Biografias

Kamala Harris – Quem é a primeira mulher negra Vice-presidente dos EUA

Kamala Harris, aos 56 anos de idade, entrou para a história ao se tornar a primeira mulher negra vice-presidente dos EUA.

Com uma carreira brilhante, a senadora Kamala Harris, de 56 anos, sonhava em se tornar a primeira presidente negra dos Estados Unidos. Ela assumiu o segundo mais alto posto da democracia americana, a vice-presidência, dia 07 de novembro de 2020.

Nascida na cidade de Oakland, no estado americano da Califórnia, Kamala Harris é filha de imigrantes: Shyamala Gopalan, nascida no sul da Índia, e Donald Harris, originário da Jamaica. Sua ascendência, afinal, fez com que fosse considerada por muitos, um símbolo de representatividade no poder norte-americano. Como resultado, este fator colaborou na campanha de Biden.

Vice-presidente
Foto: Agora RN

A propósito, não é a primeira vez que a vice-presidente derruba barreiras, aos 40 anos, ela se tornou procuradora de São Francisco, a primeira mulher e a primeira pessoa não branca a ocupar o cargo. Posteriormente, em 2011, ainda em busca de novas conquistas, se tornou procuradora-geral da Califórnia, onde da mesma forma rompeu limites: a primeira mulher negra a ocupar o posto.

Imediatamente, após o resultado do pleito, Kamala Harris postou no Twitter: “Esta eleição é muito mais do que Joe Biden ou eu. É sobre a alma da América e nossa disposição de lutar por ela. Temos muito trabalho pela frente. Vamos começar.”

1º discurso de Kamala Harris como vice-presidente

(Foto: Andrew Harnik/ El País) Kamala Harris e Joe Biden, em seu primeiro discurso logo após a vitória.

A princípio, Harris se dedicou a falar sobre as conquistas femininas e a importância da representatividade ao assumir o posto, juntamente com uma frase do congressista John Lewis, “A democracia não é um estado, é um ato”.

Definitivamente, o que ele quis dizer com isso é que a democracia americana não está garantida. A democracia é forte o suficiente quanto a nossa vontade de lutar por ela, guardá-la e nunca achar que ela vem de graça. Proteger a nossa democracia requer luta, sacrifício, por outro lado, há alegria e progresso nisso, porque nós, o povo, temos o poder para construir um mundo melhor”, afirmou a vice-presidente.

Por último, Kamala  aproveitou para agradecer a equipe que trabalhou em sua campanha com Biden, e também aos voluntários que trabalharam nos colégios eleitorais pelo país. Logo, se direcionou aos eleitores em geral, exaltando entre eles, os ativistas que marcham em prol de um mundo melhor.

Essa época tem sido desafiadora, acima de tudo nos últimos meses, a tristeza, a dor, as lutas. No entanto, por outro lado, testemunhamos sua coragem, sua resiliência e a generosidade do seu espírito. Por quatro anos, vocês marcharam, se organizaram por igualdade, justiça, pelas nossas vidas, pelo nosso planeta”, disse ela, por fim.

Assista ao pronunciamento completo:

Em conclusão, sua campanha tem como objetivo principal lutar pelos direitos de todos, com foco em reformular direitos trabalhistas, o sistema de justiça criminal americano, além de fazer da saúde um direito para todos e apoiar a luta contra o uso abusivo de substâncias ilícitas.

Família e formação

Kamala Harris: conheça a primeira mulher negra a se tornar a Vice-Presidente dos EUA
(Foto: Getty Images) Kamala Harris e seu marido Doug Emhoff.

Kamala vem de uma família miscigenada. A mãe, Shyamala Gopalan, é primogênita de quatro irmãos de uma família do sul da Índia. Ela mudou-se para a Califórnia aos 19 anos, onde fez seu doutorado em Nutrição e Endocrinologia, na Universidade de Berkeley.

Seu pai, Donald Harris, nasceu na Jamaica, em 1938. Ele emigrou para os EUA para estudar Economia, também em Berkeley. O casal se conheceu em manifestações contra a Guerra do Vietnã e pelos direitos humanos. Os dois tiveram duas filhas: Kamala e Maya.

Formada em economia e ciências políticas, pela Universidade de Howard, Harris é casada com o advogado Doug Emhoff, que se tornou logo após da sua conquista, o primeiro “second gentleman”, ou seja “segundo cavalheiro”, na história dos Estados Unidos.

Emhoff é advogado. Sua especialização em direito é na área de mídia, esportes e entretenimento. Tem 56 anos, da mesma forma que Harris e, é fã número um da vice-presidente. Durante todos os momentos apoiou sua campanha e realizou frequentemente inúmeras declarações de amor nas suas redes sociais.

A nova vice-presidente dos EUA não tem filhos, mas, por outro lado, tem os dois enteados, fruto do casamento, há seis anos, com o advogado.

11 Curiosidades sobre a vice-presidente

Kamala Harris - Quem é a primeira mulher negra Vice-presidente dos EUA
Foto: O Globo
    1. Kamala, em sânscrito; significa “flor de lótus;
    2. A Principal bandeira de Kamala, entretanto, é a reforma do sistema prisional americano;
    3. Kamala se opõe ao governo de Jair Bolsonaro e culpou o presidente do Brasil pelas queimadas na Amazônia, em 2019;
    4. Anteriormente, como procuradora geral na Califórnia, Harris criou uma unidade contra crimes de ódio;
    5. Kamala tem o apoio de nomes como Barack e Michelle Obama. Com a finalidade de apoiar a candidata o ex-presidente dos EUA conta: “Por fim, Joe tem uma parceira ideal para ajudá-lo a enfrentar os desafios reais que a América enfrenta atualmente e nos próximos anos”;
    6. Harris tentou a indicação do partido Democrata para a Presidência dos EUA nas eleições de 2020 e, possivelmente, será candidata, em 2024;
    7. Como senadora, Harris concentrou seus esforços para que fossem aprovadas leis e medidas que beneficiam mulheres, pretos e a população de baixa renda;
    8. No senado, Kamala Harris se destacou pelas perguntas diretas dirigidas aos convidados das comissões das quais ela participa;
    9. Ela se tornou a terceira mulher, na história dos Estados Unidos, a concorrer à vice presidência (posteriormente foram Geraldine Ferraro e Sarah Palin, em 1984 e 2008, respectivamente);
    10. Entre as promessas feitas durante a sua campanha, ela defendeu aumento de salário para professores e licença maternidade e paternidade paga;
    11. Kamala afirma que a decisão mais importante de sua carreira foi quando ela retirou a Califórnia do acordo com grandes bancos, trazendo, portanto, US$ 20 bilhões de volta para o Estado.

Então, o que você achou dessa matéria? Aliás, aproveite para conferir também: Zozibini Tunzi, quem é a Miss Universo 2019? Origem, carreira e lutas.

Fontes: Twitter, Metrópoles, El País, El País 2, Yahoo Notícias, CNN Brasil, Infomoney,  Lofficiel.

Fontes das Imagens: O Globo, Reuters, El País, Getty Images, Agora RN.

Próxima página »

Escolhidas para você

Comentários

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários

Escolhidas para você