Saúde

Aromaterapia: o poder dos óleos essenciais e seus benefícios

Aromaterapia é um tratamento de cura holística que utiliza extratos de plantas naturais para promover a saúde e o bem-estar.

Atualizado em 01/11/2018

Aromaterapia é um tratamento de cura holística que utiliza extratos de plantas naturais para promover a saúde e o bem-estar. Às vezes é chamado de terapia com óleos essenciais.

A aromaterapia usa óleos essenciais aromáticos medicinalmente para melhorar a saúde do corpo, mente e espírito. Aumenta a saúde física e emocional.

Aromaterapia é igualmente enquadrada como uma arte e uma ciência. Recentemente, a aromaterapia ganhou mais reconhecimento nos campos da ciência e da medicina.

Aromaterapia: O Poder dos Óleos Essenciais

Há quanto tempo a aromaterapia existe?

Os seres humanos usam aromaterapia há milhares de anos. Culturas antigas na China, na Índia, no Egito e em outros lugares incorporaram componentes aromáticos de plantas em resinas, bálsamos e óleos. Estas substâncias naturais foram usadas para fins médicos e religiosos. Eles eram conhecidos por terem benefícios físicos e psicológicos.

A destilação de óleos essenciais é atribuída aos persas no século 10, embora a prática possa ter surgido antes disso. Informações sobre a destilação de óleos essenciais foram publicadas no século XVI na Alemanha. Médicos franceses do século 19 reconheceram o potencial dos óleos essenciais no tratamento de doenças.

Aromaterapia: O Poder dos Óleos Essenciais

Leia tambémDieta do chá de hibisco emagrece 4 quilos em 15 dias

A comunidade médica se tornou mais familiar ao tema no século XIX e se concentraram no uso de drogas químicas. No entanto, os médicos franceses e alemães ainda reconheciam o papel dos botânicos naturais no tratamento de doenças.

O termo “aromaterapia” foi cunhado por um perfumista e químico francês chamado René-Maurice Gattefossé em um livro que ele escreveu sobre botânica, que foi publicado em 1937. Ele havia descoberto anteriormente o potencial de cura da lavanda no tratamento de queimaduras. O livro discute o uso de óleos essenciais no tratamento de condições médicas.

Como funciona o tratamento de aromaterapia?

A aromaterapia funciona através do sentido do olfato e absorção da pele usando produtos como estes:

  • difusores;
  • spritzers aromáticos;
  • inaladores;
  • sais de banho;
  • óleos corporais, cremes ou loções para massagem ou aplicação tópica;
  • vapores faciais;
  • compressas quentes e frias;
  • máscaras de argila.

Você pode usá-los sozinho ou em qualquer combinação.

Existem quase cem tipos de óleos essenciais disponíveis. Geralmente, as pessoas usam os óleos mais populares.

Aromaterapia: O Poder dos Óleos Essenciais

Óleos essenciais estão disponíveis online, em lojas de alimentos verdes ​​e em alguns supermercados regulares. É importante comprar de um produtor respeitável, já que os óleos nem sempre são regulados pelas agências de fiscalização. Isso garante que você esteja comprando um produto de qualidade 100% natural. Eles não devem conter quaisquer aditivos ou ingredientes sintéticos.

Cada óleo essencial tem uma matriz de propriedades curativas exclusivas. A combinação de óleos essenciais para criar uma mistura sinérgica cria ainda mais benefícios.

Benefícios da Aromaterapia

A Aromaterapia possui uma variedade de benefícios, tais como:

  • aliviar a dor;
  • melhorar a qualidade do sono;
  • reduzir o estresse, a agitação e a ansiedade;
  • acalmar as articulações doloridas;
  • tratar dores de cabeça e enxaquecas;
  • aliviar os efeitos colaterais da quimioterapia;
  • aliviar desconfortos do trabalho;
  • combater bactérias, vírus ou fungos;
  • melhorar a digestão;
  • melhorar cuidados paliativos e cuidados paliativos;
  • aumentar a imunidade.

Reivindicações não comprovadas

A evidência científica para aromaterapia é considerada limitada em algumas áreas.

Pesquisas para apoiar o uso de aromaterapia no tratamento da doença de Alzheimer, doença de Parkinson e doenças cardíacas estão faltando.

Doenças que podem ser tratas com o uso da Aromaterapia

Ela tem o potencial para tratar muitas condições, incluindo:

  • asma
  • insônia
  • fadiga
  • depressão
  • inflamação
  • neuropatia periférica
  • problemas menstruais
  • alopecia
  • Cânce
  • disfunção erétil
  • artrite
  • menopausa

Óleos de aromaterapia mais populares

De acordo com a Associação Nacional de Aromaterapia Holística, os óleos essenciais mais populares são:

  • Salvia sclarea
  • cipreste
  • eucalipto
  • funcho
  • gerânio
  • gengibre
  • helichrysum
  • lavanda
  • limão
  • erva-cidreira
  • tangerina
  • neroli
  • patchouli
  • hortelã
  • Camomila romana
  • osa
  • alecrim
  • árvore do chá
  • vetiver
  • ylang ylang

Você pode usar os óleos essenciais de várias maneiras. Por exemplo, adicionando-os a loções para o corpo ou óleos veiculares e aplicando-os sobre o corpo.

Também pode incorporá-los em sabão líquido, creme dental ou num enxaguante bucal. Você também pode difundir ou borrifar os óleos por toda a sala ou colocá-los em um banho.

Aromaterapia: O Poder dos Óleos Essenciais

Efeitos colaterais

A maioria dos óleos essenciais é segura de usar. Mas há algumas precauções que você deve tomar ao usá-los, bem como efeitos colaterais que você deve estar ciente, especialmente se você tomar qualquer medicação prescrita.

Leia tambémComo usar óleo de coco no cabelo

Não aplique óleos essenciais diretamente na sua pele. Sempre use um óleo transportador para diluir os óleos. Lembre-se de fazer um teste de toque antes de usar óleos essenciais.

Uma vez que os óleos essenciais de citrinos podem tornar a sua pele mais sensível ao Sol, estes óleos devem ser evitados se você for se expor à luz solar.

Aromaterapia: O Poder dos Óleos Essenciais

Crianças e mulheres que estão grávidas ou amamentando devem usar óleos essenciais com cuidado e sob a supervisão de um médico. Você deve evitar alguns óleos; jamais engula óleos essenciais.

Sempre fale com seu médico antes de iniciar qualquer tratamento de aromaterapia. Lembre-se que a aromaterapia é uma terapia complementar. Não se destina a substituir qualquer plano de tratamento aprovado pelo médico.

E então, você já tinha ouvido falar de aromaterapia? Já fez uso dessa técnica ou conhece alguém que tenha se beneficiado com o poder dos óleos? Comente!

Agora, falando em aromas, você pode gostar de conferir ainda: Como fazer difusor de ambiente caseiro, sem gastar quase nada.

Fonte: Tua Saúde