Maternidade

Prematuro – Tudo sobre o parto e os cuidados com bebê prematuro

A prematuridade é algo que pode acontecer com qualquer gestante, por isso é importante saber o que pode influenciar um parto prematuro.

Atualizado em 08/07/2020

Um bebê prematuro é aquele que nasce antes do esperado. Embora não seja o ideal, qualquer gestante pode ter um parto prematuro, por diversos fatores. Para se ter uma ideia, cerca de um a cada dez bebês nasce antes do tempo previsto. No entanto, felizmente hoje em dia a medicina está cada vez mais avançada, o que faz com que isso não seja mais um problema tão grave.

No Brasil, o número de casos de bebês que nascem antes da hora é muito alto. De acordo com a pesquisa Nascer no Brasil: Inquérito Nacional sobre Parto e Nascimento, a taxa de prematuridade é de 11,5%, quase o dobro da taxa de países da Europa.

Sendo assim, hoje vamos entender mais sobre o parto prematuro, os fatores que podem influenciar e os cuidados que se deve ter com um bebê que nasce antes do tempo.

Bebê prematuro

Prematuro - Tudo sobre o parto e cuidados com bebê prematuro
Diário do Aço

Como sabemos, um bebê prematuro é aquele que nasce antes do tempo previsto. Sendo assim, precisamos entender que uma gestação completa dura cerca de 40 semanas, que são contadas a partir do primeiro dia do último período menstrual. Então, quando o nascimento ocorre entre a 38°e 42° semana ele é considerado um parto dentro do prazo normal.

Portanto, quando um bebê nasce antes disso, ou seja, antes de completar 37 semanas de gestação ele é considerado prematuro. Além disso, tem ainda o prematuro extremo, que é o bebê que nasce antes de completar 28 semanas de gestação. Nesse caso é um pouco mais complexo, uma vez que o bebê não está completamente formado.

Fatores que influenciam o parto prematuro

Prematuro - Tudo sobre o parto e cuidados com bebê prematuro
Bebê

Após a felicidade de saber da gravidez, muitos pais começam a se preocupar com o parto e a possibilidade da prematuridade. Como dito anteriormente, qualquer gestante pode passar por isso. Sendo assim, a maior dúvida é quanto aos fatores de risco que podem influenciar um parto prematuro.

Entre eles estão:

  • Histórico prévio de parto prematuro;
  • Gestação múltipla;
  • Malformação fetal;
  • Doenças maternas agudas ou crônicas, como infecções urinárias, vaginais e doenças respiratórias;
  • Alteração de coagulação materna;
  • Malformação uterina, placenta prévia e descolamento prematuro da placenta;
  • Periodontite e doenças virais.

Nesse sentido, as infecções maternas são a maior causa de nascimento prematuro entre 22 e 32 semanas de gestação. Já a distensão uterina, geralmente causada pela gemelaridade é a causa mais comum de partos prematuros entre 32 e 36 semanas.

Por isso a necessidade de fazer um acompanhamento correto de pré-natal. Assim pode-se evitar maiores problemas para a mãe e o bebê durante toda a gestação e no momento do parto.

Condições e irregularidades ligadas ao nascimento prematuro

Prematuro - Tudo sobre o parto e cuidados com bebê prematuro
Dental Tribune

No caso de gestação múltipla é muito comum que haja um nascimento prematuro. Inclusive, gêmeos tem de 25 a 50% de chances de nascem prematuros. Essas chances aumentam ainda mais no caso de números maiores dentro no útero.

Além disso, bebês com irregularidades congênitas em desenvolvimento também podem desencadear um parto prematuro. Nesses casos, muitas vezes pode haver a necessidade de uma intervenção antes da data prevista do nascimento, e o parto prematuro pode ser planejado.

Dependendo das condições da mãe, um parto antecipado pode ser a melhor opção tanto para ela, quanto para o bebê. Aliás, isso é muito comum quando a mulher apresenta anormalidades uterinas, pré-eclâmpsia ou eclâmpsia, sangramento, ou placenta danificada. Portanto, quando isso acontece, o nascimento prematuro pode ser por meio de uma cesariana ou por indução.

Sabendo disso, estima-se que cerca de 20% de todos os nascimentos prematuros são feitos por partos planejados. Justamente para evitar maior estresse durante o trabalho de parto, e para proteger a mãe e o bebê. Outros 30% acontecem prematuramente devido a ruptura antecipada das membranas.

Problemas de saúde do bebê prematuro

Prematuro - Tudo sobre o parto e cuidados com bebê prematuro
Saúde

A maior preocupação quanto aos bebês prematuros é quanto as complicações e problemas que eles podem ter devido ao nascimento antecipado.

Problemas respiratórios

Como os bebês prematuros nascem com uma deficiência de surfactante, uma proteína produzida nos pulmões, que possibilita que eles se encham de ar, os problemas respiratórios são muito comuns. Sendo assim, em casos que o bebê não consegue respirar sozinho, é necessário o uso de ventilação mecânica, até que os seus pulmões amadureçam completamente.

Problemas cardíacos

Complicações cardíacas também são recorrentes em casos de nascimento prematuro. Desse modo, a mais comum é a persistência do canal arterial, um vaso que impede que o sangue chegue até os pulmões. Geralmente, esse vaso se fecha após o nascimento, possibilitando a passagem do sangue pelos pulmões. Contudo, em bebês prematuros, muitas vezes esse vaso não se fecha de forma adequada, e resulta em uma insuficiência cardíaca no recém-nascido. O tratamento consiste apenas na administração de medicamentos, mas em alguns casos pode ser necessário uma intervenção cirúrgica.

Complicação intestinal

A enterocolite necrotizante é um problema intestinal muito grave. Ela está relacionada a baixa tolerância à alimentação, distensão abdominal e consequentemente, uma piora no quadro clínico geral. Portanto, quando isso acontece, é necessário suspender a dieta, passando a oferecer uma alimentação apenas intravenosa. Em alguns casos, pode haver a necessidade de uma intervenção cirúrgica para corrigir o problema.

Hemorragia cerebral

Nos casos de prematuros extremos, pode haver uma hemorragia cerebral logo nos primeiros dias de vida do bebê. Na maioria das vezes, se trata de hemorragias pequenas, que são reabsorvidas naturalmente pelo organismo. Contudo, em casos graves, uma hemorragia como essa pode danificar o tecido cerebral. Além disso, em casos de hidrocefalia, é comum a necessidade de implantação de uma válvula para drenar os ventrículos cerebrais.

Bebê prematuro é mais frágil?

Prematuro - Tudo sobre o parto e cuidados com bebê prematuro
Gazeta do Povo

Outra dúvida frequente que muita gente tem. Há um mito de que bebês que nascem antes do tempo são mais frágeis do que os que nascem no tempo previsto. No entanto, não é bem assim.

Na verdade, isso depende muito da evolução do bebê nos primeiros dias de vida ainda no hospital e do grau de prematuridade. Os primeiros dias e meses são determinantes para o recém nascido. No caso de prematuros extremos, durante o tempo que fica na UTI, ele pode passar por várias fases e enfrentar problemas pulmonares, cardíacos e cerebrais. Esses que podem evoluir e deixar sequelas, essas que irão determinar os cuidados necessários após a alta.

Então, como esses bebês nascem com um sistema imunológico imaturo, onde muitos órgãos ainda não estão prontos para funcionar plenamente, eles podem ser mais suscetíveis a alguns problemas de saúde. Entre eles,  apneia, síndrome do desconforto respiratório, anemia, icterícia e retinopatia. Contudo, a maioria deles, quando atingem a idade de 2 ou 3 anos já conseguem se igualar a uma criança nascida no tempo esperado.

Cuidados especiais com bebês prematuros em casa

Prematuro - Tudo sobre o parto e cuidados com bebê prematuro
Pais e Filhos

Quando já está maduro e forte, pronto para viver uma vida normal, o bebê prematuro recebe alta. Tirando os casos com sequelas graves, os pais já podem levar o filho para a casa. Então, é nessa hora que surgem diversas questões sobres os cuidados com esse bebê.

Dependendo do peso do bebê, pode haver a necessidade de ter um controle da temperatura ambiente, pois é comum que ele tenha uma tendência maior a ter hipotermia. Nesse caso, o ideal é manter o ambiente em uma temperatura de 24 a 25 graus, e mantendo o bebê bem agasalhado.

Nos primeiros dias também é recomendando evitar ambientes fechados e contato com pessoas, principalmente se houver qualquer sinal de infecção. Todos que estiverem em contato com a criança devem estar com a vacinação em dia, principalmente a de coqueluche e gripe.

Além disso, é comum que o bebê tenha uma certa dificuldade na alimentação, mesmo por mamadeira ou seio materno. Portanto, é muito importante visitar regularmente o pediatra, até mesmo para manter um controle do peso do recém-nascido.

Pessoas famosas que nasceram prematuras

Confira algumas pessoas importantes que nasceram prematuras.

Albert Einstein

Prematuro - Tudo sobre o parto e cuidados com bebê prematuro
Bnei Noach

O físico e matemático, um dos homens mais geniais da história, Albert Einstein nasceu prematuro em 1879, na Alemanha. Ganhador do Prêmio Nobel de Física, hoje ele é um dos nomes mais importantes da física.

Charles Darwin

Prematuro - Tudo sobre o parto e cuidados com bebê prematuro
Aventuras na História

Conhecido pela teoria da evolução, o Naturalista britânico Charles Darwin também nasceu prematuro.

Anna Pavlova

Prematuro - Tudo sobre o parto e cuidados com bebê prematuro
Paixão pela Dança

A bailarina Anna Pavlova passou os seus primeiros meses de vida enrolada em algodão hidrófilo devido ao seu nascimento antes do tempo. Em 1885, quando ela nasceu, as práticas médicas definitivamente não eram tão modernas.

Isaac Newton

Prematuro - Tudo sobre o parto e cuidados com bebê prematuro
Trabalhos Escolares

Astrônomo, alquimista, filósofo, teólogo, físico e matemático, esse foi Isaac Newton. Considerado um dos cientistas mais importantes da história, principalmente devido a sua descoberta da lei da gravidade.

Pablo Picasso

Prematuro - Tudo sobre o parto e cuidados com bebê prematuro
Zet Gallery

Pablo Picasso foi um pintor espanhol, considerado um dos artistas mais importantes e famosos do mundo. E ele nasceu prematuramente em 1881, em Málaga.

Stevie Wonder

Prematuro - Tudo sobre o parto e cuidados com bebê prematuro
No Palco

Stevie Wonder é um cantor, compositor americano de grande prestígio. Sendo inclusive um dos maiores artistas dos Estados Unidos. Ele nasceu em 1950, de parto prematuro.

Enfim, o que você achou dessa matéria? Aliás aproveite para conferir também mitos sobre a maternidade.

Fontes: PrematuridadePampersMais AbraçosHuggiesPrematuridade.

Imagem destacada: Parana Shop

Imagens: Diário do AçoBebêDental TribuneSaúdeGazeta do PovoPais e FilhosBnei NoachAventuras na História,

Paixão pela DançaTrabalhos EscolaresZet GalleryNo Palco.