Beleza

Depilação com cera – Benefícios, contraindicações e como fazer

Alguns mitos afirmam que a depilação com cera afeta diretamente a saúde da pele, causando varizes e a flacidez no local. Não é verdade!

Podemos afirmar, com tranquilidade, que a depilação está se tornando cada vez mais frequente, tanto em mulheres, quanto em homens. Ela pode ser feita de diversas formas, como por exemplo, com linha, laser, pinça, cremes ou, até mesmo, lâmina. Apesar disso, hoje estamos aqui para falar sobre depilação com cera.

Ela não tem um efeito definitivo, mas certamente é a que faz os pelos demorarem um pouco mais de tempo para crescer, e tornar-se novamente um incômodo. Ela envolve um certo nível de dor, entretanto, já existem ceras no mercado com efeito calmante. Ou seja, elas prometem menos dor.

Depilação com Cera - benefícios, contraindicações e como fazer
Cera Pura

Mitos da depilação com cera

Antes de mais nada, um dos mitos mais comuns relacionado à depilação com cera é que o produto afeta diretamente a saúde da pele, causando problemas como as varizes e a flacidez da pele do local.

A cera age de forma superficial na pele, o que torna impossível o desenvolvimento das varizes. Ou seja, não chega nem perto de estourar nenhuma veia.

O mesmo vale para a flacidez. Por ser superficial, os puxões não são capazes de enfraquecer as fibras de colágeno e elastina presentes na região.

Benefícios de depilar com cera

1- Deixa a pele mais lisa

Como a depilação com cera retira o pelo pela raiz, ao invés de cortá-lo, ela não agride e nem deixa restinho de pelo que possa incomodar. Portanto, a pele fica com aspecto bem lisinho.

2- Demora a crescer e afina os fios

Como é retirado pela raiz, os pelos podem demorar até 25 dias para começar a nascer novamente. Em contrapartida, a retirada constante com cera vai afinando os fios à medida que nascem. Por destruir as raízes dos pelos, às vezes, alguns nem nascem mais, o que diminui a quantidade.

3- Renova a pele

A cera adere ao pelo e à pele ao redor, portanto, quando há retirada, saem também células mortas da pele. Ou seja, age igualmente como uma esfoliação corporal.

Passo a passo para depilação com cera

1- Lave bem a área

Antes de mais nada, é recomendado que se tome um banho ou, ao menos, que lave com água e sabão a área que será depilada. Isso porque a região deve estar livre de cremes, óleos ou sujeiras. Nesse sentido, um ou dois dias antes da depilação, também é recomendado uma esfoliação leve no corpo para retirar todas as impurezas, desencravas pelinhos e estimular o crescimento completo dos fios.

Depilação com Cera - benefícios, contraindicações e como fazer
Mercado Livre

2- Escolha a cera mais adequada

A escolha entre a cera quente e a fria vai depender do tamanho do pelo, da sensibilidade à dor e do tamanho da região a ser depilada. A quente, por exemplo, é boa para regiões menores, com os pelos mais grossos e fortes, e, por dilatar os poros, facilita a depilação e diminui a dor do processo. Enquanto a fria é boa para regiões maiores, como pernas e costas.

A cera branca e a de jojoba inibem a dor, a com algas promove a hidratação da pele e a com mel também. Porém, esta o processo mais doloroso.

Dessa forma, use sempre ceras industrializadas e testadas dermatologicamente.

Depilação com Cera - benefícios, contraindicações e como fazer
Casapraticaqualita

3- Escolha bem o material

Todo o material a ser utilizado, como por exemplo, a espátula para espalhar a cera, as luvas e as folhas, devem ser descartáveis para que não haja contaminação.

Normalmente, os kits prontos, que vendem em farmácias, já vêm bem completos.

Depilação com Cera - benefícios, contraindicações e como fazer
Coisas de Diva

4- Teste o material

Na cera quente, teste a temperatura e a textura em uma pequena área do seu corpo para ver a eficácia. Na fria, esfregue as folhas com cera entre as mãos, para aquecer e desgrudar uma da outra.

5- Aplique a cera

Sempre aplique a cera na direção dos pelos, respeitando o nascimento deles. Se a região possuir pelos para várias direções, faça várias aplicações correspondendo a cada direção. Isso impede que os fios se quebrem e irritem a pele.

Para diminuir a dor, pode se jogar um pouco de talco antes da cera. Isso aumenta a aderência do produto, e faz com que os pelos saiam de forma mais eficiente, e com menos puxadas.

Depilação com Cera - benefícios, contraindicações e como fazer
Instituto Fisiomar

6- Puxe

Na hora de puxar, seja rápida e faça sempre na direção oposta ao pelo. Caso não saiam todos os pelos de uma só vez, tente algumas vezes enquanto a cera tiver aderência, isso no caso das folhas de cera fria. Se tratando da cera quente, retire os pelos que restarem com uma pinça, pois a aplicação repetidamente pode machucar a pele.

Depilação com Cera - benefícios, contraindicações e como fazer
Cutelaria do Isaias

Entretanto, a cera quente é contra indicada para quem tem varizes, pois pode aumentá-las. Se a pele estiver sensível, também não é recomendado a depilação com nenhuma cera, pois a técnica pode machucar mais ainda.

Desvantagens da depilação com cera

1- Pode queimar a pele

Tem que ter  cuidado na hora de fazer a aplicação com cera quente, pois as altas temperaturas podem causar queimaduras na pele.

2- Agride a pele

No processo de retirada dos pelos, a cera quente agride também a pele e causa vermelhidão e inchaço.

3- Pode provocar manchas

Mais uma vez, no processo de retirada do pelos, a pele também tem sua camada protetora retirada. Por isso, como forma de auto-defesa, o corpo produz mais melanina para aquele local, que pode ocasionar manchas.

4- Facilita o encravamento de pelos

Por último, a depilação com cera torna os pelos mais enfraquecidos e, com isso, eles têm dificuldade de romper a barreira da pele ao nascer novamente. Isso pode causar o aumento de pelos encravados.

Cuidados após a depilação

1- Pomada anti-inflamatória

Em regiões mais sensíveis, como a virilha, é possível usar pomadas anti-inflamatórias logo depois da depilação para que não se forme a foliculite. As temidas bolinhas são reações dos pelos à depilação, podendo ser os novos pelos nascendo com curvatura alterada, ou não sem força suficiente para romper a pele. A pomada vai aliviar essa inflamação.

2- Sem sol

É recomendado não se expor ao Sol pelas próximas 24 horas após a depilação, para que não ocasione manchas.

3- Não agredir a pele

Tente não usar roupas apertadas na região depilada e nem tecidos ásperos, que possam machucar a pele.

4- Use gel com calmantes

Logo depois da depilação é recomendado usar um gel com propriedades calmantes, como camomila, sálvia e calêndula. Não use cremes hidrantes ou óleos que possam entupir os poros, ou seja, gerar foliculite.

5- Hidratação

Antes e depois da depilação, manter a hidratação é sempre a melhor recomendação para uma pele lisinha e saudável. Isso, claro, utilizando a dica do gel, sobre a qual acabamos de falar.

Enfim, se você gostou desse conteúdo, também irá gostar de Depilação feminina – 14 dicas para diminuir a dor durante o procedimento.

Fonte: Dermaclub, Minhavida, Tuasaude, Pellomenos, Terra.

Imagens: PoseBeleza, Cerapura, Institutofisiomar, Cutelariadoisaias, Coisasdediva, Casapraticaqualita, Mercadolivre.

Próxima página »

Escolhidas para você

Comentários

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários

Escolhidas para você