Celebridades

Alexandre Nero é comparado a mendigo após caso de personal trainer

O ator Alexandre Nero foi comparado ao mendigo do polêmico caso da mulher do personal trainer Eduardo Alves nas redes sociais.

O ator Alexandre Nero surpreendeu ao reagir com bom humor após acabar sendo confundido com um morador de rua. Tal morador de rua chegou a virar notícia nacional após lhe flagrarem tendo relações sexuais com a mulher de um personal trainer em Planaltina, no Distrito Federal. Nesse sentido, na ocasião em que Alexandre Nero é comparado a mendigo, o artista compartilhou, em seu perfil no Twitter, uma colagem de fotos. Nelas, coloca uma imagem sua ao lado da do homem. Assim, diz que talvez a mulher tenha se “confundido com o artista. Nero responde: “Ah não”.

O caso do flagra da mulher do personal trainer Eduardo Alves repercutiu nas redes sociais de forma grandiosa. Tudo começou quando o homem acabou flagrado agredindo um homem que vive em situação de rua em Planaltina. Assim, ele teria feito isso após pegar a esposa mantendo relações sexuais com o mendigo dentro do carro. Logo depois, ele o espanca. Outras pessoas também aparecem em cena e tentam acalmar o casal. A vítima, por sua vez, recebeu socorro pelo Corpo de Bombeiros e foi para um hospital da cidade com vários ferimentos no rosto.

De acordo com Eduardo Alves, a família tem dado suporte à mulher, que segundo a advogada do casal, segue internada no Hospital Regional de Planaltina. Auricelia Vieira, a advogada, explicou: “Ela está recebendo suporte clínico e psiquiátrico, conforme protocolo de atendimento para esse tipo de violência”.  Ontem, em entrevista ao SBT News, Eduardo contou que sua rotina virou de cabeça para baixo após a polêmica. O homem ainda disse que agiu em estado de “completo surto após ver a dupla no momento íntimo.

Alexandre Nero é comparado a mendigo após caso polêmico

Twitter

“Eu vi um homem dentro do carro com minha esposa, então já entrei ali completamente em surto e a única intenção minha era tirar ele de lá, até porque eu sou pai de família. Acho que ninguém no meu lugar não teria feito algo parecido. Se você se colocar no meu lugar, de ver sua esposa, a sua filha, com alguém estranho dentro do carro, já não parece nada normal”, disse o personal trainer. Até então, o caso está sendo investigado pela 16ª Delegacia de Polícia como “legítima defesa de terceiros”, mas segue em sigilo.

Fonte: Splash

Próxima página »

Escolhidas para você

Comentários

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários

Escolhidas para você