Curiosidades

Batom vermelho, 7 curiosidades históricas que vão além da beleza

Se você escolhe o batom vermelho só pela beleza, fique sabendo que existe muito mais dados e desafios por trás dessa cor de batom que você imagina

O batom, especialmente o batom vermelho, é um dos melhores amigos da mulher, constando nos momentos mais importantes do seu dia a dia, ou mesmo em todas as horas da rotina. Cada pessoa tem a sua cor favorita, porém, ninguém pode negar: o mais popular é o vermelhão.

Ele é quase um coringa que funciona para praticamente todos os momentos. E, no caso do batom vermelho, não só é lindo como também passa a sensação de força e se destaca.

Esse tom de batom é também um dos itens mais antigos do mundo da maquiagem. Ele funcionando muito bem desde sempre. Não é atoa que é venerado até hoje.

Mas mesmo com tudo isso, ainda te pergunto: você sabe tudo sobre o batom vermelho? O Área de Mulher reuniu algumas informações que provavelmente você não fazia ideia sobre o item de beleza.

Confira 7 coisas que provavelmente você não sabia sobre o batom vermelho

1 – Simbolo de empoderamento feminino

7 coisas que provavelmente você não sabia sobre o batom vermelho

Em 1912, feministas como Elizabeth Cady Stanton e Charlotte Perkins Gilman pintaram os lábios de vermelho como símbolo de empoderamento na marcha sufragista em Nova York em 1912, pelo direito das mulheres ao voto. Não é atoa que hoje a cor é associada a força.

2 – Usado por homens

7 coisas que provavelmente você não sabia sobre o batom vermelho

No Egito Antigo, o batom vermelho era um simbolo de status social, e por isso, tanto as mulheres como os homens da alta sociedade usavam a cor forte em seus lábios. Na época o batom vermelho era feito de insetos e frutos esmagados e era passado por um pequeno pauzinho.

3 – Marylin Monroe

7 coisas que provavelmente você não sabia sobre o batom vermelho

Marylin Monroe foi uma das responsáveis pela popularização do batom vermelho. Ela usava a cor em todos os momentos. Para que os seus lábios ficassem bem sedutores, ela aplicava 5 camadas do produto.

4 – Segunda Guerra Mundial

7 coisas que provavelmente você não sabia sobre o batom vermelho

Durante o período da Segunda Guerra Mundial, muitos países europeus tiveram os seus produtos de cosméticos quase eliminados do mercado devido ao conflito, porém, o batom vermelho era o único ainda comercializado normalmente. Winston-Churchill, primeiro ministro na época, considerava que o produto “incentivava a moral pública”.

5 – Elizabeth Taylor

7 coisas que provavelmente você não sabia sobre o batom vermelho

Elizabeth Taylor foi uma das maiores atrizes do cinema de Hollywood. Ela só usava batom vermelho e além disso, exigia que nos filmes que participasse só ela usasse essa cor nos lábios para se destacar.

6 – Rainha Elizabeth I

7 coisas que provavelmente você não sabia sobre o batom vermelho

A rainha Elizabeth I acreditava que o batom vermelho tinha poderes curativos, sendo que quem usa-se poderia evitar a morte. Durante o seu reinado, eram usados diversos tons de vermelho para distinguir as classes sociais.

7 – Proibição

7 coisas que provavelmente você não sabia sobre o batom vermelho

Em 1770, o governo britânico aprovou uma lei que condenava quem usasse batom vermelho: “Qualquer mulher sentenciada culpada de usar esse cosmético como meio de sedução para persuadir um homem ao casamento, poderá ser julgada por prática de bruxaria”, dizia o documento.

Você gostou dessa matéria? Então você também vai gostar dessa: Como fazer batom líquido em casa.

Fonte: Tudo Sobre Make

Imagem: The Beaty Bredge EGL Daily Someecards The Telegraph Rainhas Trágicas Independent, Sou tão Boa

Próxima página »

Escolhidas para você

Comentários

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários

Escolhidas para você