Celebridades

Deolane Bezerra comenta sobre vida amorosa após a morte de MC Kevin

Sete meses após a morte de MC Kevin, Deolane Bezerra comenta sobre sua vida amorosa, e como sente que está mais retraída.

A influenciadora Deolane Bezerra abriu o jogo sobre sua vida amorosa, um grande mistério desde a morte de MC Kevin, seu marido. O funkeiro faleceu há 7 meses. Sem se relacionar com ninguém desde então, a advogada explicou seus motivos.  “Não é que eu não queira alguém, que esteja fechada, é que não apareceu ninguém que tocasse ainda”.

Deolane está solteira desde a fatalidade que levou MC Kevin, após cair da varanda em um hotel no Rio de Janeiro em maio de 2021. Sobre isso, comentou em uma entrevista a Rodrigo Faro, no programa “Hora do Faro”, no último domingo (9).  “Faz sete meses que não beijo na boca. Acho que é algo que vai ter que ser muito natural, não porque as pessoas querem”. Ela, que lançou uma música controversa em homenagem ao cantor, explicou que não está fechada para novos relacionamentos, mas não deseja ser pressionada sobre isso.

Dessa forma, justificou:  “Uma hora aparece um abençoado. Não é que eu não queira alguém, que esteja fechada, é que não apareceu ninguém que tocasse ainda”. A influenciadora ainda completou:  “Na Farofa da Gkay, muita gente ficava nos comentários: ‘Nossa, tô só pelo beijo da doutora, estou só esperando’. Eu, que já fui de nunca ficar com ninguém no primeiro contato, agora acho que estou mais retraída ainda”.

Deolane Bezerra fala sobre MC Kevin e novos relacionamentos

Ainda no final de 2021, enquanto se preparava para celebrar o Natal com sua família, Bezerra lamentou a ausência de MC Kevin.  “Ah, menino! Você deixou saudades, mas muitas saudades mesmo, você deixou exemplos de amor ao próximo que eu gostaria que todos aprendessem! Nesse Natal eu só queria você aqui com sua família e todos que te amam. o meu Natal não está feliz”, desabafou ela.

Da mesma forma, ainda explicou que, mais do que em outras datas, o Natal a fazia sentir ainda mais falta do marido, por se tratar da preferida dele. “Há um ano atrás estávamos nos vestindo, você todo alegre, essa era a data que você mais gostava e se preparava, falava o ano inteiro do Natal. Lembro-me de quando falou que aquele ano de 2020 iria passar um Natal como homem, em casa, com a família, falou todo feliz que não ia pro ‘fluxo’. Hoje todos os que te amam de verdade sofrem a sua ausência”.

Próxima página »

Escolhidas para você

Comentários

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários

Escolhidas para você