Saúde

Alopecia areata – O que é, causas, sintomas e tratamento

Alopecia areata é uma doença inflamatória que, na maioria das vezes, está relacionada principalmente a fatores emocionais e genéticos.

A alopecia areata é uma doença autoimune. Todavia, as doenças dessa natureza estão relacionadas a uma condição em que o próprio corpo ataca as células saudáveis. Basicamente, é isso o que acontece com a queda dos fios quando motivada pela alopecia areata.

Quando o couro cabelo está inflamado e acometido pela alopecia areata, certamente os fios vão perdendo vida e caem rapidamente. Geralmente, em locais específicos da cabeça. Há casos em que há perda de pelos em outras partes do corpo também.

O que muita gente não sabe é que embora a alopecia areata não tenha uma causa específica, ela acomete principalmente o sistema emocional do paciente. Por isso, além do tratamento para a queda de cabelo que basicamente é indicado pelo dermatologista. O paciente também precisa ser acompanhado por psicólogos para que se restabeleça sua autoestima.

Principais causas

As principais causas dessa doença estão relacionadas a fatores ambientais como doenças, viroses, vacina, estresse, genética, fatores emocionais, quadros infecciosos entre outros. Sobretudo, a causa mais comum tem a ver com autodefesa do organismo que reage matando células saudáveis e acaba sobrando para os folículos.

Continua após a publicidade
Alopecia areata é uma doença que provoca a queda de cabelo
Pexels

Quem pode ter alopecia?

Os registros da doença entre a população brasileira ainda são baixos. Todavia, pesquisas relacionadas ao assunto destacam que apenas entre 1% a 2% da população poderá ser afetada por ela. Isso inclui homens e mulheres de qualquer grupo racial e idade.

Existe uma estimativa da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), que pelo menos 5% dos pacientes diagnosticados com alopecia areata, possam perder todos os pelos do corpo. E outra estatística, é que essa doença acomete jovens menores de 20 anos.

Continua após a publicidade
Alopecia areata é uma doença que provoca a queda de cabelo
Pexels

Sintomas

O principal sintoma  é a perda rápida de cabelo. Há casos em que pacientes já relataram ardor e queimação no local onde há maior concentração de queda de cabelo.

Curiosidade

Uma curiosidade sobre essa doença é quando os fios voltam a nascer eles renascem com a coloração branca e mais finos. Mas, ao passar do tempo eles voltam a textura e cor normal.

Continua após a publicidade
Alopecia areata é uma doença que provoca a queda de cabelo
Pexels

Tratamento

Atualmente existem muitos tratamentos disponíveis para a alopecia areata. O mais recomendado é o que for indicado pelo dermatologista. Portanto, evitar a automedicação para que não haja avanço da doença é bem aconselhável. Todavia, os tratamentos mais conhecidos são: pomadas para uso local e corticoides.

Certamente, os tratamentos visam controlar a doença e reduzir as falhas. Os remédios irão estimular os folículos a produzir cabelo novamente. Contudo, existem casos que são irreversíveis e somente um dermatologista é capaz de identificar o problema e prescrever o tratamento mais adequado.

Alopecia areata é uma doença que provoca a queda de cabelo
Pexels

Prevenção

Tendo em vista que o surgimento da alopecia areata está relacionado a fatores emocionais, evitar ficar estressado (a) pode ser interessante para evitar o problema.

Como conviver com a alopecia areata

Contudo, quando os esforços para amenizar o estresse não forem capazes de evitar a alopecia areata e seja preciso aprender a conviver com ela durante o tratamento, usar peruca, maquiagem ou chapéu, parecem ser boas opções.

Continua após a publicidade
Alopecia areata é uma doença que provoca a queda de cabelo
Pexels

Alopecia areata tem cura?

Isso vai depender de como cada organismo vai reagir. Existem relatos na medicina de cura total da doença e de progressão da alopecia areata. O importante é cuidar do emocional para não deixar que a alopecia areata venha a causar outros problemas de saúde.

Por isso, há quem recomende o tratamento com o dermatologista associado com visitas ao psicólogo.

Você gostou dessa matéria? Então você também vai gostar dessa: Queda de cabelo – quais são as causas, como evitar e como tratar

Fonte: SBD, Drauzio,  Minha Vida

Continua após a publicidade

Imagem de destaque: Drauzio

Escolhidas para você

Comentários

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários