Jovem com síndrome rara descobre aos 18 anos que nasceu sem vagina

Quando você pensa em um corpo feminino, provavelmente você tem a imagem formada de uma mulher com seios, por exemplo, e obviamente, o órgão genital feminino. Esse último detalhe, no entanto, falta na norte- americana Kaylee Moats, que descobriu sofrer de uma síndrome rara, chamada Rokitansky .

A síndrome rara causa uma má formação do útero e do órgão sexual feminino, o que faz com que as poucas pessoas que a tem nasçam sem o órgão. Embora o problema seja bem estranho, pouco se houve falar no assunto porque essa síndrome rara afeta uma em cada 5 mil mulheres.

O mais interessante de tudo é que Kaylee só começou a desconfiar de que algo estava errado com seu corpo, ao completar 18 anos. Isso porque, apesar de já ser uma mulher formada, ela ainda não tinha menstruado.

Síndrome rara de Rokitansky

De acordo com especialistas, é raro perceber essa doença antes da vida adulta, já que o órgão externo não sofre alterações. Porém, ao ser diagnosticada, percebesse que a mulher pode não ter útero, colo de útero, vagina e abertura vaginal.

Kaylee Moats tem hoje 22 anos. Na época em que recebeu o diagnóstico ela tinha apenas 18 e procurou o ginecologista para investigar o motivo de nunca ter menstruado.

Ao fazer exames, no entanto, o médico identificou a síndrome rara que, obviamente, foi um choque para  Kaylee. Ela conta que sonhava em se tornar mãe um dia e chegou a se sentir menos mulher depois de receber a notícia que jamais poderia ter filhos.

Cirurgia

Atualmente, mais segura de si, a jovem conta que seu próximo passo é fazer uma cirurgia de reconstrução vaginal. Só depois disso ela poderá ter uma vida sexual ativa e normal.

O único problema é que a cirurgia custa cerca de R$ 48 mil reais, 15 mil dólares, e o seguro saúde não cobre nenhum gasto. Porém ela decidiu fazer um financiamento coletivo e tem recebido muitas doações.

Uma história intrigante, não acha? Você já conheceu alguma mulher na mesma situação?

Agora, falando no órgão genital feminino, você precisa descobrir também: Para que serve o hímen das mulheres?

Fonte: Revista glamour