Beleza

Argila: o que é e para que serve?

Todo mundo conhece a argila, mas será que sabe exatamente o que é e para que serve? É isso que vamos aprender.

Todo mundo já ouviu falar sobre argila, mas será que você sabe exatamente o que é e para que serve argila? Se trata de um mineral derivado de rochas sedimentares, que é composto em grãos finos que podem ser usados para diversas finalidades. Aliás, existem vários tipos de argila, cada um com um propósito específico.

A argila e os seus vários tipos são usadas de formas diversas na indústria, desde a fabricação de vasos, cerâmica, e utensílios, até tratamentos estéticos e medicinais. Aliás, estão sempre descobrindo novidades sobre os seus benefícios.

E isso não é dos dias de hoje. A argila é utilizada como finalidade medicinal há milhares de anos. Para se ter uma ideia, o filósofo Aristóteles já descrevia a argila como um recurso muito útil à saúde. E ele não foi o único na antiguidade a identificar os benefícios da argila para a nossa saúde. Hipócrates, médico considerado o pai da medicina, já fazia o uso da argila há muitos anos.

De fato, existem várias opções para que serve a argila, no entanto, ela é mais popular por fins cosméticos. Por exemplo, as máscaras faciais de argila se tornaram uma febre entre os adeptos de skincare. Isso graças aos vários benefícios que o mineral proporciona à pele. Inclusive, algumas argilas tem ação de retardar o envelhecimento, uma vez que pode estimular a produção de colágeno. Legal não é mesmo?

Aliás, aproveite para aprender como fazer sua máscara de argila em casa.

Formação

Como vimos acima, a argila é o resultado de processos químicos que ocorrem nas rochas. Desse modo, a sua formação ocorre em duas fases.

A primeira é a desintegração da rocha, que se rompe devido a ação de agentes externos, como água, temperatura, e vento. Desse modo, forma-se partículas pequenas, que não tem mudança na sua composição.

A segunda é na fase de decomposição, que nesse caso acontece uma modificação mineralógica das rochas. Isso ocorre em detrimento da ação da água e por efeitos químicos devido ao apodrecimento de vegetais e animais.

Então, além de duas fases, temos dois tipos principais de argila: as primárias, resultado da decomposição das rochas e que se mantém no local de origem e a secundárias, as quais suas partículas são carregadas pelo vento ou água e acabam às margens dos rios. Sendo assim, esses locais recebem o nome de depósitos argílicos.

Fabricação da argila para fins estéticos

Como as argilas são minerais, elas contam com uma composição muito rica, o que faz dela tão eficaz para fins estéticos e terapêuticos.

No caso da argila que serve para estética, o processo de fabricação é um pouco diferente. A começar que deve ser feita em local limpo e arejado, usando equipamentos limpos para evitar a contaminação do produto final.

Sendo assim, a argila é coletada direto da jazia, guardada e levada para um secador. Ali será eliminado as impurezas que possam afetar a qualidade final da argila. Então, depois de seca, a argila é moída e peneirada para não ficar nenhuma partícula maior. Por fim, ela é colocada em um recipiente limpo.

Benefícios 

Os benefícios da argila são devido as suas propriedades e componentes. Sendo assim, vamos conhecer os principais argilominerais encontrados na argila e o seus benefícios:

1 – Alumínio

Esse mineral age principalmente na falta de tonicidade, tem ação cicatrizante e ainda inibe o desenvolvimento de bactérias.

2 – Ferro

Já o ferro tem uma função primordial na respiração celular, além da transferência de elétrons. Portanto, em peles que estão em falta do elemento, apresentam uma epiderme fina, seca e sem elasticidade.

3 – Magnésio

O magnésio por sua vez tem alto poder de fixar íons de potássio e cálcio, além de manter o gel celular. Sendo assim, contribui para a hidratação da pele e a síntese das fibras de colágeno.

4 – Manganês

Agindo sobre a biossíntese de colágeno, ele proporciona uma ação anti-infecciosa, cicatrizando e ainda antialérgica.

5 – Silício

Com papel fundamental na reconstituição dos tecidos, e na defesa do tecido conjuntivo, o silício oferece uma ação purificante, adstringente e remineralizante. Isso na pele, ajuda na hidratação, além de combater a flacidez da pele e reduz inflamações.

6 – Sódio e potássio

Essa dupla poderosa contribui para manter a hidratação e o equilíbrio iônico das células cutâneas.

Tipos de argila

Como já adiantamos aqui, existem diversos tipos de argila. Portanto, a qualidade e a composição de cada uma delas é determinada pela região de onde são extraídas.

Então, entre os vários tipos de argila, cada uma apresenta certos benefícios e é indicada para finalidades específicas. Desse modo é muito importante conhecer a composição de cada uma antes de usar. A composição de cada uma é que confere a elas as mais variadas colorações como veremos a seguir:

Verde

A argila verde é uma das mais comuns e conhecidas, sendo ideal para tratamentos contra a oleosidade da pele.

Vermelha

Essa é muito benéfica não apenas para a pele do rosto, podendo ser usada no corpo todo. A argila vermelha é rica em minerais que proporcionam vários benefícios para o cabelo e a pele.

Rosa

Resultado da mistura de argila verde com a branca, a argila rosa é amplamente usada em tratamentos de beleza. Isso porque é uma argila suave, ideal para quem tem pele sensível e delicada.

Branca

A argila branca é ideal para minimizar as imperfeições e melhorar a saúde da pele. Contudo, ela não é indicada para uso em peles sensíveis e como pouca hidratação.

Preta

Conhecida também como lama vulcânica, a argila preta é uma das mais nobres entre todas as argilas. Ela é rica em nutrientes e propriedades que ajudam na reparação da pele.

Propriedades 

As argilas proporcionam as mais diversas finalidades terapêuticas, devido as suas propriedades, que veremos a seguir para que serve:

Absorção

Com fácil absorção pela pele, a argila quando misturada com a água adquire plasticidade, o que facilita na hora de moldar. E é essa pasta que proporciona vários benefícios, principalmente no tratamento de inflamações e inchaços.

Liberação

Outro ponto importante a se destacar, é que a argila é muito fácil de liberar seus elementos ativos.

Adsorção

Já a adsorção nada mais é do que um processo no qual as argilas passam pequenas partículas do meio ambiente para dentro da pele. Portanto, esse processo é fundamental na fixação de toxinas presentes no organismo para então serem eliminadas.

Por fim, agora que você já aprendeu o que é e para que serve a argila, conheça 8 tipos de máscaras de argila e os seus benefícios para a pele.
Fonte: eCycle 

Próxima página »

Escolhidas para você

Comentários

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários

Escolhidas para você