Dicas & Truques

Como fazer a harmonização de cerveja com alimentos?

Más escolhas na hora de fazer harmonização de cerveja com alimentos pode tornar a degustação desagradável; aprenda as melhores combinações!

Você sabia que da mesma forma que o vinho realça o sabor de alguns pratos, também é possível fazer a harmonização de cerveja com alimentos? Pois é! A bebida pode deixar a refeição mais interessante e gerar uma boa experiência à mesa.

Vinho ajuda a emagrecer? 

Porém, falta de cuidado e más escolhas na hora de combinar a bebida com os alimentos pode tornar a degustação desagradável. Então, para evitar que isso aconteça, preparamos um artigo mostrando como combinar a cerveja com seus pratos favoritos. Confira!

O que é harmonização de cervejas?

Cada vez mais popular no Brasil, a harmonização de cervejas é o procedimento que tem como objetivo realçar o sabor da bebida e dos alimentos gerando, assim, uma experiência única. Em suma, é um costume de quem gosta de apreciar uma boa cerveja acompanhada de um prato saboroso. Especialistas no assunto defendem que a cerveja é capaz de transformar simples refeições em experiências interessantes e memoráveis. No entanto, para que a harmonização de alimentos com cerveja seja completa, a comida também precisa ser avaliada. Ou seja, é preciso analisar características como aroma e sabor de ambos no processo. Além disso, aspectos como acidez, amargor e gordura, por exemplo, são muito importantes para fazer uma combinação certeira. 

Continua após a publicidade

Conheça os tipos de harmonização

Chegar na melhor combinação não é tarefa fácil! Porém, seguir alguns passos pode te ajudar a chegar a uma união perfeita:

  1. Antes de tudo, liste os ingredientes do prato que são mais fortes ou têm sabor mais potente;
  2. Em seguida, faça uma lista também dos temperos, as texturas de cada item e se há presença de gordura;
  3. Depois que reunir essas informações, pense nos ingredientes de uma cerveja que podem combinar com os ingredientes do prato;
  4. Por fim, liste características como teor alcoólico, levedura, amargor, etc.

Agora que você já tem essas anotações, basta seguir algumas regras para evitar erros. Veja algumas delas!

Continua após a publicidade

Harmonização de cerveja por semelhança

Nesse caso, os elementos da cerveja e dos alimentos são parecidos ou iguais. Doçura, acidez e condimentos da bebida são alguns aspectos levados em consideração.

Harmonização de cerveja por contraste

Em contrapartida, essa harmonização busca elementos que constrastem. Ou seja, uma característica quebra o excesso da outra, gerando incremento de sabores ou efeitos sensoriais de atenuação. Por exemplo, a doçura de um brownie de chocolate contrasta com o sutil amargor de uma cerveja malte do cerrado.

Continua após a publicidade

Aprenda a fazer brownie de micro-ondas

Harmonização de cerveja por complemento

Por fim, esse é considerado o tipo mais complexo. Afinal, os elementos devem ser complementares. Por exemplo, ao consumir a bebida ou a comida separadamente, o sabor de cada um é único. Contudo, na harmonização precisam encontrar algo que falta ao paladar quando ingeridos sozinhos.

Mesa de frios: como montar e o que colocar? 

Tipos de cerveja e suas combinações

  • Weiss ou Weizen

Cervejas ácidas e feitas de trigo, as Weiss têm aromas e sabores frutados, que lembram banana. Combinam com saladas leves, peixes brancos grelhados, queijos de sabor característico, como o de cabra, frutos do mar, etc. Além disso, essa típica cerveja do Sul da Alemanha também combina com comidas mais apimentadas, pois sua doçura ajuda a suavizar a picância.

Continua após a publicidade
  • India Pale Ale

Com alta concentração de lúpulo, as India Pale Ale ajudam a limpar o paladar. Desse modo, combinam com alimentos mais gordurosos, como carnes vermelhas, hamúrguer e molhos fortes. Experimente também com carnes grelhadas ou assadas, como em um churrasco. A combinação traz notas de caramelização e defumação!

  • Pilsen

Leves e claras, devem ser acompanhadas de pratos mais leves, como comidas de boteco, pastéis, queijos brancos, castanhas, frutas secas, etc. Se você não quer que o sabor da cerveja desapareça no paladar, evite receitas pesadas ou com sabor mais forte.

  • Porter ou Stout

Essas são duas cervejas escuras que apresentam notas de café e chocolate. Combinam muito com sobremesas à base de café e de chocolate, como peti gateau, brownie, cheesecak, etc. Porém, esse tipo de cerveja também vai bem com pratos salgados como carne grelhada ou defumada e queijos mais fortes.

Dicas infalíveis para fazer o café perfeito

Continua após a publicidade
  • Rauchbier

Por seu sabor forte e defumado, as Rauchbier harmonizam muito bem com pratos gordurosos ou de sabor marcante. Sendo assim, churrasco, feijoada e pratos com linguiça/salame são ótimas opções.

  • Bock

Por fim, a Bock é um tipo de cerveja marrom ou avermelhada mais forte e pode lembrar caramelo e amêndoas. Nesse sentido, é um excelente acompanhamento para refeições com queijos semi-duros, churrasco e bisteca suína.

Leia também: Queijos e vinhos – dicas para aprender a harmonizar os dois

Fontes: Central Brew, Pão de Açúcar, Cervejaria Guitt’s

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você

Comentários

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários

Escolhidas para você