Saúde

Grávida pode tomar café? Quais cuidados que devem ser tomados

Você consome muita cafeína? Tem dúvidas se grávidas podem tomar café? Então saiba mais sobre o consumo dessa substância durante a gestação.

A gravidez é um momento que pode gerar muitas dúvidas e preocupações, principalmente em relação à alimentação. Quais hábitos podem permanecer os mesmos e quais devem mudar? Quais cuidados devem ser tomados durante esse período de desenvolvimento do bebê? Essas são algumas das questões levantadas e dentre ela está se grávida pode ou não tomar café. Por isso, trouxemos algumas informações importantes sobre esse assunto.

Como o café é uma das principais bebidas consumidas pelos brasileiros, pode ser difícil para algumas pessoas eliminar esse alimento do cotidiano. Além disso, muitos outros alimentos e até medicamentos possuem a cafeína em sua composição, o que pode restringir ainda mais os hábitos alimentares na gestação e fazer necessário um maior cuidado com relação ao consumo dessa substância.

Segundo o Colégio Americano de Obstetras e Ginecologistas (ACOG), o café não é proibido para pessoas grávidas, mas alguns cuidados devem ser tomados. Dessa forma, o ideal é que o consumo de café seja de até 200mg por dia, o que equivale a 1 a 2 xícaras de 240 a 580 ml de café. Mas, ainda assim, é recomendado apenas uma dose por dia.

Além disso, você pode optar por consumir o café descafeinado, que contém menos dessa substância. E mesmo depois do nascimento, é importante manter esses cuidados durante a amamentação. Isso porque os efeitos do café em adultos é diferente no bebê, saiba mais sobre a seguir.

Efeitos do café durante a gravidez

Grávida pode tomar café? Saiba quais cuidados que devem ser tomados
Fonte: Tudo Ela

A cafeína tem um alto poder estimulante, por isso, seus efeitos serão diferentes no feto quando a pessoa grávida toma café. A cafeína é responsável por fazer o organismo liberar mais adrenalina no corpo, hormônio que tem efeito vasoconstritor. Ou seja, ele age na contração das veias e artérias, diminuindo o fluxo sanguíneo no corpo. Dessa forma, o consumo de alimentos com cafeína pode diminuir em até 15% o tamanho dos vasos que alimentam a placenta, prejudicando o desenvolvimento do feto.

Outra preocupação está no fato de que o organismo do bebê ainda está em formação, o que altera a forma de metabolizar os alimentos. Assim, o seu corpo levará muito mais tempo para processar a cafeína, fazendo seu efeito durar por mais tempo, o que pode levar a taquicardia e alteração nos padrões de sono do bebê.

Mas é importante salientar ainda que, mesmo que pessoas grávidas possam tomar café, seu organismo reage de maneira diferente a algumas substâncias no período de gestação. Por isso, não é recomendado o consumo de café após refeições mais pesadas, pois a cafeína dificulta a absorção de ferro no organismo, e esse é um nutriente muito mais importante durante a gestação. Além disso, prefira o café sem açúcar, pois seu excesso pode afetar a percepção do paladar do bebê.

Grávida pode tomar café? Saiba quais cuidados que devem ser tomados na gravidez
Fonte: Vix

Então, o consumo de café não é proibido durante a gestação, mas seu consumo deve ser moderado e até evitado. Além dos efeitos citados anteriormente, seu consumo em excesso pode causar diminuição da absorção de cálcio no organismo, dor de estômago, refluxo e diarréia, irritabilidade, ansiedade, insônia, tremores e desidratação. Por isso, é importante sobretudo um acompanhamento especializado. Então fique de olho em qualquer alteração e em caso de dúvidas, consulte sua obstetra.

Alimentos que contém cafeína

Grávida pode tomar café? Saiba quais cuidados que devem ser tomados
Fonte: Dicas Online

Como a cafeína é a substância que deve ser evitada na gravidez, é importante saber que ela não está presente apenas no café. Por isso, conheça alguns dos principais alimentos em que ela está presente.

  • Café tradicional: 60–200 mg por porção de 240 ml
  • Café expresso: 30–50 mg por porção de 30 ml
  • Chá-mate: 65–130 mg por porção de 240 ml
  • Chá preto: 30 – 60 mg por porção de 200 ml
  • Chá verde: 30 – 60 mg por porção de 200 ml
  • Café solúvel: 57 mg em 1 colher de chá
  • Bebidas energéticas: 50–160 mg por porção de 240 ml
  • Refrigerantes: 30–60 mg por porção de 355 ml
  • Leite com chocolate: 2–7 mg por porção de 240 ml
  • Chocolate: 1-35 mg por porção de 28 g
  • Chocolate meio amargo: 8 – 20 mg por porção de 40 g
  • Café descafeinado: 2–4 mg por porção de 240 ml
  • Bebida Ice Tea: 30 – 60 mg em uma lata

Medicamentos que contém cafeína

Além de tomar cuidado com a composição dos alimentos, aumente sua atenção para os remédios que possam conter cafeína. Dessa forma, veja abaixo alguns dos principais.

  • Benegrip
  • Tylalgin Cafi
  • Paracetamol + cafeína
  • Dipirona Sódica + Cafeína
  • Dorflex
  • Dorona Cafi
  • Resfriol
  • Ana-Flex
  • Coristina D
  • Cafilisador
  • Mioflex
  • Torsilax
  • Gripinew
  • Neosaldina
  • Tandrilax
  • Sedalex

Fonte: Dicas de Mulher Tua Saúde Viva Bem

Imagens: Beyoung Tudo Ela Vix Dicas Online

Próxima página »

Escolhidas para você

Comentários

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários

Escolhidas para você