Amor

Separação: os 12 motivos mais comuns e os lados positivos dos términos

Nem sempre a separação acontece por falta de amor e nem sempre é só por traição. Conheça os motivos mais comuns por trás disso e o lado positivo de recomeçar.

Nem todos os casais tem um final feliz como costuma mostrar em filmes de romance. Na realidade, a separação hoje se tornou algo normal e comum de se acontecer.

Em uma vida a dois, nem tudo sai como planejado. Um grande exemplo são os próprios casos de separação. Por trás do conto de fadas, tem também os finais nem tão felizes assim.

O pior de tudo é que nem sempre a separação acontece por falta de amor ou de reciprocidade. Às vezes, o relacionamento acaba por realmente não dar certo, ou por decisão racional dos dois.

Claro que seria maravilhoso se viesse um manual de instruções com todas as informações de como ter uma vida estável a dois. Porém, isso não existe e só aprendemos quebrando a cabeça mesmo.

Fonte: Psicólogo e terapia

Quem é que não sonha em  encontrar sua alma gêmea, aquela pessoa que te completa e que aceita suas diferenças, sem brigas e tudo às mil maravilhas? Acho que no fundo, todos têm esse desejo.

Porém, o medo de grande parte da população, antes mesmo de entrar em um relacionamento, é a separação, o sofrimento, aquela sensação de coração partido. Mas, calma, tudo passa. Coisas boas sempre chegam até nós.

Por isso, estamos aqui. Com 12 motivos que levam à separação, para você evitá-los em seu relacionamento.

Relacionamento não é moleza

Fonte: Significados

Não estamos aqui para falar que ter um namorado, ou um marido, será sempre um conto de fadas. Porém, é importante destacar que em um relacionamento é normal ter crises. Crises de ciúmes, de intrigas sem sentido, de conflitos pelas diferenças.

Basicamente, é essencial ter crises em relacionamentos, porque elas podem colocar tudo no eixo. E, por incrível que pareça, nem sempre elas levam somente à fatídica separação.

Então calma, as brigas são desconfortáveis, mas também são muito necessárias.

E para evitar uma separação, o relacionamento exige devidos cuidados. Por isso listamos algumas observações para você não cometer.

 12  Motivos que mais levam à separação

1. Desgaste da vida a dois

Fonte: Psicólogo e terapia

O desgaste vem pela rotina maçante e também pela falta de criatividade para inovar nos dias úteis. Coisas que muitos acham que seria algo fácil se torna difícil, como o convívio diário.

Cerca de 37% das pessoas afirmam que se separaram pelo cansaço da convivência, ou até mesmo o tédio que se desencadeia diante muitos anos de relacionamento rotineiro.

Por conta disso, há muitos casamentos que são embalados pela mesmice, pela rotina e por isso acaba ocorrendo a separação. É por isso que, além de manter sempre um diálogo aberto e constante, é importante não deixarmos de fazer aquelas “surpresas”, que podem ser simples, mas mantém a relação sempre renovada.

2. Traição = separação

O que leva para a separação de muitos casais hoje?
Fonte: Psicólogo Berrini

A traição é bastante comum, infelizmente, muitas pessoas não sabem ser sinceras e honestas com seus parceiros. E resolvem ‘dar aquela fugidinha’. Ou uma ‘fugida’ maior quando são casos de amantes de longa data.

A infidelidade responde por 21% das separações. A qual pode começar com um simples olhar, um pensamento, uma conversa despretensiosa, e que no final pode destruir famílias.

Além disso, traição não é simplesmente atos sexuais que podem acontecer sem que um ou outro parceiro se dê conta. A quebra de acordos do casal, desconfiança e mentiras também pode ser considerado traição. Dessa forma, o diálogo se faz tão importante dentro de uma relação, e é essencial que os parceiros comuniquem suas vontades e desejos entre si, para que ambos entrem em um acordo que pode evitar a separação.

Aliás, trair é ser desrespeitoso, iludir e enganar o seu parceiro. Por isso, se pensa em fazer isso, terminar é a melhor solução.

3. Dinheiro

Fonte: Instituto TS

Diante tanto consumismo hoje, uma das maiores causas de separações entre os casais é o dinheiro. O dinheiro nem sempre resolve todos os problemas, em certos casos ele causa ainda mais.

Como por exemplo, em um relacionamento, que tem o parceiro centrado e regulador de toda finança da casa e a outra parceira desregulada e sem planejamento financeiro. Poderá ter mais discórdias, caso esse assunto não seja conversado.

Em situações como essa, a separação pode ocorrer, por excesso de discussões e falta de consenso.

O ideal mesmo é manter a calma, buscar sempre pelo equilíbrio e manter o diálogo.

Até porque uma casa não se levanta sozinha.

4. Pessoas diferentes é causa de separação

Fonte: Notícias Magazine

“Achei a tampa da minha panela.”

Nem sempre tamanha diferença, seja tão bom assim. Claro, que você namorar um gêmeo seu não seria nada legal. Porém, quando se tem histórias diferentes, opiniões diferentes, o respeito deve ser dobrado.

E quando não se tem respeito, as coisas ficam ainda mais difíceis de levar a diante. Tente então conversar mais com seu parceiro, em situações como essa e coloque todas as divergências na mesa.

Pois, a união de seres singulares, só será possível se essa dessemelhança for respeitada e tolerada acima de tudo.

5. Falta de comunicação

Fonte: Canção Nova

Grita, xinga, conversa, mas expõe o que está sentindo.

Relacionamento não se constrói sozinho e muito menos por telepatia. Por isso, fale mais, leve a vida com mais leveza, não tenha medo de conversar com seu parceiro.

Basicamente, a falta de diálogo só complica ainda mais as coisas, o relacionamento se torna carregado pelo “achismo” e nunca pela certeza.

Então, procure sempre saber sobre o que seu parceiro gosta, o que ele não gosta, seus medos, desejos. Mostre interesse.

Infelizmente, é frequente a omissão de sentimentos essenciais, que poderiam levar para um relacionamento saudável.

6. Falta de intimidade é um dos principais motivos de separação

Fonte: Integração da Serra

A falta de intimidade, a qual nos referimos é a falta de proximidade. Antes de tudo, leve seu par como o seu melhor amigo. Exponha a sua verdadeira personalidade, mostre quem você é.

Além do mais, vocês também devem se ajudar em momentos de dificuldade. Como, em desafios profissionais, na criação dos filhos, ou até mesmo em afazeres simples, como nas tarefas domésticas.

E para se ajudarem, ambos precisam de conhecer um ao outro.

7. Falta de apoio

Fonte: Super Interessante

Como já foi dito, o casal antes de tudo precisa ser amigos um do outro. Todo mundo precisa de um ombro amigo, uma hora ou outra, e porque não ser do seu parceiro, com quem você convive todos os dias?

Por isso, um casal deve apoiar-se, seja nos afazeres de casa, seja nos desafios profissionais. Quando você não tem isso, a confiança vai se tornando escassa e ficar sozinho começa a ser uma opção melhor.

8. Convivência com um companheiro “negativo”

Fonte: Aleteia

Não é chato você acordar toda feliz, e já ver seu parceiro reclamando por ter que ir trabalhar?

Uma vez ou outra, tudo bem. Mas tem pessoas que reclamam tanto, vêem as coisas com tanto negativismo, que acabam sugando suas emoções e felicidades. Resumindo, são pessoas tóxicas.

Além disso, sabemos que se relacionar com alguém requer algumas habilidades, como a paciência, mas tudo também tem limites.

9. Excesso de controle

Fonte: Dona Giraffa

Relacionamento não é você ficar colado 24 horas com a pessoa que você ama. Relacionamento é entender que a outra pessoa também tem seu espaço próprio. Também tem direito de sair para beber uma cervejinha com os amigos pós trabalho.

O problema é que muitos não entendem isso, e sempre acabam vendo pelo pior ângulo, e por isso tentam fiscalizar a vida de seus parceiros o tempo todo. Fazendo verdadeiros inquéritos como: Onde você está? Com quem está? A que horas chega? Vem por onde? Comeu o quê?

Esse controle também é comum por parte dos homens, principalmente quando veem suas esposas mais arrumadas, querendo sair com as amigas.

Claro, que isso de vez em quando é ótimo, porém isso com frequência se encaminha para vários transtornos.

Por isso, sai do pé, vai viver a sua vida também. Você tem direito.

10. Vida sexual

Fonte: Veja

Início de relacionamento tudo é muito maravilhoso, com o passar do tempo, as chamas se estabilizam. Mas, aí que está o problema.

Um relacionamento longo não significa estabilidade, não significa estar livre de desmoronamento. Qualquer relacionamento pode não ser eterno se o marido ou a mulher não se preocupar em estimular o sexo na relação.

Por isso, é sempre bom você separar aquela lingerie especial, uma hora ou outra.

Lembre-se, sex is on fire. Por isso, o sexo é uma das principais chamas para se reestruturar uma relação.

11. Violência: principal motivo para uma separação!

Fonte: Veja

A cada 7.2 segundos uma mulher é vítima de violência física.

Essa realidade, infelizmente, ainda faz parte do dia a dia das mulheres. Em 2013, 13 mulheres morreram todos os dias vítimas de feminicídio. E, além disso, o pior: cerca de 30% foram mortas por parceiros ou ex.

Por isso, lembrem-se, qualquer tipo de agressão, seja ela verbal, moral, sexual ou física. Denuncie.

12. Falta de um sonho em comum

Fonte: Instituto do casal

Se você está com uma pessoa, você planeja ter um futuro com ela. E isso é saudável quando compartilhado.

Aliás, as relações se tornam mais harmônicas, quando se compartilham os objetivos pessoais ou profissionais.

Por isso, compartilhar e viver os sonhos juntos é essencial.

A separação nem sempre é algo ruim

Fonte: Das coisas que a vida nos ensina

Em casos como relacionamentos abusivos, o melhor que deve acontecer é a separação.

Mesmo que de imediato ou meses depois você não entenda isso. Sempre será o melhor. O universo sempre se encarrega de lhe entregar e de lhe tirar as coisas em seus devidos momentos. Além disso, é extremamente melhor não continuar em uma relação em que uma das partes não está mais na mesma sintonia.

Por outro lado, nem sempre terminar um relacionamento é sinal de não gostar mais do parceiro. Como citamos na lista, a separação pode acontecer por vários motivos, mas nenhum deles necessariamente precisa levar a um término conturbado. Isso porque um relacionamento exige, acima de tudo, uma maturidade emocional muito grande, além de responsabilidade afetiva.

Isto é, você pode terminar seu relacionamento e continuar uma amizade com seu ex tranquilamente, se vocês souberem conversar sobre a relação de forma madura e com empatia.

Por isso, uma dica: pense sempre que tudo que acontece, porque realmente deveria acontecer. Então, de uma separação retire somente coisas boas dela. Tudo tem começo, meio e fim.

E calma, respira fundo, se arrume e acorde para a vida que te espera.

Enfim, espero que a matéria tenha te ajudado, e que você possa praticar agora uma melhor convivência com seu parceiro, contornando as dificuldades com diálogo e mantendo sua relação o mais saudável possível.

Então, acesse também outras matérias sobre o assunto: Esses são os sinais de um relacionamento feliz, segundo a Ciência

Fonte: Sucesso no casamento, Emais. Estadão

Imagens: Psicólogo e terapia, Significados, Psicólogo e Terapia, Psicólogos Berrini, Instituto TS, Notícias Magazine, Canção Nova, Integração da Serra, Super Abril, Aleteia, Dona Giraffa, Veja, Instituto do Casal

Imagem destacada: Ao vivo de Brasília

Próxima página »

Escolhidas para você

Comentários

5 2 votos
Dê a sua opinião

guest
1 Comentário
Antigos
Novos Mais votados
Feedbacks
Ver todos os comentários
eu
eu
29 de janeiro de 2022 22:17

legar


Escolhidas para você