Tonalizante ou tintura: qual opção danifica menos o cabelo?

Vai pintar os cabelos ou que quer começar, e não sabe qual é o melhor: tonalizante e tinta? Confira as diferenças e como escolher o melhor.

Se você já tem o costume de pintar o cabelo ou pensa em pintar pela primeira vez, provavelmente já teve a dúvida de qual é melhor: tonalizante ou tinta? Isso é praticamente um dilema no mundo das colorações de cabelo. Mas nem todo mundo sabe exatamente o que é cada um deles, quais as diferenças, vantagens e desvantagens. Então, hoje vamos te ajudar com isso.

De fato, o que danifica menos o cabelo é o  tonalizante. Justamente porque ele é menos agressivo do que a tinta, portanto, resseca menos os fios. Em contrapartida, o resultados são menos duradouros que a tinta. Já a tinha por sua vez, proporciona 100% de cobertura do fio, bem como um brilho mais intenso e permanente, mas resseca mais o fio e demanda retoques regulares.

Então, muito além do que danifica menos o cabelo, a escolha de qual método usar para colorir os fios, deve ser definida pelos seus objetivos, levando em consideração a durabilidade e o que espera da coloração. Enfim, a seguir vamos entender melhor sobre tonalizante e tinta e as vantagens e desvantagens de cada um.

Quais são as diferenças entre tonalizante e tinta?

Primeiramente, vamos começar falando sobre as diferenças entre tonalizante e tinta para você poder basear melhor a sua escolha na hora de pintar as madeixas.

O que é o tonalizante e sua função?

O tonalizante é caracterizado por ser um tipo de coloração semipermanente com uma ação mais superficial. Sendo assim, o seu efeito é menos duradouro, desbotando ao longo das lavagens. Isso porque esse tipo de produto não contém ativos agressivos que forçam o pigmento penetrar a fibra capilar.

Portanto, o tonalizante age apenas na camada externa dos fios, e não modifica o interior do cabelo. Ele é ideal para mudar a cor do cabelo, reavivar a coloração ou a tonalidade natural do cabelo, bem como cobrir os fios brancos.

Além disso, o tonalizante de cabelo não contém amônia e possui pouquíssima água oxigenada. Por isso, é mais suave aos fios e mais saudável para o cabelo. E embora sua duração não seja permanente, o tonalizante tem uma ação prolongada, e pode manter a cor e brilho dos fios por 20 a 30 lavagens, perdendo a cor gradativamente. Ele não clareia os fios, mas cobre de 70 a 80% dos fios brancos.

O que é a tinta e sua função?

Já a tinta é uma coloração permanente, que tem uma maior duração justamente por agir na camada interna do fio. Então, a tinta tem uma fórmula com ativos que atuam dentro da fibra capilar, e altera a sua cor de forma duradoura.

Portanto, a tinta tem duração superior à do tonalizante, bem como uma fixação profunda, prorrogando a necessidade de retoque. Aliás, a tinta é indicada para mudar a cor do cabelo de forma mais permanente, sendo ideal para cobrir os fios brancos, já que ela consegue penetrar no fio e mudar sua cor.

Além disso, diferentemente do tonalizante, a tinta consegue clarear até dois tons do cabelo natural. Desse modo, além de cobrir os fios branco, a tinta é capaz de modificar a cor do cabelo, tanto para mais clara, quanto para mais escura.

Contudo, sua composição conta com amônia e água oxigenada, que são os componentes que permitem que o pigmento penetrem na fibra capilar. Sendo assim, é mais agressiva ao cabelo do que o tonalizante. Porém, ela proporciona cobertura total dos fios brancos e dura entre 4 e 5 semanas.

Qual agride menos os cabelos?

Então, como vimos acima, as diferentes entre o tonalizante e a tinta, podemos dizer que o tonalizante é o que agride menos o cabelo. Isso porque ele é livre de amônia e água oxigenada.

No entanto, apesar da composição com esses dois ativos, tintas de boa qualidade costuma alterar a cor do cabelo, com adição de ativos de restauração e fortalecimento dos fios. Então, nesse caso, elas não danificam ou agridem tanto o cabelo como as mais comuns que não contam com esse tipo de proteção.

Mas de modo geral, independentemente da escolha por tonalizante ou tinta, o fundamental é manter os cuidados com com o uso de qualquer produto químico. Em todo caso, é fundamental manter os cuidados com hidratação para evitar que os fios fiquem ressecados e danificados.

Qual é melhor?

Por fim, para saber qual é a melhor opção no seu caso, se é o tonalizante e tinta, é preciso saber quais os seus objetivos com a coloração, principalmente a duração e ação. Então, se o intuito é cobrir uma boa quantidade de cabelos brancos ou fazer uma mudança radical na cor, o melhor é optar pela tinta. 

Mas, se você não buscar um efeito muito prolongado e não se importar com os fios brancos, o tonalizante pode ser o melhor para reavivar a cor natural dos seus fios. Ou até mesmo se quiser mudar a cor mas tem dúvidas, o tonalizante pode ser um opção para começar e depois partir para a tinta.

Mas em ambos os casos, é sempre bom verificar a saúde dos fios, se eles estão fortes para receber química como coloração. Isso porque por mais leve e superficial que seja o tonalizante, se os fios estiverem quebradiços, podem ficar ainda mais depois da tintura semipermanente.

Então compare os dois antes de optar por um. A tinta oferece 100% de cobertura do cabelo, mas resseca mais o fio. E o tonalizante, apesar de ressecar menos, proporciona um resultado menos duradouro e menos cobertura.

LEIA MAIS:

Fontes: Sempre Bem Buscapé Beleza na Web


Outras postagens

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários