Celebridades

Alopecia areata: entenda a condição da ex-BBB Eslovênia

A Alopecia areata é uma doença que afeta principalmente o couro cabeludo, resultando em perda de cabelo geral ou em algumas partes.

A Alopecia areata, que é conhecida também por “pelada”, é uma doença inflamatória autoimune, que é caracterizada por uma perda de cabelo do couro cabeludo. Mas ela também pode afetar outras partes do corpo, como cílios, sobrancelhas e barba.

Essa doença pode afetar tanto homens quanto mulheres, acometendo cerca de 1% a 2% da população. Não se sabe exatamente a sua causa, porém alguns fatores estão relacionados ao seu aparecimento, tais como: predisposição genética, ambiente, e problemas emocionais.

Recentemente, a doença voltou a ser assunto na internet quando a ex-BBB Eslovênia Marques compartilhou nas redes sociais, que descobriu o diagnóstico de alopecia. Contudo, ela não é a uma famosa a ter a doença, antes disso a mulher do ator Will Smith, Jada Smith também levantou a pauta da alopecia.

Sendo assim, hoje iremos entender melhor o que é a Alopecia areata, sintomas, tratamento e outros famosos com a doença. 

O que é alopecia areata?

Segundo o médico dermatologista, Dr. Luann Lôbo a Alopecia areata é: “uma doença bastante frequente, de caráter autoimune, e que tem como alvo os folículos pilosos que estão na fase anágena, ou seja, fase em que nossos cabelos estão em franco crescimento. Quando há a predisposição genética, a doença pode ser associada a gatilhos ambientais, de fundo psicossomático, como stress e depressão, por exemplo”. 

Além disso, o médico revela que a Alopecia tende a surgir antes dos 30 anos de idade, afetando tanto homens, quanto mulheres de qualquer etnia. Sendo esse tipo de doença muito rara depois dos 50 anos, mas não impossível já que pode surgir em pessoas de qualquer idade.

Então, no que diz respeito a perda dos fios em si, o Dr. Luann explica que pode ser assintomática, ou então acompanhada de uma coceira incômoda ou queimação na região do couro cabeludo afetada.

Sintomas da alopecia areata

Alopecia areata: entenda a condição da ex-BBB Eslovênia

Os sintomas da doença são bem específico se característicos, baseados na queda de cabelo em círculos, que apesar de poder surgir em qualquer parte do corpo com pelo, é mais comum e intensa na cabeça. 

Desse modo, o local afetado perde todo o cabelo, sendo observado ainda uma placa esbranquiçada e redonda no couro cabeludo.

Contudo, apear da ausência de fios, ainda é possível notar que os folículos pilosos não estão completamente perdidos. Sendo assim, apesar de não ter cura definida, com um tratamento adequado é possível reverter ou melhorar a situação da perda de cabelo. 

Subtipos

De modo geral, existem dois tipos da doença, caracterizados pela extensão do problema, o que pode variar de leve até generalizado. 

Alopecia areata

Sendo assim, no caso da Alopecia areata, as áreas de perda capilar são bem delimitadas, circunscrita e espaçadas em todo o couro cabeludo ou em apenas uma região.

Alopecia areata universal

Contudo, pode acontecer em casos raros da alopecia areata evoluir e culminar na queda completa do cabelo e também de pelos pelo corpo. Portanto, caracterizando a chamada Alopecia totalis, ou Alopecia areata universal.

Tratamento

O primeiro passo ao notar algum dos sintomas da Alopecia areata é procurar um médico dermatologista, que irá determinar o diagnóstico. Esse que pode ser feito apenas observando o couro cabeludo e as falhas de cabelo.

Com o diagnóstico confirmando a doença, é hora de decidir com o dermatologista o tratamento ideal para o seu caso, esse que dependerá no grau da doença. Atualmente existem vários tratamento disponíveis para a Alopecia areata, que incluem injeções e pomadas que são aplicadas diretamente na área afetada para estimular o crescimento.  

Então, os medicamentos tópicos mais comuns nesse caso, incluem minoxidil, corticoides e antralina. Aliás, eles podem ser associados a opções mais agressivas como sensibilizantes (difenciprona) ou metotrexate. Além disso, corticóides injetávies também podem fazer parte do tratamento, e serem usados em áreas bem delimitadas do couro cabeludo ou do corpo.

Como dito anteriormente, a doença não tem cura, porém o tratamento tem o intuito de controlar a evolução da doença e da perda capilar, bem como reduzir as falhas e prevenir que surjam novas. 

Prevenção

Então, justamente por não saber exatamente quais são as causa da doença, não existem uma forma de prevenir o seu surgimento. No entanto, há algumas coisas que a pessoa com a doença pode fazer para amenizar os seus sintomas:

  • Informação é tudo, então, o ideal é se informar melhor sobre a doença para pode compreender como é a sua evolução.
  • Uma das formas de minimizar a perda do cabelo é usando maquiagem. 
  • Dependo da gravidade da doença, que pode afetar muito a autoestima, o uso de perucas, chapéus e lenços na cabeça pode ajudar bastante.
  • Aliás, como sabemos que problemas emocionais podem estar relacionado com o surgimento da Alopecia, é muito importante controlar o estresse. Isso porque crises de estresse pode resultar em períodos críticos da perda capilar.
  • Por último, mas não menos importante, apesar da Alopecia não ser uma doença gravíssima, ela ainda pode afetar o estado emocional. Portanto, existem grupos de apoio para ajudar a lidar com o problema e contornar os danos psicológicos.

Por fim, é importante ressaltar que a Alopecia areata não é uma doença contagiosa. 

Famosos que sofrem com alopecia

E para terminar nossa matéria sobre a Alopecia areata, vamos conhecer alguns famosos que sofrem com a doença:

Eslovênia Marques

Um dos casos famosos mais recentes foi da ex-BBB Eslovênia que contou nas redes sociais como descobriu ter a doença. Em uma série de stories em seu perfil, a moça que descobriu por acaso:

“E eu que do nada descobri que tenho alopecia? Acho que correria, ansiedade… A sorte é que eu tenho um monte de cabelo, aí não aparece. É muito louco, eu nem sabia que isso existia. Eu descobri quando estava no salão e a menina falou e tirou uma foto para mostrar. É uma queda de cabelo que tem. É bizarro! Ainda bem que descobri isso logo para tratar”, revelou a influenciadora.

Jada Smith

Alopecia areata: entenda a condição da ex-BBB Eslovênia

A doença também afeta a mulher do ator Will Smith, a atriz Jada Pinkett. Inclusive, a condição de Jada foi o que provocou toda aquela polêmica envolvendo Will Smith e o comediante Chris Rock durante a premiação do Oscar. Na ocasião, Chris fez uma piada com a aparência sem cabelo de Jada, o que não agradou nenhum pouco Will, que chegou a dar um tapa na cara de Chris Rock ao vivo para o mundo todo.

Ariana Grande

A cantora Ariana Grande é outra celebridade que sofre com a Alopecia. No entanto, no caso dela, o uso excessivo de penteados do estilo rabo de cabelo, a fez desenvolver alopecia por tração.

Maraísa

A cantora brasileira Maraísa, que faz dupla com Maiara também desenvolveu a mesma doença. Ela usou as redes sociais para contar aos seus seguidores sobre o problema. “Estou dando um descanso no aplique porque eu sofro de alopecia androgenética. Sou carequinha aqui em cima”, disse ela.

Lucas Penteado

Alopecia areata: entenda a condição da ex-BBB Eslovênia

Outro ex-BBB que tem alopecia é o ator Lucas Penteado. Aliás, quando estava no confinamento, o rapaz teve pico de queda de cabelo, que ficaram muito visíveis e chamou a atenção dos telespectadores. 

Nicolas Cage

Em Hollywood o ator Nicolas Cage também sofre com a doença. No entanto, uma forma de disfarçar o problema, que ele teria usado seria com um transplante capilar. A informação que o ator teria feito transplante é do Daily Mail.

Naomi Campbell

Por fim, uma das maiores modelos de todos os tempos, Naomi Campbell também integra a lista de famosos que sofrem com alopecia. Assim como Ariana Grande e Maraísa, no caso de Naomi a condição foi causada por prender muito o cabelo por longos períodos, caracterizando a Alopecia por tração. 

LEIA MAIS:

Bibliografia:

  • BISELLI, Larissa M.; ARRUDA, Lara F.; MAZZA, Maisa F. Alopecia areata difusa e a teoria dos autoantígenos associada a melanogênese. Surg Cosmet Dermatol. Vol 10. 3 ed; 272-275, 2018
  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA. Alopécia areata. Disponível em: <https://www.sbd.org.br/dermatologia/cabelo/doencas-e-problemas/alopecia-areata/22/>. Acesso em 07 jul 2020
  • CAVALCANTI, Carla P. Protocolos de tratamento da alopécia: uma revisão de literatura. Trabalho de Conclusão de Curso, 2015. Universidade Estadual da Paraíba.

Fontes: SBD Drauzio Tua Saúde Splash Metrópoles Gauchazh

Próxima página »

Escolhidas para você

Comentários

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários

Escolhidas para você