Dicas & Truques

Como fazer a harmonização de cerveja com alimentos?

Más escolhas na hora de fazer harmonização de cerveja com alimentos pode tornar a degustação desagradável; aprenda as melhores combinações!

Você sabia que da mesma forma que o vinho realça o sabor de alguns pratos, também é possível fazer a harmonização de cerveja com alimentos? Pois é! A bebida pode deixar a refeição mais interessante e gerar uma boa experiência à mesa.

Vinho ajuda a emagrecer? 

Porém, falta de cuidado e más escolhas na hora de combinar a bebida com os alimentos pode tornar a degustação desagradável. Então, para evitar que isso aconteça, preparamos um artigo mostrando como combinar a cerveja com seus pratos favoritos. Confira!

O que é harmonização de cervejas?

Cada vez mais popular no Brasil, a harmonização de cervejas é o procedimento que tem como objetivo realçar o sabor da bebida e dos alimentos gerando, assim, uma experiência única. Em suma, é um costume de quem gosta de apreciar uma boa cerveja acompanhada de um prato saboroso. Especialistas no assunto defendem que a cerveja é capaz de transformar simples refeições em experiências interessantes e memoráveis. No entanto, para que a harmonização de alimentos com cerveja seja completa, a comida também precisa ser avaliada. Ou seja, é preciso analisar características como aroma e sabor de ambos no processo. Além disso, aspectos como acidez, amargor e gordura, por exemplo, são muito importantes para fazer uma combinação certeira. 

Conheça os tipos de harmonização

Chegar na melhor combinação não é tarefa fácil! Porém, seguir alguns passos pode te ajudar a chegar a uma união perfeita:

  1. Antes de tudo, liste os ingredientes do prato que são mais fortes ou têm sabor mais potente;
  2. Em seguida, faça uma lista também dos temperos, as texturas de cada item e se há presença de gordura;
  3. Depois que reunir essas informações, pense nos ingredientes de uma cerveja que podem combinar com os ingredientes do prato;
  4. Por fim, liste características como teor alcoólico, levedura, amargor, etc.

Agora que você já tem essas anotações, basta seguir algumas regras para evitar erros. Veja algumas delas!

Harmonização de cerveja por semelhança

Nesse caso, os elementos da cerveja e dos alimentos são parecidos ou iguais. Doçura, acidez e condimentos da bebida são alguns aspectos levados em consideração.

Harmonização de cerveja por contraste

Em contrapartida, essa harmonização busca elementos que constrastem. Ou seja, uma característica quebra o excesso da outra, gerando incremento de sabores ou efeitos sensoriais de atenuação. Por exemplo, a doçura de um brownie de chocolate contrasta com o sutil amargor de uma cerveja malte do cerrado.

Aprenda a fazer brownie de micro-ondas

Harmonização de cerveja por complemento

Por fim, esse é considerado o tipo mais complexo. Afinal, os elementos devem ser complementares. Por exemplo, ao consumir a bebida ou a comida separadamente, o sabor de cada um é único. Contudo, na harmonização precisam encontrar algo que falta ao paladar quando ingeridos sozinhos.

Mesa de frios: como montar e o que colocar? 

Tipos de cerveja e suas combinações

  • Weiss ou Weizen

Cervejas ácidas e feitas de trigo, as Weiss têm aromas e sabores frutados, que lembram banana. Combinam com saladas leves, peixes brancos grelhados, queijos de sabor característico, como o de cabra, frutos do mar, etc. Além disso, essa típica cerveja do Sul da Alemanha também combina com comidas mais apimentadas, pois sua doçura ajuda a suavizar a picância.

  • India Pale Ale

Com alta concentração de lúpulo, as India Pale Ale ajudam a limpar o paladar. Desse modo, combinam com alimentos mais gordurosos, como carnes vermelhas, hamúrguer e molhos fortes. Experimente também com carnes grelhadas ou assadas, como em um churrasco. A combinação traz notas de caramelização e defumação!

  • Pilsen

Leves e claras, devem ser acompanhadas de pratos mais leves, como comidas de boteco, pastéis, queijos brancos, castanhas, frutas secas, etc. Se você não quer que o sabor da cerveja desapareça no paladar, evite receitas pesadas ou com sabor mais forte.

  • Porter ou Stout

Essas são duas cervejas escuras que apresentam notas de café e chocolate. Combinam muito com sobremesas à base de café e de chocolate, como peti gateau, brownie, cheesecak, etc. Porém, esse tipo de cerveja também vai bem com pratos salgados como carne grelhada ou defumada e queijos mais fortes.

Dicas infalíveis para fazer o café perfeito

  • Rauchbier

Por seu sabor forte e defumado, as Rauchbier harmonizam muito bem com pratos gordurosos ou de sabor marcante. Sendo assim, churrasco, feijoada e pratos com linguiça/salame são ótimas opções.

  • Bock

Por fim, a Bock é um tipo de cerveja marrom ou avermelhada mais forte e pode lembrar caramelo e amêndoas. Nesse sentido, é um excelente acompanhamento para refeições com queijos semi-duros, churrasco e bisteca suína.

Leia também: Queijos e vinhos – dicas para aprender a harmonizar os dois

Fontes: Central Brew, Pão de Açúcar, Cervejaria Guitt’s

Próxima página »

Escolhidas para você

Comentários

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários

Escolhidas para você