Saúde

Óleo de melaleuca, o que é? Para que serve e os principais benefícios

O óleo de melaleuca é um poderoso óleo essencial que pode ser usado para diversas finalidades, promovendo uma série de benefícios.

Por Cristyele Oliveira

-

Os óleos essenciais estão muito em alta ultimamente, sendo usados para diversas finalidades. Um desses que ainda não é tão conhecido, mas deveria é o óleo de melaleuca. Extraído de uma árvore australiana, conhecida popularmente como árvore do chá, ou tea tree esse óleo possui propriedades medicinais muito benéficas para a nossa saúde.

O óleo de melaleuca contém propriedades antissépticas, antifúngicas, antibacterianas, anti-inflamatórias, entre outras, fazendo dele um grande aliado para tratar diversos problemas. Desse modo, esse óleo apresenta vários benefícios, para a pele, cabelo, unhas e muitos outros. De tom amarelado e cheiro característico, esse óleo é usado há milhares de anos pelos aborígenes australianos para tratar feridas e outras doenças.

Por isso, hoje iremos conhecer mais do óleo de melaleuca, para que serve e claro, os vários benefícios desse óleo essencial.

O óleo de melaleuca

Natue Life

O óleo de melaleuca é extraído da folhas da árvore Melaleuca alternifolia, nativa da Austrália. A planta pertence à família das Myrtaceae, e apesar de ser uma planta nativa australiana, hoje ela é cultivada também na Europa, Ásia e América do Sul, florescendo principalmente em áreas de pântanos.

Apesar do óleo de melaleuca estar ficando popular agora, ele já era utilizado há muito tempo pelos nativos australianos, na medicina tradicional. Então, na antiguidade, o óleo de melaleuca era usado para tratar diversas enfermidades, isso devido as suas várias propriedades medicinais. Essas que só agora têm sido comprovadas, graças aos vários estudos científicos a respeito da planta e do seu óleo.

Hoje já se sabe, que o óleo apresenta componentes orgânicos muito poderosos, que conferem a  ele propriedades bactericidas, fungicidas, cicatrizantes e anti-inflamatórias, que promovem uma série de benefícios à saúde. Entre os principais compostos, podemos citar o terpinen-4-ol, um fenol com forte ação de limpeza, purificação e anestesia que age no combate de bactérias e vírus. Além disso, tem o a-terpineol, um tipo de álcool monoterpeno que é um poderoso anti-inflamatório e antioxidante.

Para que serve o óleo de melaleuca?

Karen Travels

Portanto, o óleo de melaleuca é muito usado principalmente como antisséptico, devido as suas propriedades que atuam contra bactérias, vírus e fungos. Mas além disso, o óleo da árvore pode ser usado para várias outras finalidades, como veremos a seguir:

Desinfetar feridas

Então, como já dito anteriormente, o óleo de melaleuca é um ótimo antisséptico natural, capaz de eliminar diversas bactérias, tais como E. coli, S pneumoniae, H influenzae, S. aureus entre outras capazes de causar infecções em machucados. Sendo assim, além de desinfetar feridas, o óleo essencial ainda ajuda a acelerar a cicatrização no local, além de reduzir a inflamação.

Nesse caso, a recomendação é usar uma gota de óleo de melaleuca em uma colher de óleo de amêndoas e aplicar sobre a ferida e cobrir. Repita o procedimento duas vezes ao dia até a ferida cicatrizar por completo.

Ajuda no tratamento da acne

Graças as suas propriedades anti-inflamatórias e antissépticas o óleo de melaleuca também contribui para o tratamento da acne. Isso porque ajuda no combate a bactéria Propionibacterium acnes, que é a causadora do processo inflamatório dos folículos pilosos, responsável pela formação das lesões de acne.

Para essa finalidade, o ideal é usar um gel ou fluído que contém melaleuca em sua composição, ou então misturar 1 ml do óleo essencial em 9 ml de água e aplicar sobre a pele afetada pela acne, de uma a duas vezes ao dia.

Tratamento de fungos e micoses

Como tem propriedades fungicidas, esse óleo essencial é muito eficaz no tratamento de micoses nas unhas. Sendo assim, pode ser usando tanto sozinho quanto em combinações com outros medicamentos. Para isso, misture 2 ou 3 gotas do óleo em um outro óleo vegetal, como o de amêndoas ou de coco e aplicar sobre as unhas afetadas por fungos.

Ele também é muito eficaz no tratamento de pé de atleta, uma micose mais resistente e difícil de tratar. Por isso, você pode potencializar o tratamento com medicamentos antifúngicos com o óleo de melaleuca. Desse modo, misture meia xícara de pó de araruta e meia xícara de bicarbonato e adicione 50 gotas de óleo de melaleuca. Por fim, aplique a mistura sobre a área afetada duas vezes ao dia.

Eliminar as caspas

Formularium

Outra ótima finalidade do óleo de melaleuca é no tratamento da caspa. É um ótimo remédio para eliminar o excesso de capas, melhorando a aparência do couro cabeludo e aliviando a coceira na região.

A principal forma de usar o óleo de melaleuca no tratamento da caspas é adicionando algumas gotas do óleo em um shampoo próprio para a caspa e lavar os cabelos frequentemente. Além disso, já tem shampoos próprios para a caspa que contam com o ingrediente na sua fórmula, aí fica a sua escolha.

Repelente natural

O óleo também pode ser usado como repelente natural contra insetos. Inclusive, pode ser até mais eficaz do que vários produtos industrializados para isso. Além disso, também pode ser usado para combater piolhos, evitando a infestação e contribuindo para a sua eliminação. Desse modo aliviando a coceira causada por esses pequenos parasitas.

Portanto, para repelir insetos, você pode fazer um spray natural misturando o óleo de melaleuca com outros óleos essenciais, como lavanda ou citronela e diluir em óleo de amêndoa e usar como um repelente comum. E para combater os piolhos, o ideal é adicionar 20 gotas do óleo de melaleuca no shampoo de uso diário.

Combate o mau hálito

O óleo de melaleuca também é muito eficaz no combate aos micro-organismos que causam as cáries e o mal hálito. Isso graças as suas poderosas propriedades antissépticas e antibacterianas.

Então, para usar com essa finalidade, a dica é fazer um elixir caseiro contra o mau hálito. Sendo assim, misture uma gota de óleo de melaleuca em um xícara de água morna e faça bochecho por 30 segundos, como faria com um antisséptico bucal tradicional.

Principais benefícios do óleo de melaleuca

Fashion Bubbles

Então, como vimos acima, o óleo de melaleuca tem várias utilidades importantes, e consequência disso são os seus benefícios. Tais como:

  • Estimula a cicatrização de ferimentos
  • Limpa e desinfeta ferida
  • Melhora a aparência de queimaduras e manchas na pele
  • Pode ser usado no tratamento de acne
  • Ação hidratante
  • Auxilia no tratamento da dermatite seborreica e psoríase
  • Controla a oleosidade dos fios
  • Protege e fortalece as unhas contra fungos
  • Combate o mau hálito e mau odor

É possível encontrar o óleo de melaleuca facilmente em lojas de produtos naturais ou farmácias. No entanto, é importante ficar atenta ao rótulo para se certificar que se trata de um produto 100% natural, ou seja, livre da adição de ingredientes que possam modificar o seus efeitos.

Contraindicações e efeitos colaterais

eCycle

Apesar de ser uma substância natural, com várias propriedades benéficas para a saúde, deve-se ter um certo cuidado ao usar o óleo de melaleuca. A começar pelo fato de que ele não deve ser ingerido, uma vez que ele é tóxico por via oral. Sendo assim, ele só pode ser usado de forma externa, e quando usado sobre a pele, deve ser diluído em outros ingredientes, para evitar irritações de pele entre outros problemas.

Lembrando que qualquer substância usada de forma incorreta e sem acompanhamento pode causar algum tipo de reação ou alergia na pele, principalmente quando usado em excesso. Por isso a necessidade de usar o óleo misturado com outros componentes antes de aplicar diretamente sobre a pele.

Além disso, por falta de estudos que comprovem a sua segurança, o óleo de melaleuca não é recomendado no primeiro trimestre da gestação. Também é importante estar atento a outros fatores, como tempo e armazenamento, já que o óleo não deve ser exposto a luz solar ou umidade, já que ambas podem influenciar na sua composição.

Normalmente, o seu uso não apresenta efeitos colaterais, mas isso não significa que eles não possam aparecer, mesmo que raramente. Quando isso acontece, pode ser perceber irritações na pele, reações alérgicas, coceira, queimação, vermelhidão e ressecamento da pele.

Então, antes de usar o óleo de melaleuca ou qualquer outro produto, é sempre bom falar com o seu dermatologista para evitar qualquer transtorno e inconveniente.

Enfim, o que você achou dessa matéria? Aliás, aproveite para conferir também Óleo de Ojon – O que é, benefícios para o cabelo e como usar.

Fontes: Tua Saúde Tua Saúde Viva Bem Minha Vida

Imagens: Reviewbox Natue Life Karen Travels eCycle Fashion Bubbles Formularium 

Próxima página »

Escolhidas para você