Receitas

Pão caseiro: 9 receitas fáceis, econômicas e deliciosas

O pão é um alimento antigo, que por muitos anos foi a base alimentar de muitas pessoas. As receitas, atualmente, continuam nas mesas das famílias do Brasil e do mundo.

Não existe alimento mais universalmente consumido do que o pão. É quase um pecado acordar pela manhã e não ter aquele pãozinho na mesa. Portanto, a rotina diária é sempre a mesma: acordar cedo e comprar o pão. Essa comida é a preferida do mundo inteiro e acompanha fielmente a história da humanidade. Com isso, cada lugar tem a sua nomenclatura específica para o pãozinho e em alguns países a receita já virou até refeição principal do dia.

Seja doce, salgado, integral, ou não, sempre haverá uma tipo de pão para cada gosto. No Brasil, a princípio, o preferido mesmo é o pão francês. Seu principal acompanhamento é o café a manteiga.  Mas, você já parou para reparar o quanto este alimento está presente nas escrituras bíblicas? “O pão nosso de cada dia nos dai hoje”, “Eu sou o pão da vida. Aquele que vem a mim nunca terá fome; aquele que crê em mim nunca terá sede”.

Certamente, o pão já foi a base da alimentação dos diferentes povos da antiguidades. Portanto, não é à toa que nas tradições da bíblia Jesus escolheu o pão para fazer o milagre da multiplicação. E como não se mexe em time desde que esteja ganhando, não vamos acabar com esse costume, não é? Melhor mesmo é saber as receitas e continuar inovando seus sabores e iguarias.

História do pão

Primeiramente, sabe aquela passagem “quem come do pão viverá eternamente”? Então, quem viveu mesmo foi o pão. Sem dúvidas alguma esse alimento a base de farinha de trigo e água vem sustentando muitas pessoas através do tempo. Conforme pesquisas, estima-se, sobretudo, cerca de 14,4 mil anos de existência do pãozinho. E consequentemente também evoluiu o cultivo da farinha de trigo.

Contudo, não se sabe exatamente quem foi a protagonista que fez a primeira receita, mas há suspeitas de que surgiu entre os povos da Mesopotâmia. Sabe esse gostinho delicioso do pão? Nem sempre foi assim. Os pães antigamente eram bem duros e no formato achatado. Seu gosto também era amargo, porque outro ingrediente que compunha a mão era o fruto carvalho.

No entanto, as massas iniciais eram, na verdade, comidas cruas. Depois de um tempo que resolveram experimentar assar aquela mistura uma vez. O trigo, nesse tempo, não era cultivado, ainda não existia a agricultura. As sementes de trigo encontradas no caminho eram comidas cruas pelos povos nômades, depois dissolvida em água. Posteriormente a descoberta do fogo e das técnicas de plantação que se aprimoraram o cozimento do pão.

Receitas

Segundo pesquisas, a criação das fornalhas, a 3.000 a.C, no Egito antigo. Isso significa que muitas receitinhas de pães foram sendo inventadas e aprimoradas após isso. Algumas, acima de tudo, ainda estão até hoje no nosso dia a dia, mas nunca é tarde para surgir uma nova receita. Já que os pãezinhos são os mais consumidos nos lares do Brasil e do mundo, separamos algumas receitas:

1. Pão francês caseiro

Dos todos os tipos de pães, o pão francês é o número 1 de consumo no Brasil. Você sabia que cerca de 7,2% da sua renda mensal vai todinhas para as padarias? Ou seja, essa porcentagem está no topo do consumo alimentício nas famílias brasileiras. Vamos afinal dar uma olhada então em como fazer o pão francês e quem sabe até tentar fazê-lo em casa.

Ingredientes

  • 600 g de farinha peneirada
  • 1 colher de sopa de sal
  • 1 colher de sopa de açúcar
  • 1 colher de sopa de fermento para pães granulado
  • 2 colheres de manteiga em temperatura natural
  • 350 ml de água morna

Modo de preparo

Desde já, separe um recipiente relativamente maior e despeje todos os ingrediente acima. Contudo, não coloque a água. Após tudo misturado vá adicionando a água aos poucos e mexendo o conteúdo do recipiente como se não precisasse escorrer para os lados. Quando tudo estiver bem homogêneo faça sobretudo uma grande bola com a massa de deixa-a descansar por cerca de 6 horas.

Depois do tempo estimado, faça então pequenas bolinhas com aproximadamente o mesmo tamanho de uma limão. Com a palma da mão, amasse cada bolinha para que fique no formato achatado. Quando estiver plano enrole cada massa em pequenos rolinhos e disponha-os em uma forma, espaçadamente. Por fim, cubra com pano úmido e deixe mais 90 minutos crescendo.

Enquanto isso, deixe o forno aquecer na temperatura de 240 graus. Posteriormente, faça um pequeno risquinho com a faca em cima de cada rolinho. Jogue uma pouco de água sobre cada massa, até escorrer. Leve ao forne e espere 40 minutos. Após isso, afinal, está pronto o seu pão francês, sirva-o puro, com manteiga, ou recheio com o que desejar.

2. Pão australiano

Em virtude da sua peculiaridade, este pão é o queridinho das hamburguerias artesanais. Seu gosto peculiar, meio adocicado, é sucesso para clientela. Apesar de não ser o pão de cada dia nas mesas do povo brasileiro, ele ainda sim é fácil de encontrar nas padarias e nos supermercados. Vale super a pena experimentar, pois o toque agridoce dessa receita é o mais cativante de todos.

Ingredientes

  • 2 xícaras de farinha de trigo
  • 1 xícara de farinha de trigo integral
  • 1 xícara de farinha de centeio
  • 1 colher de cacau em pó
  • 1 colher de chá com sal
  • 3 colheres de sopa de açúcar mascavo
  • 1 colher de sopa de fermento biológico seco
  • 50 g de manteiga em temperatura ambiente
  • ¼ de xícara de chá de melado de cana
  • 1 xícara de chá de água morna
  • fubá para polvilhar

Modo de preparo

Reserve bem o seu tempo, porque essa receita leva um certo tempo para ficar pronta. Vamos lá! A princípio, pegue um recipiente grande e misture o cacau, o açúcar e o sal. Ao lado, peque um copo e dissolva o fermento biológico com um pouquinho de água morna. Feito isso, acrescente com a mistura dos outros ingredientes já postos no recipiente.

Misture bem com uma colher de pau e adicione o melado de cana de açúcar. Lave bem as mãos e comece a amassar a massa. Depois de um tempo amassando, coloque a manteiga e continue o procedimento por 15 minutos, mesmo que demore. A fim de saber o ponto final da massa verifique se ela está com aspecto de elástico. Caso contrário, continue amassando.

Chegado ao ponto, modele uma grande bola com a massa, cubra com um pano molhado e deixe descansar por 2 horas seguidas. Após o tempo estimado, abra massa sobre uma superfície plana e enrole como um rocambole. Passe os dedos sobre a emenda para unificar com a massa e role o conteúdo até ficar oval. Se achar que a massa vai ficar muito grande para a sua forma, reparta a massa antes em duas metades e faça dois rolinhos.

Levando ao forno

As duas horas descansando são fundamentais para o crescimento do pão australiano. Antes de mais nada, acenda o forno com 20 minutos de antecedência, a 180º. Polvilhe, sobretudo com uma peneira, o fubá por cima do massa e leve-a para assar. Após 30 minutos, quando os pães estiverem sobretudo dourados, retire do forno, coloque em outro lugar mais frio e está pronto.

3. Pão de calabresa

Este pão aqui é bem especial e pode até ser servido no jantar, ou feiro para alguma festinhas especial. Em resumo, o seu cheiro de calabresa é espetacular e é perfeito para fazer na hora de receber aquela visitinha, ou mesmo para saborear com a família.

Ingredientes

  • 3 xícaras de chá de farinha de trigo
  • 360 ml de leite morno
  • 2 ovos2 colheres de sopa de açúcar
  • 2 colheres de sopa de manteiga
  • 1 colher (sobremesa) de sal
  • 1 colher de sopa de fermento biológico seco
  • 2 xícaras de chá de linguiça calabresa em cubinhos

Modo de preparo

Pegue, a princípio, uma frigideira e frite bem a calabresa. Ao passo que a óleo vai escorrendo, coloque-a sobre um papel toalha e deixe o óleo escorrer. Em um copo, coloque o fermento com um pouquinho de água morna. O suficiente para dissolver. Da mesma forma, misture bem até chegar ao ponto de uma liga elástica. Em um liquidificador, deposite os ovos o leite em ponto morno, a manteiga e o sal. Bate até formar uma única massa.

Enquanto isso, pegue uma tigela razoavelmente grande. Coloque o conteúdo do liquidificador e acrescente o fermento dissolvido em água. Misture também a calabresa e mexa ambos até se misturar bem a massa. Deixe descansar por 40 minutos. Feito isso, leve ao forno por mais 40 minutos, retire e sirva.

4. Pão vegano de cebola

É claro que os veganos não ficaram de fora dessa lista. O pãozinho também é um alimento muito consumido para quem adere esse estilo de vida mais saudável. E até você que não é adepto ao movimento vai por certo querer experimentar. Não é nada difícil de fazer, portanto confira os ingredientes e como é feita essa receita:

Ingredientes

  • 1/2 xícara de chá de água morna
  • 1 xícara de chá de óleo
  • 2 cebolas médias
  • 1 pacote de fermento biológico seco
  • 1 colher de sopa e meia de sal
  • 4 xícaras farinha até dar ponto
  • 1 extrato de tomate
  • 1 orégano

Modo de preparo

Antes de tudo, pegue o seu fermento biológico e coloque em copo com água morna. A quantidade suficiente para dissolver. Feito isso, reserve. Pegue o liquidificador e deposite o óleo a água, também morna, o açúcar com a cebola e bate até ficar homogênea. Dessa maneira misture o fermento com o conteúdo batido e deixe descansar com um pano úmido por cerca de 10 a 15minutos.

Dado o tempo, volte a amassa-lo com um pouquinho mais de farinha, vá polvilhando aos poucos até dar o ponto de liga. Em uma superfície plana espalhe um pouco de farinha de trigo, coloque a massa e sove por 10 minutos. Faça bolinha achatadas da massa e disponha em uma forma untada com óleo e trigo. Com intuito de crescer a massa, tampe com pano úmido e deixe quietinha, por 1 hora e 20 minutos.

A 180º deposite a forma e espere assar por 30 minutos. Apos 15 minutos no forno suba a temperatura para 21oº. Fique de olho, pois cada forno é diferente. Em conclusão, retire do forno após o tempo estimado e sirva com café, ou suco.

5. Pão de requeijão

A princípio, a receita do pão de requeijão é conhecida por ser uma massa bem fofinha e saborosa. Isso porque este tipo é bem consumido e também é bem simples de fazer. Aliás, é bom saber que essa é uma pedida ideal para as crianças. Afinal, imagine esse lanche com o bom e velho leite com achocolatado. Portanto, fica a dica para as mamães e as vovós que se interessarem em fazer.

Ingredientes

  • 2 tabletes de fermento biológico (30 g)
  • 1 ovo
  • 1 copo de requeijão
  • 4 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado
  • 3 e meia xícaras (chá) de farinha de trigo aproximadamente
  • manteiga para untar
  • farinha de trigo para polvilhar
  • gema para pincelar
  • queijo parmesão ralado para polvilhar

Modo de preparo

Primeiramente, dissolva o fermento em água morna, pode ser meia xícara de chá, e deixe descansando com um pano molhado por cima. Misture em uma tigela, relativamente grande, o ovo o requeijão e o queijo ralado. Continue misturando e, aos poucos, vá despejando a farinha de trigo, até dar o ponto de liga, junte à mistura o fermento. Reserve e deixe também descansar por 40 minutos.

Após os descanso modele pequenas bolinhas da massa e coloque em uma forma untada com manteiga e polvilhada com o trigo. Espere mais 30 minutos até dobrar o tamanho da massa. Na sequência, com a gema do ovo pincele um pouquinho em cada massinha. Em forno pre aquecido em 200º, deixe assar por 45 minutos. Em seguida, assim que dourar, já está pronto o seu pão de cebola.

6. Pão caseiro comum

Aliás, para quem não quer muito trabalho na hora de fazer o pão, por causa do dia a dia, mas ainda assim que variar no tipo de pão, essa receita é perfeita. A proposito, além de muito gostoso, o pão caseiro é super nutritivo e combina com qualquer tipo de bebida. Isso porque o seu gostinho é único, não vai ser encontrado em nenhuma padaria. Eventualmente é bom mudar um pouco os hábitos, portanto experimente a receita a seguir:

Ingredientes

  • 1kg de farinha de trigo
  • 1 xícara e meia de leite morno
  • meia xícara de água morna
  • meia xícara de óleo
  • 4 colheres de soca com açúcar
  • 1 colher de sopa com sal
  • 2 ovos
  • 30 g de fermento biológico seco

Modo de preparo

Como sempre, faça o preparo do fermento antes de começar as outras coisas. Salvo o fermento, despeje o conteúdo em um copo e dissolva com água morta e reserve. Em outro recipiente maior, como uma tigela, coloque todos os ingredientes, menos a farinha, com o fermento e sove. Aos poucos, enquanto amassa, vá colocando a farinha de trigo.

Antes que leve ao forno, faça uma grande bolinha e deixe descansar por 1 hora. Depois do tempo estimado faça sobretudo pequena bolinhas e deixe descansar novamente. Pelo contrário que imagina, o volume dobrará com o tempo. Após isso coloque em um forno pré aquecido em 200º. Trinta minutos depois retire. Essa receita costuma render 3 poções!

7. Pão Petrópolis

Sem dúvida, o diferencial dessa receita é que, após finalizada, a magia está em tostar as fatia com manteiga antes de comer. Não que o pão não possa comer em seu estado natural, mas é que assim fica muito mais gostoso. Veja o seu passo a passo:

Ingredientes

  • 50g de açúcar
  • 2 xícaras e meia de farinha de trigo
  • 1 pitada de sal
  • 2 pacotes de fermento fresco
  • 1 colher de sopa com manteiga
  • 180ml de leite
  • 1 ovo
  • 1 gema misturada com 1 colher de café pronto

Modo de preparo

A princípio, pego os dois pacotinhos de fermento e dissolva em água morna. Vai dar o ponto de liga no conteúdo, reserve e pegue uma tigela de vidro maior. Nesse recipiente despeje o açúcar com o açúcar, o sal  e a farinha. Misture bem e também reserve. Em outra tigela coloque a manteiga, o ovo e o leite e misture mais uma vez.

Depois ambas as misturas estiverem prontas, junte-as em uma só vasilha e sove para tornarem uma só massa. Após isso, deixe descansar por 20 minutos. Dado o tempo certo, já em uma forma untada com manteiga, pincele a massa com gema de ovo. Por fim, com 3o minutos no forno a uma temperatura de 180º  o seu pão Petrópolis estará pronto.

Posteriormente, fatie de tal forma que os pedaços fiquem grandes, passa manteiga e passe da frigideira. Desse modo vai ficar uma delícia, depois é só servir e aproveitar, porque o que é bom dura pouco. Seja como for você não vai se arrepender.

8. Pão de forma

A segunda pedida mais recorrente no Brasil é o pão integral. Apesar de já estar prontinho nas prateleiras, essa receita é bem tranquila de fazer. Basta comprar os ingrediente corretos e se arriscar. Por fim, o resultado costuma ser bem satisfatório.

Ingredientes

  • 2 xícaras de leite morno
  • 2 ovos
  • 1/3 xícara de óleo
  • 1 colher de sopa com açúcar
  • 1 colher de cafe com de sal
  • 30 g de fermento biológico
  • 4 xícaras de farinha de trigo

Modo de preparo

Em um xícara, com um pouquinho de água morna, misture de tal forma que vire uma liga com o fermento. Depois pegue o seu liquidificador  e deposite o tanto os ovos, o leite, o óleo com o açúcar e o sal. Também misture o preparo do fermento. Bata até virar uma só massa. Em uma forma untada, despeje o conteúdo do liquidificador. Contudo, antes de continua, aguade 20 minutos de descanso da massa. Posteriormente coloque no forno pré aquecido em 180º.  Com 30 minutos o seu pão está pronto.

9. Pão de leite

Todavia, um pãozinho de leite na hora do café da manhã é uma boa pedida. Mas, se você já estiver enjoando do pão francês e quer dar uma variada, o pão de leite, ou pão doce, é, a princípio, uma ótima opção, principalmente se você preferir algo mais macio.

Ingredientes

  • 600 ml de leite
  • 20 gramas de fermento biológico
  • 1 ovo
  • 125 ml de óleo de soja
  • 3/4 de uma xícara de açúcar
  • De 1 kg a 1 kg e 1/2 de farinha de trigo

Modo de preparo

A princípio, essa receita é bem mais fácil do que você imagina. Separe a farinha de lado e bata o restante dos ingredientes no liquidificador. Despeje em uma vasilha maior e amasse com as mãos jogando aos poucos a farinha. Após sovar e a massa desgrudar das suas mãos conserve em um local com um pano molhado por cima. então espere cerca de 50 minutos.

Depois, faça pequenas bolinhas e mais uma vez conserve da mesma forma, só que por 1 hora seguida. Conforme a sequência da receita coloque no forno e espere assar por 1 hora, até dourar. Retire do forno e sirva com manteiga, ou puro.

Curiosidades

Que o território brasileiro é muito extenso, todos nós sabemos disso. Portanto, tendo em vista as regionalidades no Brasil, você sabia que o pão francês pode receber variados nomes? Afinal, cada local tem sua forma de falar e o pãozinho de cada dia também tem sua diferença nos Estados.

Contudo, não se engane, o valor nutritivo e a importância são as mesmas, independente do lugar. Portanto, se você estiver dando uma voltar pela região paulista e chegar na padaria pedindo um pão francês, eles não vão te entender. São Paulo tem o costume de chamar esse pãozinho de “média”. No entanto, se for se aventurar no Rio Grande do Sul, o alimento será chamado de “cacetinho”. Parece até engraçado, mas é isso mesmo que você leu.

Em Manaus e no Piauí, existe um jeitinho peculiar de chamar o pãozinho: “massa grossa”. Agora, se ouvir por aí alguém dizendo “pão jacó”, pode saber que essa pessoas veio lá dos lados de Sergipe. Pão careca, por outro lado, já é uma expressão bem peculiar do Pará.

Por fim, para mais receitas para o café da manhã leia Como fazer bolo – Receitas simples e dicas para um bolo fofinho 

Fontes: Folha de São Paulo, Tudo Gostoso, Bíblia On, Guia da Cozinha, Panelinha, Super Abril, Terra, Tudo Gostoso 2, Receitas Nestle, Tudo Gostoso 3, Gshow, Tudo Gostoso 4,  Tudo Gostoso 5, InVivo, Super Abril 2, Brasil Escola, Pitlak, Catraca Livre

Próxima página »

Escolhidas para você

Comentários

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários

Escolhidas para você