Maternidade

Teste da linguinha: o que é e porque é importante para os recém-nascidos

O teste da linguinha é um exame obrigatório no Brasil, e tem como finalidade diagnosticar anomalias na língua ou freio do bebê.

O teste da linguinha é um exame feito em bebês recém-nascidos. Sendo assim, o exame tem o intuito de diagnosticar e se for o caso indicar o tratamento precoce para dificuldades e limitações dos movimentos da língua.

Quando o freio do bebê vem preso ou com alguma alteração (frênulo lingual anormalmente curto ou espesso), isso pode prejudicar o seu desenvolvimento, especialmente a sua amamentação. Isso porque essa condição pode afetar e restringir os movimentos da língua. Aliás, nos casos de língua presa, nome popular para a anquiloglossia, o bebê encontra dificuldades em mamar, sugar, engolir, mastigar e até mesmo falar.

Devido a sua importância, o teste da linguinha é um exame obrigatório em todos os hospitais e maternidades do país, determinado pela lei federal n° 13.002. O teste é reconhecido pela Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia e também a Associação Brasileira de Motricidade Orofacial.

O teste da linguinha

A realização do teste da linguinha deve ser feita nos primeiros dias de vida do bebê, preferencialmente ainda na maternidade.

Se trata de um exame muito simples, que não causa dor nem incomodo ao bebê. Realizado por um fonoaudiólogo, o teste consiste em levantar a língua do bebê para analisar o freio da língua  e como ele movimenta a língua. Essa observação geralmente é feita quando o bebê chora ou ainda durante a amamentação. Até porque, essas alterações podem dificultar a pega do bebê no peito da mãe.

Desse modo, após a observação da língua e formato do frênulo, o médico determina um protocolo. Sendo assim, nesse protocolo, ele aponta as características observadas e se o bebê tem ou não alguma alteração.

Aliás, aproveite para conferir 21 sinais no recém-nascido que podem indicar problemas sérios.

Tratamento

Então, quando observado durante o teste da linguinha alguma alteração, o fonoaudiólogo, juntamente com o pediatra, indicarão o tratamento adequado. Isso de acordo com a alteração identificada. Dependendo do caso, pode ser necessário a realização de um pequeno procedimento para soltar o freio do bebê.

Portanto, é extremamente importante obter esse diagnóstico o mais cedo possível para começar o tratamento. Assim, é possível evitar as consequências negativas no desenvolvimento oral da criança. Enfim, quanto mais cedo o problema é corrigido melhor.

Avaliação da mamada

Além do teste da linguinha que é obrigatório, é recomendado ainda fazer uma avaliação da mamada. Isso porque qualquer anomalia na língua, pode levar o bebê a ter dificuldades para pegar o peito. Desse casos, é comum causar fissuras mamárias e até mesmo dificuldade de ganho de peso. Ambos diretamente ligados ao desmame antecipado.

Sendo assim, é importante que quando o bebê estiver mamando observar a força a sucção.

Enfim, agora que você já entendeu o que é e a importância do teste da linguinha, confira também para que serve o teste do pezinho.

Fontes: Teste Ministério da Saúde Tua Saúde

Bibliografia

  • BIBLIOTECA VIRTUAL EM SAÚDE. Qual o objetivo, quando e como realizar o teste da linguinha?. Disponível em: <https://aps.bvs.br/aps/qual-o-objetivo-quando-e-como-realizar-o-teste-da-linguinha/>. Acesso em 18 dez 2019
  • MARTINELLI, Roberta L.C. et al. Protocolo de avaliação do frênulo lingual para bebês: relação entre aspectos anatômicos e funcionais. Rev. CEFAC. Vol.15, n.3. 599-610, 2013
  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE FONOAUDIOLOGIA. Teste da linguinha. 2014. Disponível em: <https://www.sbfa.org.br/fono2014/pdf/testelinguinha_2014_livro.pdf>. Acesso em 18 dez 2019

Próxima página »

Escolhidas para você

Comentários

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários

Escolhidas para você