Biografias

Letícia Colin revela que contou para mulher de Sterblitch sobre Motoqueira

A atriz Letícia Colin revela que contou para mulher de Sterblitch sobre Motoqueira, mesmo antes da revelação no The Masked Singer Brasil.

A revelação que muitos fãs de The Masked Singer Brasil esperaram finalmente saiu: a famosa Motoqueira da segunda temporada era, afinal, Letícia Colin. Após a descoberta, a atriz acabou no Gshow, para um bate papo com a apresentadora Priscilla Alcantara. Contudo, na conversa, ela admitiu que a melhor amiga, Louise, já sabia que era a mascarada. Assim, Letícia Colin revela que contou para mulher de Sterblitch sobre Motoqueira.

“A minha melhor amiga, esposa do Edu, ela sabia desde o início. E ela não contou. Ela guarda segredo muito bem. A Lou é minha melhor amiga da vida, tanto que eles viraram padrinhos do meu filho. E aí eu perguntava pra ela depois do programa. E ela me contava que ele não falava de mim. Desculpa, Edu! A sua esposa sabia e te enganou”, brincou ela em conversa com Priscilla, arrancando risadas.

Da mesma forma, Colin ainda contou que enganar Edu e Tatá, que são seus amigos, já a fazia se sentir como a vencedora da edição. Seja como for, ela comentou: “Gente, foi muito tenso. Eles, além de serem meus amigos, são muito inteligentes e rápidos. Tanto Tatá quanto Edu têm ouvido muito bom. Eu achei que ia sair de primeira. Quando a Tatá falou que sabia quem era, eu gelei. Mas ela não sabia quem era. Ser a motoqueira foi uma missão cumprida!”

Letícia Colin revela que contou para mulher de Sterblitch sobre Motoqueira

Por outro lado, outro convidado do Bate Papo, Gil do Vigor, revelou que tinha certeza que a Motoqueira era na verdade Claudia Ohana. Em seguida, comentou: “Eu tinha certeza que era Claudia, tinha várias teorias. Quando começou hoje, eu vi que não era Claudia. Era outra pessoa. Essa mulher é incrível e faz várias personalidades”.

Por fim, Letícia Colin também contou sobre como foi se reaproximar da música em sua participação no programa. Assim, de acordo com ela, não deseja mais parar de cantar. “Para mim, foi terapêutico. Eu já tinha feito musicais, trabalho com música há muito tempo. Mas sempre a trabalho. A gente trabalha e sofre, quer tudo perfeito. A minha professora, no programa, falava para relaxar para cantar melhor. Então, aprendi isso, a fazer de um jeito relaxado. Agora é música na veia!”.

Próxima página »

Escolhidas para você

Comentários

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários

Escolhidas para você