Maternidade

Não quero ter filhos – Principais motivos, tabus e importância da decisão

Quando uma pessoa afirma: não quero ter filhos, ela não toma essa decisão de forma superficial. Existem discussões contínuas e complexas.

Atualizado em 14/08/2020

Dar à luz um filho é uma tradição dos nossos antepassados há milhões de anos. Por isso, em algum momento da vida de uma mulher ela será cobrada a respeito dessa decisão. No entanto, a seguinte frase tem causado discussões: não quero ter filhos.

Desse modo, a maternidade tem sido imposta como uma obrigação social para as mulheres. Em outras palavras, é como se elas estivessem predestinas a procriar e cuidar dos filhos. Porém, uma mulher pode escolher não ser mãe, mesmo estando saudável para isso.

Além disso, as mulheres que dizem, não quero ter filhos, são alvos de cobranças, pressões e argumentos que as fazem se sentirem como seres de outro planeta. Afinal de contas, que mulher em sã consciência não gostaria de gerar um filho? É o que dizem.

Não quero ter filhos – Principais motivos

Não quero ter filhos - motivos, tabus e tudo que você precisa saber sobre essa decisão
Claudia

Assim também, são inúmeros os motivos para uma mulher ou casal decidirem que não querem ter filhos. Todavia, existe um estudo da socióloga Amy Blackstone, da Universidade do Maine, que mostra os principais motivos dessa decisão.

A maior descoberta de Blackstone, é que as pessoas que escolhem não ter filhos não tomam essa decisão de forma superficial. Como também, elas não são egoístas. Pelo contrário, elas se colocam em discussões contínuas e complexas por um bom tempo, até se sentirem seguras com a decisão.

Elas também observam as outras pessoas que têm filhos. Mesmo assim, não conseguem se imaginar dentro desse contexto. Por isso, faz-se necessário entender o que se passa na mente e no coração das mulheres e casais que não desejam ter filhos.

Não sentem vontade de ter filhos

Não quero ter filhos - motivos, tabus e tudo que você precisa saber sobre essa decisão
Regina Navarro Lins – Uol

Muitas pessoas crescem imaginando um roteiro perfeito para suas vidas. Ah, vou terminar o ensino médio, fazer faculdade, seguir carreira profissional, comprar um carro ou uma casa e só depois casar e ter filhos.

Ao passo que, ao chegar em cada fase, suas vontades mudam totalmente. O tique taque do relógio biológico não para e elas não sentem a mínima vontade de serem mães ou pais.

Ao avançar a idade, as dúvidas podem surgir. Mesmo assim, muitas mulheres continuam não tendo nem um pingo de animação para gerar um filho. E dentro disso, existem várias ligações, como achar que não tem vocação para ser mãe.

Responsabilidade social e ambiental

Não quero ter filhos - principais motivos, tabus e importância da decisão
Lunetas

Demasiadamente, as pessoas que escolhem não ter filhos também levam em consideração fatores sociais, como por exemplo, a questão do aumento do lixo no mundo e a desigualdade social.

Elas se preocupam com essas questões por acreditarem que tudo isso dificulta a criação e educação de uma criança. Como também, interfere diretamente na vida de outras pessoas.

Do mesmo modo, sentem como se não houvessem condições ambientais e sociais para receber uma criança de forma saudável.

Questões profissionais ou pessoais

Mulher com a cabeça para fora do carro
Boulder Country

Há também aquelas pessoas que desejam se dedicar totalmente a sua carreira. Talvez até precisaram escolher entre a profissão, que demanda muito tempo, e ter um bebê. Este último, exige uma dedicação muito maior.

Nesse sentido, elas também preferem viajar e fazer coisas que não conseguiriam se tivessem que cuidar de uma criança. Quando uma pessoa diz, não quero ter filhos, significa que ela tomou essa decisão de forma mais respeitosa, honesta e justa possível.

Definitivamente, elas preferem não ter filhos, do que futuramente desejarem nunca ter dito. O embasamento delas está em crianças que crescem com sentimento de rejeição, porque os pais demonstram que elas são uma pedra no caminho ou que atrapalham todos os seus planos.

Insegurança financeira para ter filhos

Pessoa colocando moeda no cofre de porquinho
Rimaq

Muitos casais ou mulheres decidem não ter filhos por medo de não conseguirem arcar com as necessidades de uma criança. Ainda mais, porque os gastos vão aumentando conforme o filho cresce. Desse modo, essas pessoas têm medo da fome e das dificuldades financeiras.

As pessoas que afirmam, não quero ter filhos, demostram preocupação antes mesmo de gerar uma vida. Elas refletem muito sobre a sua posição social e se possuem condições suficientes para colocar uma pessoinha no mundo.

Elas não são loucas ou paranoicas por isso, apenas analisam todo o cenário onde estão inseridas e procuram fazer uma escolha madura.

Medo da maldade no mundo

Não quero ter filhos - principais motivos, tabus e importância da decisão
GB News

Frequentemente, vemos no noticiário muitas maldades envolvendo crianças. Isso causa em nós um sentimento de revolta, e ao mesmo tempo, de impotência. Ainda mais, em mulheres que não querem ter filhos.

Dito isto, qualquer pessoa que esteja acompanhando tais acontecimentos têm medo de colocar uma criança no mundo com essas condições.

O receio de não conseguir proteger os filhos é uma das causas de escolher não tê-los, já que isso evitaria o sofrimento de mais uma criança.

Tabus que as mulheres mais ouvem quando dizem: não quero ter filhos

Não quero ter filhos - principais motivos, tabus e importância da decisão
Freepik

Quando uma mulher fala que não quer ter filhos, ela recebe uma enxurrada de questionamentos e frases clichês. Se você já falou algumas dessas coisas, comece a repensar. Se você sempre ouve isso de alguém, vai entender o que estou falando.

Por conseguinte, uma das perguntas mais comuns é: Você não gosta de crianças? A resposta é que a maioria das mulheres que não querem ter filhos vêem uma grande diferença entre gostar de crianças e ser mãe delas.

Basicamente, elas podem, ou não, querer brincar e conversar com crianças próximas, sem problema algum. Em suma, não querer ser mãe, não quer dizer que uma mulher odeia crianças.

Mulheres que não querem ter filhos podem mudar de opinião

Mão de bebê segurando dedo de um adulto
Pinterest

Como abordamos anteriormente, é uma decisão pessoal. Sendo assim, as mulheres que dizem, não quero ter filhos, podem mudar de opinião. Quem é que nunca voltou atrás em algo que decidiu no passado? Assim, as pessoas que decidem não ter filhos, no futuro podem escolher tê-los.

Então, você vai adotar uma criança? Entenda, uma pessoa que decide não ter filhos, geralmente também não quer adotar. Essa escolha se estende para bebês gerados dentro e fora da barriga. Um filho adotado não é menos filho que o de sangue.

Escolher não ter filhos, também não quer dizer que a pessoa não queira casar ou ter um parceiro (a). Uma coisa não tem nada a ver com a outra. Assim como, um relacionamento duradouro não precisa envolver filhos.

Mulheres que não querem ter filhos podem planejar a sua velhice

Senhora mostrando a língua
Medium

Outro questionamento campeão de bilheterias é: Quem vai cuidar de você na velhice? Acima de tudo, lembre-se que nem sempre os filhos cuidam dos pais, existem muitos velhinhos abandonados. Sendo assim, a própria pessoa pode planejar a sua velhice.

Do mesmo modo, uma mulher não deixa de ter filhos porque falta o homem certo na vida dela. Já parou para pensar que ela tem as suas próprias escolhas? Nesse sentido, ela também não é triste, amargurada ou ressentida. Apenas escolheu, de forma responsável, que não deseja ter filhos.

As mulheres que não querem ter filhos, não têm a intenção de ofender nenhuma mãe. Pelo contrário, elas as admiram e desejam que sejam valorizadas e compreendidas também. A escolha pessoal de cada mulher deve ser respeitada, tanto a mulher que deseja ter filhos, quanto a que não quer.

São inúmeros os tabus e questionamentos que as mulheres que não querem ter filhos ouvem nos almoços de família, nas reuniões do trabalho e no café com as amigas. Resumindo, a missão das mulheres não é procriar, elas podem mudar de opinião sobre ter filhos um dia (ou não), e isso não quer dizer que elas odeiam crianças.

Fontes: Gaúcha Zh, Huffpost, Trocando fraldas, Obvious

Imagens: Claudia, Regina Navarro Lins, Lunetas, Boulder Country, Rimaq, GB News, Freepik, Pinterest, medium

Por <a href='https://areademulher.r7.com/author/karinybianca/' rel='dofollow' class='dim-on-hover'>Kariny Bianca</a>
Por Kariny Bianca
Jornalista, goiana e aventureira, sempre em busca de conhecimento e informação. É amante da escrita, interessada em boas conversas e autora de um livro. (@bianca.kariny)