Beleza

Dermocosméticos, o que são? Como utilizar esses produtos

Os dermocosméticos são produtos com ativos farmacológicos na composição que agem na beleza e na saúde, diferente de muitos cosméticos.

Por Heloisa Sousa

Você sabe o que são os dermocosméticos? Sabe para que servem e a diferença desse produto para os cosméticos comuns? Em resumo, os dermocosméticos são produtos com ativos farmacológicos na composição que agem na beleza e na saúde. Eles conseguem penetrar em camadas mais profundas da pele, podendo ser usados em vários tratamentos, diferente de muitos cosméticos. .

Para começar a entender o que são esses produtos, saiba que os dermocosméticos são classificados como grau 2 pela Anvisa. Isso quer dizer que eles passam por testes e precisam ter sua eficácia cientificamente comprovada para receber o rótulo de dermocosmético.

Com a preocupação com skincare aumentando a cada dia, o mercado viu a necessidade de investir ainda mais em produtos de cuidados com a pele. Por isso, os dermocosméticos contam com substâncias e ativos farmacológicos, além de raramente apresentar aromatizantes, pigmentos ou conservantes em sua composição. Assim, sua utilização é mais segura, diminuindo as chances de gerar alergias em peles sensíveis.

Além disso, existem diversas composições de dermocosméticos com ativos indicados para diferentes usos. Para acne, redução de manchas, suavização de rugas, devolver a firmeza da pele, para tratar cicatrizes e ainda são eficientes na hidratação da pele. Assim, suas substâncias têm ação cosmética e dermatológica, cuidando da saúde da pele e, ao mesmo tempo, de sua beleza.

Diferença entre cosméticos e dermocosméticos

Dermocosméticos - o que são e como utilizar esses produtos
Fonte: Purebreak

Agora que você já sabe o que são os dermocosméticos, é importante saber a diferença deles para os cosméticos comuns e quando escolher um ou o outro.

Os efeitos dos cosméticos são mais imediatos cobrindo manchas e disfarçando imperfeições. Isso ocorre porque eles agem apenas na parte superficial da pele, a epiderme, aquela que está em contato com o meio externo. Por isso, seus efeitos são apenas momentâneos.

Enquanto isso, os dermocosméticos utilizam nanopartículas que agem nas camadas mais profundas da pele, proporcionando um efeito a longo prazo. Dessa forma, esses produtos provocam mudanças fisiológicas, que atuam na raiz do problema. Assim, conseguem de fato reduzir manchas e ter ação anti-idade, o que os cosméticos só mascaram. Seus benefícios são intermediários entre os cosméticos comuns e os medicamentos, sendo menos fortes que esse último.

No entanto, é importante saber que um produto não substitui o outro. Por isso, mesmo que você esteja utilizando algum dermocosmético, não abra mão dos cremes hidratantes, por exemplo. Lembre-se que um produto deve complementar o outro para atingir melhores efeitos na pele. Além disso, uma rotina de cuidados com a pele com limpeza e proteção contra fatores externos, como poluição e raios solares, é fundamental para manter  saúde da cútis.

Quando utilizar

Fonte: Metrópoles

Quando os cosméticos não são o suficiente para cuidar da pele e você não perceber melhora nas manchas, acnes ou algum outro problema do tipo, procure um dermatologista. O especialista conseguirá dizer de onde vem o problema e qual o melhor tipo de produto para sua pele.

A grande maioria de dermocosméticos pode ser comprado sem receita médica, sendo encontrados em farmácias e lojas online especializadas nesse tipo de item. Mas, ainda assim, não se esqueça em investir em produtos que combinem uma limpeza com ação antioxidante e detox, em hidratantes, protetores solares e de consumir bastante água para manter seu corpo sempre hidratado e, consequentemente, sua pele bonita.

Gostou da matéria? Conheça mais produtinhos para a pele na loja online Pele de Pêssego.

Fontes: Drogaria Livieiro Derma Club Adcos

Imagens: Extratos da terra Purebreak Metrópoles

Próxima página »

Escolhidas para você