Saúde

Corrimento com mau cheiro: principais causas e tratamento

O corrimento com mau cheiro pode indicar infecções bacterianas, fungos ou até doenças sexualmente transmissíveis, e é essencial tratá-lo.

Corrimento é algo totalmente normal no corpo feminino. Os fluidos que saem da vagina, pois as células do canal vaginal também se renovam, são comuns para manter o equilíbrio vaginal. Contudo, o corrimento com mau cheiro e fedido pode ser um sinal de que algo está errado com a saúde da região genital. Ele pode ser um alerta para infecções parasitárias, bacterianas ou doenças sexualmente transmissíveis.

Quando se nota um corrimento fedido, geralmente ele tem outra cor, amarelada ou esverdeada. Somado a isso, também traz consigo outros sintomas como ardência na hora de urinar, coceira na região íntima e dor durante as relações sexuais. Desse modo, é importante consultar um médico ginecologista para saber o que está causando o corrimento anormal e ter o melhor tratamento.

Corrimento vaginal normal

Primeiro, para conseguir notar que o corrimento está alterado, é preciso saber como é o corrimento normal da mulher, aquele que não está ligado a doenças ginecológicas. Antes de tudo, é preciso saber que a vagina é o canal interno e a vulva é a parte externa, com os lábios e pelinhos. Assim, o corrimento só pode ser visto quando o fluido sai pelo orifício vaginal.

Com isso, é importante saber que toda mulher em idade reprodutiva pode ter o corrimento vaginal fisiológico, que é o corrimento normal. Em suma, esse corrimento é uma mistura de muco cervical, células do tecido morto da vagina (pois todas as células do nosso corpo se renovam) e bactérias comuns da região vaginal. Sendo assim, ele apenas tem funções básicas de deixar a vagina úmida, lubrificada e limpa na medida certa, para que não surjam outras bactérias e fungos malignos.

Existe um hormônio feminino que estimula a produção de corrimento: o estrogênio. Ele faz isso isso porque é o hormônio que controla a ovulação e o ciclo menstrual com base nela. Assim, quando a mulher está perto de ovular, menstruar, faz uso de anticoncepcionais á base de estrogênio ou está grávida, ela pode ter um aumento de corrimento vaginal comum.

Normalmente, o fluido vaginal comum pode ser mais aquoso, elástico ou espesso. Além disso, a cor normal é parecida com leite ou transparente, com odo quase mínimo ou nenhum cheiro. Quando alguma dessas características está alterada, principalmente um mau cheiro (semelhante a peixe podre), é importante agir.

Corrimento com mau cheiro

Fonte: Blasting News

Existem várias maneiras, cores e jeitos para um corrimento ficar alterado. Contudo, o foco é em quando o corrimento fica com mau cheiro. Quando ele ocorre, muitas coisas podem estar acontecendo na região íntima da mulher e é importante verificar. Assim, as principais causas de um corrimento fedido são as infecções. Elas podem ser:

1 – Candidíase

A candidíase, sendo uma infecção vaginal, é causada por um fungo que vive normalmente na nossa pele e também na flora vaginal. Contudo, o corpo sempre pode ficar desregulado por estresse, muitos antibióticos, diabetes, traumas e etc. Assim, a cândida se multiplica na vagina.

Desse modo, os sintomas de candidíase são uma coceira intensa, possível ardência, dor ao urinar e durante relações sexuais, além do cheiro forte do corrimento. Mesmo com tudo isso, ele ainda fica esbranquiçado, só que mais duro e purulento, parecendo queijo cottage.

2 – Gonorreia

A gonorreia é uma doença sexualmente transmissível. Ela é causada pela bactéria Neisseria gonorrhoea. Geralmente, quando a mulher está com essa doença, o corrimento fica marrom e acompanhando de mau cheiro.

3 – Vaginose bacteriana

Essa é uma infecção vaginal que normalmente ocorre pela presença da bactéria Gardnerella sp. Além do notável mau cheiro, que lembra a peixe podre, o corrimento também fica amarelo ou cinzento.

4 – Tricomoníase

A tricomoníase é também é uma doença sexualmente transmissível, causada por um protozoário parasita chamado Trichomonas vagianlis. Quando presente na vagina, o fluido vaginal também fica amarelo-esverdeado e com um cheiro muito forte.

Tratando o corrimento com mau cheiro

Quando se está com corrimento com mau cheiro, o jeito é consultar um médico ginecologista para saber o que está perturbando a sua região vaginal. Desse modo, pomadas e óvulos de aplicação intravaginal ou comprimidos via oral podem ser receitados.

Corrimento com mau cheiro - por que acontece? e combate
Fonte: Tratamentos a Laser

Além disso, é essencial que o parceiro da pessoa com qualquer corrimento também faça uma consulta. Dependendo a causa (como uma doença sexualmente transmissível), ele também possa necessitar de tratamento. Somado a isso, a abstinência sexual durante o período de tratamento do corrimento é importante até a cura da infecção.

Tratamento caseiro para corrimento com mau cheiro

Para complementar o tratamento com remédios específicos, o médico pode recomendar ações caseiras para ajudar a expulsar o corrimento com mau cheiro do seu corpo. Caso ele não diga nada, você sempre pode perguntar se é aconselhável fazer banhos de assento para complementar o tratamento e eliminar o cheiro fedido mais rápido.

Assim, o banho de assento de folhas de goiabeira pode ser um bom aliado, já que as folhas da planta possuem substâncias antibióticas. Você vai precisar de:

  • 1 litro de água
  • 30g de folhas de goiabeira

Ferva a água e desligue o fogo, acrescentando as folhas de goiabeira. Em seguida, feche a panela por cerca de 5 minutos. Por último, coe com uma peneira para as folhas saírem e coloque em uma bacia.

Assim, basta esperar que atinja uma temperatura que dê para suportar o calor e sente na bacia, lavando a região íntima com cuidado. Faça isso até que a água esfrie e repita o processo de 2 a 3 vezes por dia.

É importante ressaltar que uma alimentação saudável também é importante para reequilibrar a flora bacteriana da região vaginal e regular o corrimento fedido. Assim, prefira legumes, frutas e verduras, além dos iogurtes naturais.

Fontes: Tua Saúde, MD.Saúde,

Imagens: Tratamentos a laser, Blasting News, Drauzio Varella

Próxima página »

Escolhidas para você

Comentários

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários

Escolhidas para você