior nas mulheres que têm pouco peito.

2. Não usar sutiã é bom para quem tem seios pequenos

Estudos científicos já mostraram que usar sutiã por períodos muito longos pode ser prejudicial para a saúde da mama. Isso porque a circulação sanguínea pode acabar sendo afetada pelo acessório, levando os seios a uma flacidez prematura.

Então, se você tem seios pequenos aproveite essa vantagem! As mulheres com seios grandes, por outro lado, normalmente não podem se dar a esse luxo, já que a falta do sutiã pode causar dores nas costas e no pescoço.

3. Seios pequenos também podem ser flácidos

E não é porque você tem pouco peito que a gravidade não vai agir em sua comissão de frente. Até porque, segundo especialistas, o que manda mesmo na flacidez mamária não é o tamanho dos seios, mas o que existe dentro deles: gordura e tecido granular.

4. Peitos pequenos não produzem menos leite

Não tem nada a ver o tamanho dos seios com a quantidade de leite produzida durante a fase de amamentação do bebê. Quem produz o alimento para os recém-nascidos é a glândula mamária e, por isso, não existe essa história de mulheres de seios grandes produzirem mais leite.

Aliás, independente do tamanho dos peitos, eles mudam de formato durante a fase de lactação devido aos estímulos das glândulas, especialmente se o leite se acumula na mama.

5. Mulheres com seios pequenos têm uma postura melhor

Seios grandes demais podem chegar a pesar até 10kg e, obviamente, isso atrapalha a postura da mulher. Por outro lado, seios menores não acrescentam peso ao corpo, o que não sobrecarrega a coluna, permitindo uma postura mais reta e menos problemas relacionados à má postura.

E aí, você é do time das “fartas” ou das mais “econômicas”? Não deixe de comentar se você se identificou com algum desses pontos levantados na matéria.

Agora, aproveitando o assunto, todo mundo vai se identificar com essa próxima matéria: 20 pequenos prazeres do dia a dia que toda mulher já viveu.

Fonte: Superela