Saúde

Óleo de Prímula, o que é? Propriedades e benefícios para a saúde

Extraído de uma planta medicinal originada na América do Norte, o óleo de prímula é extremamente benéfico à saúde da mulher.

Atualizado em 10/09/2020

O óleo de prímula é extraído das sementes da Oenothera biennis, uma planta originada da América do Norte, que possui mais de 400 espécies. Inicialmente utilizada na medicina terapêutica indígena, é um dos componentes na natureza com maiores benefícios à saúde feminina.

Também conhecida como prímula da tarde, o óleo é rico em gorduras boas. Em outras palavras, é uma planta constituída por 7 a 10% de ácidos graxos, um nutriente extremamente essencial para o corpo humano.

Dentre os seus inúmeros benefícios, alguns são destacados como os principais, como o alívio dos sintomas da TPM e menopausa, tratamento de problemas na pele, dores nos ossos, controle dos níveis de colesterol e redução da pressão arterial.

Propriedades do Óleo de Prímula

Os ácidos graxos são uma das propriedades do óleo de prímula, principalmente o gama linolênico ácido (GLA), que é considerado uma espécie de ômega 6. Nesse sentido, essa planta é muito utilizada no tratamento de doenças como a inflamação crônica, a dermatite atópica e artrite reumatoide.

Óleo de Prímula
Dr. Sandra Chagas

Esse tipo de ácido ajuda na prevenção do diabetes, endometriose, eczema atópico, hipertensão, esclerose múltipla e alcoolismo. Além do mais, o óleo de prímula também possui os ácidos linolênico, esteárico, palmítico e oleico. Todos eles são anti-inflamatórios, auxiliando na saúde cardiovascular.

Em suma, muitas mulheres fazem uso do óleo de prímula como forma de aliviar os sintomas da TPM e da menopausa, inclusive alguns médicos já indicam esse método caseiro.

Mesmo assim, os benefícios da planta não têm comprovação científica em pacientes com tais queixas. Devemos nos lembrar que cada organismo reage de uma forma diferente, daí a importância de consultar um ginecologista, antes de consumir qualquer remédio, mesmo sendo naturais.

8 Benefícios do óleo de prímula

1 – Alívio dos sintomas da TPM e menopausa

Há evidências de que o consumo do óleo de prímula pode diminuir os episódios de fogachos (ondas de calor) noturnos. Ainda mais, ajuda o intestino a absorver o cálcio, reduzindo a excreção pela urina. No entanto, ainda não há comprovações exatas do efeito para o tratamento da TPM e menopausa, mas existem pesquisas em andamento.

Prímula para saúde
Sollo Nutrition

Em 2011, um estudo clínico mostrou que o óleo de prímula ou vitamina E podem reduzir a proporção de dor em 61,3%, durante o ciclo menstrual. A análise foi feita com 61 mulheres, entre 18 e 40 anos, com suplementação de 3g por dia ou 600mg de vitamina. Todas receberam doses orais, três vezes ao dia, durante um mês (no início do ciclo).

2 – Tratamento da pele com óleo de prímula

O tratamento com 1,2 gramas de óleo de prímula durante 12 semanas, por duas vezes ao dia, deixa a pele hidratada, com elasticidade e resistência a rugas e fadiga. Isto porque o ácido graxo é essencial para a pele humana. O limite total de uso é de 345mg de GLA/dia. Os benefícios ainda se estendem para psoríase e envelhecimento cutâneo.

uso de óleo na saúde da mulher
Catraca Livre

3 – Diminui os sintomas de Dermatite

O consumo de 2 gramas de óleo de prímula por dia, durante 12 semanas, pode reduzir os sintomas da doença. Visto que, um estudo revelou que portadores apresentaram melhora em relação ao prurido. Ao passo que, houve aumento dos níveis plasmáticos de ácido araquidônico, responsável por regular a proteína de crescimento muscular.

remédio no vidro
Guia dieta

4 – Controle da Hiperatividade Infantil

O ácido linolênico, presente no óleo de prímula, pode ajudar na melhora do quadro de crianças hiperativas. Nesse caso, os ácidos essenciais para o corpo preenchem qualquer ausência de gorduras boas.

Óleo para saúde
Pikist

5 – Redução da pressão arterial

O óleo de prímula causa uma ação antiagregante plaquetária, que impede o acúmulo de plaquetas no vaso sanguíneo, liberando o fluxo, e consequentemente, impedindo o aumento da pressão arterial da renina e angiotensina.

óleo medicinal
Extrema dieta

6 – Controle dos níveis de colesterol

O ácido GLA, como dito anteriormente, ajuda a diminuir os níveis de colesterol no sangue. Sendo assim, o efeito benéfico já foi relatado, informalmente, por diversas pessoas nesta condição.

remédio no vidro
Diálogos Universitários

7 – Alivia os sintomas do câncer de mama

O óleo de prímula diminui os distúrbios hormonais do câncer de mama, proporcionando uma melhor qualidade de vida para as pacientes. Em contrapartida, os resultados positivos ainda estão em análise de estudo, pois o consumo têm apresentado melhoras em portadoras da doença.

planta
Planta Sonya

8 – Fortalecimento dos ossos

Uma suplementação por 16 semanas com óleo de prímula e óleo de peixe ajuda no aumento do pro-colágeno e osteocalcina, uma proteína dos ossos e dentes. Assim também, o efeito benéfico se estende para desordens ósseas, estimulando os osteoblastos e células da formação do tecido ósseo em mulheres com osteoporose.

Óleo de Prímula, o que é? Propriedades e benefícios para a saúde
Dia de Saúde

Consumo do óleo de prímula

É necessário seguir a recomendação médica ou nutricionista, já que não existe uma quantidade exata de consumo do óleo de prímula.

Atualmente, podemos encontrar o óleo de prímula em pequenas cápsulas. Elas devem ser ingeridas com água ou suco, de preferência após o almoço e jantar. Visto que, elas absorvem melhor no organismo ao utilizarem uma fonte de gordura.

Cápsula na boca
Vix

Existe uma contraindicação para pacientes epiléticos que fazem tratamento com fenotiazínicos, porque possui um risco de epilepsia do lóbulo temporal.

O óleo de prímula não apresenta efeitos colaterais. No entanto, há possibilidade de dor de cabeça, náuseas e indigestão. Se ingerido em excesso, pode causar trombose, inflamação e imunossupressão por causa do GLA que pode agir semelhantemente ao ácido araquidônico no organismo.

Definitivamente, a combinação do óleo de prímula com o óleo de peixe mostrou benefícios eficazes na pressão arterial e na função renal, mas ela deve ser feita em conjunto com alimentação equilibrada e hábitos de vida saudáveis.

Como resultado, há estudos que indicam possíveis interações do óleo de prímula com remédios antiepiléticos, ácido acetilsalicílico, ticlopidina, dipiridamol e AINES. Por fim, o planta medicinal começou a ser testada em anestesia de procedimentos cirúrgicos.

O que achou dessa matéria? Aliás, aproveite para conferir também: Chá de jasmim – Os benefícios do chá da flor de jasmim para a saúde  

Fontes: Hospital Sírio Libanês, Minha Vida, Seleções, FDC, e Ecycle

Imagens: Dr. Sandra Chagas, Extrema dieta, Guia dieta, Planta Sonya, Vix, Catraca Livre, Pikist, Sollo Nutrition, Diálogos Universitários, e Dia de Saúde

Por <a href='https://areademulher.r7.com/author/karinybianca/' rel='dofollow' class='dim-on-hover'>Kariny Bianca</a>
Por Kariny Bianca
Jornalista, goiana e aventureira, sempre em busca de conhecimento e informação. É amante da escrita, interessada em boas conversas e autora de um livro. (@bianca.kariny)