Curiosidades

O que é sororidade? Aprenda a praticá-la na sua vida

Sororidade é um termo recente, que anda lado a lado com o feminismo, mas que ainda deixa muito gente sem saber do que se trata. Vem entender!

Atualizado em 05/01/2020

Provavelmente você já ouviu falar sobre sororidade, acertei? A busca da palavra aumentou 100% entre 2012 e 2017, apesar de ser uma expressão recente que ainda não consta em muitos dicionários.

Além disso, a pesquisa “o que é sororidade?” fechou o  ano de 2017 com chave de ouro. Devido ao aumento de interesse no assunto, a pergunta terminou em quinto lugar no ranking de mais procurados do Google.

Como resultado eu, você e praticamente todo mundo já escutou essa palavra em algum lugar. Mas e se eu te perguntar o que é sororidade, você vai saber responder? O Área de Mulher te explica.

O que é sororidade?

O que é sororidade? Aprenda a pratica-la na sua vida

O conceito de sororidade está interligado ao feminismo, consequentemente, é inseparável dele. Ela pode ser definida como um aspecto de dimensão ética, política e prática deste movimento de igualdade entre os gêneros.

Explicando de uma forma simples é a união e a aliança entre mulheres. Deve ser baseado na empatia e no companheirismo feminino, na busca por alcançar objetivos em comum e alcançar direitos.

A origem da palavra sororidade está no latim sóror, que significa “irmãs”. Este termo pode ser considerado a versão feminina da fraternidade, que se originou a partir do prefixo frater, que quer dizer “irmão”.

O que é sororidade? Aprenda a pratica-la na sua vida

Devido a sua busca de cumplicidade entre as mulheres, ele é um dos principais alicerces do feminismo. A ideia de igualdade que a expressão traz levou o movimento a ganhar proporções muito significativas.

Da mesma forma que a união entre as mulheres fortifica o movimento e quebra barreiras, o oposto leva a resultados desastrosos. Ao julgar ou brigar gratuitamente com outra mulher, estereótipos preconceituosos criados por uma sociedade machista e patriarcal se fortalecem.

Sororidade seletiva

O que é sororidade? Aprenda a pratica-la na sua vida

Certamente você já entendeu o que é sororidade, porém também existe a sororidade seletiva. O termo se aplica quando há uma segregação entre subgrupos feminismo, que excluem aquilo que é diferente, mesmo sendo uma outra mulher.

Quase sempre isso acontece quando a irmandade entre mulheres é baseada em interesses pessoais, deixando elementos como companheirismo, empatia e altruísmo de fora. Um exemplo são as feministas conhecidas por Terfs (Trans Exclusionary Radical Feminist), que não reconhecem a identidade do transgênero como mulher.

Sororidade entre celebridades

O que é sororidade? Aprenda a pratica-la na sua vida

Certamente você escuta falar com frequência de briga entre duas celebridades, e os exemplos são diversos. A briga entre Julianna MarguliesArchie Panjabi nos bastidores da série The Good Wife. A rixa entre Ivete Sangalo e Claudia Leite. O eterno rivalismo entre Xuxa e Angélica. Os exemplos são diversos

Acontece que provavelmente você raramente escuta falar desse tipo de rivalidade entre homens, certo? Além disso, mesmo quando é noticiado é pouco explorado e não rende uma história usada por muito tempo seguidamente.

O que é sororidade? Aprenda a pratica-la na sua vida

No final das contas acontece que a maioria desses boatos não passam de mentira, feitas apenas para virar manchete de jornal. Por exemplo, a Cláudia Leite já explicou algumas vezes que não tem nenhuma rivalidade com Ivete Sangalo, e vice e versa.

Alimentar esse tipo de noticia falsa, que coloca as mulheres umas contra as outras, só enfraquece a causa e, consequentemente, alimenta uma sociedade mais machista e menos consciente.

Sororidade no dia a dia

O que é sororidade? Aprenda a pratica-la na sua vida

Primeiro de tudo, a sororidade deve ser vista como um exercício diário. Assim, com o tempo, você irá pratica-la sem nem ao menos perceber. Comece não olhando para outras mulheres como rivais, simplesmente por serem mulheres.

Sempre dê força, incentive e elogie outras mulheres, principalmente todas aqueles próximas de você. Além disso, sempre ajude outra mulher quando for preciso, em qualquer situação. Faça isso mesmo que ela não seja sua amiga.

Para finalizar, não julgue outras mulheres, independente da situação. Dá mesma forma, não exponha e não humilhe outra mulher. Tenha sempre empatia e pense com senso de comunidade.

Você gostou dessa matéria? Então você também vai gostar dessa: Feminismo: diferentes visões na luta pela igualdade de direitos

Fonte: Significados Universa

Imagem: Todos Negros do Mundo Cris Moraes Geledes Alto Astral