Beleza

Qual é a verdadeira função da placenta na gravidez?

Se você já ouviu falar nisso, mas não sabe o que é, nem o que ela faz, chegou a hora! Descubra qual é a verdadeira função da placenta na gravidez:

Atualizado em 10/10/2018

Desde que a apresentadora Bela Gil contou que comeu a própria placenta, a internet tem falado muito sobre este órgão feminino que se forma durante a gravidez, fica ligado ao bebê pelo cordão umbilical e é expelido na hora do parto. Mas, será que todo mundo sabe do que se trata e para que a placenta serve?

Na verdade, a verdadeira função da placenta foi descoberta há pouco pela Ciência. Antes, acreditava-se que este órgão servia apenas para alimentar o feto dentro da barriga da mãe. Os especialistas no assunto, aliás, não consideravam que essa espécie de bolsa tivesse um papel tão ativo durante o desenvolvimento da criança no útero.

3

No entanto, recentemente, a Ciência descobriu que a placenta é muito mais importantes para a mãe e para o bebê que poderíamos imaginar. Conforme estudos, é este órgão que decide quanto de alimento vai para o filho e o quanto fica para o organismo da grávida.

Juiz de nutrientes

Os testes com ratinhos, desenvolvidos na Universidade de Cambridge, no Reino Unido, mostraram que os nutrientes do corpo são, literalmente, disputados entre a mãe e o bebê durante toda a gestação. A placenta, então, entra nesse “jogo” como uma espécie de juiz, uma parte intermediária que decide este páreo e que, dependendo das condições, opta por nutrir a mãe.

1

Conforme observaram os pesquisadores, quando a grávida (a ratinha) ficava exposta a situações de escassez de alimentos, a placenta sempre decidia favorecer a sobrevivência da grávida e deixava os filhotes desnutridos dentro do útero. Este comportamento também era comum na falta de um hormônio chamado p110 alfa, controlado geneticamente.

4

Devido a esta capacidade de distribuição de nutrientes, os cientistas concluíram ainda que vários dos problemas de desenvolvimento dos fetos está ligado à placenta. Bom exemplos disso são os bebês que nascem abaixo do peso ideal, os partos prematuros, os casos de diabetes na gravidez e assim por diante. Interessante, não?

Placenta e Bela Gil

Agora, voltando ao caso da Bela Gil, embora pareça estranho demais, nojento demais e canibal demais, a placenta realmente se trata de uma fonte abundante de nutrientes e de proteína. Obviamente, não estamos mandando nenhuma mamãe assar a própria placenta no churrasco de domingo, ou mesmo batê-la na vitamina de banana, como fez a apresentadora; mas para o corpo de uma mulher que acabou de sair da gravidez, o “alimento” que este órgão temporário carrega pode de grande ajuda.

2

E, falando em placenta, que tal irmos mais à fundo nas reações que acontecem durante a gravidez? Se gostou da ideia, confira também: O que o bebê sente no útero quando a mãe tem relações?

Fontes: Superinteressante, Zero Hora

Por <a href='https://areademulher.r7.com/author/thamyris/' rel='dofollow' class='dim-on-hover'>Thamyris Fernandes</a>
Por Thamyris Fernandes
Jornalista pela PUC Goiás. Já flertou com assessoria de imprensa, passou um tempo em jornais impressos e encontrou na internet seu habitat natural. Basicamente, uma taurina curiosa. Gosta de vinho, café, livros, um bom papo e aconchego. Ama o que faz e faz o que ama por aqui. Instagram: @thamyriscf