Beleza

Esmalte em gel, como usar? Benefícios, riscos e diferenças para o comum

Com durabilidade muito mais que a do esmalte comum, o esmalte em gel é o novo queridinho da vez. Mas, será que existem contraindicações?

Atualizado em 25/11/2019

Primeiramente, se você também é apaixonada por esmaltes já deve ter ouvido falar do esmalte em gel e de seus vários benefícios. Inclusive, quem já usou garante que sua principal vantagem é que ele tem uma durabilidade muito maior que os esmaltes comuns.

Ou seja, ele já ganhou muitos pontos por isso né? Até porque, quando vamos à manicure, esperamos que os nossos esmaltes durem o maior tempo possível, sem descascar.

Para quem sonha com as unhas perfeitas por mais de uma semana (bem mais, aliás), o esmalte em gel, portanto, é uma ótima pedida. E, devagarzinho ele está chegando no Brasil com muita variedade.

Basicamente, além de garantir mais brilho para as unhas, o esmalte em gel pode durar mais de 10 dias intacto. Aliás, ele é bem resistente às essas atividades do dia a dia.

E, certamente, você não precisa estar usando alongamentos de unhas para usá-lo. Isso porque o esmalte em gel pode ser aplicado também em unhas naturais. Contudo, no caso de unhas de gel, fibra ou porcelana, a durabilidade é ainda superior.

Além do mais, muitas mulheres afirmam que o esmalte em gel pode ajudar a alongar as unhas, ou mais ou menos isso. Porque, na verdade, o que ele garante é um “empurrãozinho” para que elas cresçam naturalmente, deixando-as mais rígidas.

Outra característica vantajosa desse produto é o fato de que ele seca rápido. Ou seja, você já sai do salão com as unhas secas, e sem risco de borrar ou danificar a pintura.

Esmalte efeito gel x esmalte comum

Afinal, qual a diferença do esmalte em gel para o comum?
Fonte: Cutelaria do Isaías

A princípio, os esmaltes tradicionais podem durar cerca de 7 dias mais ou menos. Isto é, depende das unhas, da qualidade do esmalte e, claro, do cuidado da pessoa. Portanto, sua capacidade de duração varia muito.

Já os esmaltes em gel, como já dissemos, podem durar cerca de 10 dias. Contudo, há quem diga que a durabilidade do esmalte em gel modifica de acordo com as cores. Ou seja, os mais escuros podem durar cerca de 15 dias, enquanto os claros, de 20 a 25 dias.

Sobretudo, os esmaltes em gel deixam as unhas com um pouco a mais de brilho. Isto é, comparando com os esmaltes comuns.

E, para finalizar, é importante deixar claro que os esmaltes em gel, assim como os esmaltes comuns, não contam com restrições de uso. A não ser, claro, que você seja alérgica ao produto.

Fora isso, qualquer pessoa pode usar esse tipo de esmalte. Inclusive, quem reclama de unhas que descascam facilmente, e que normalmente os esmaltes não duram muito por usarem muito as mãos em tarefas do cotidiano.

Aprenda a aplicar o esmalte de gel

1º passo

Afinal, qual a diferença do esmalte em gel para o comum?
Fonte: Studio Deivison

A princípio, a aplicação desse tipo de esmalte varia de acordo com a técnica de cada profissional. Porém, normalmente, são sete passos para aplicar esse esmalte.

Primeiramente, é aplicado um fixador para preparar a unha e retirar o brilho. E, claro, eliminar restos de esmaltes anteriores.

Em seguida, é a vez do antisséptico, para eliminar bactérias. Logo depois, é a vez do desidratador para remover a oleosidade das unhas.

Por fim, é só aplicar um fuse para equilibrar o PH da unha, para que o gel tenha boa aderência e não a deixe desidratar.

2º passo

Afinal, qual a diferença do esmalte em gel para o comum?
Fonte: Greenme

Sobretudo, o segundo passo também varia de técnica para técnica. O mais aconselhável, contudo, é aplicar um primer para abrir os poros das unhas. Porém, muitos não o utilizam.

Inclusive, caso você faça sua unha em casa, não se esqueça de conferir qual primer está comprando. Pois, existem primers para cada tipo de unha.

3º passo

Afinal, qual a diferença do esmalte em gel para o comum?
Fonte: Tudo sobre make

O próximo passo é aplicar o esmalte, da cor da sua preferência. Inclusive, antes de usar o esmalte em gel, é importante que você agite e misture antes. Pois, assim não terá problemas com bolhas e manchas no resultado final.

Certamente, é preciso tomar cuidado quando for retirar o excesso de esmalte. Até porque se restar resquícios de esmalte na unha, e você colocar logo na cabine de LED ou UV, provavelmente ele descascará e terá uma durabilidade inferior.

4º passo

Afinal, qual a diferença do esmalte em gel para o comum?
Fonte: Niina Secrets

Após todos os cuidados, você pode colocar as unhas na cabine ultravioleta de LED ou UV. Nessa cabine, é importante que você deixe as unhas por aproximadamente três minutos. Isto é, depende do tom de esmalte que você usou. Se for um esmalte com mais de uma camada, por exemplo; provavelmente, precisará de mais de três minutos.

Após tempo, você pode passar o esmalte selador para dar mais brilho. Em seguida, é preciso deixar a unha por mais três minutos na cabine. Então, suas unhas já estarão secas, e sem riscos de acidentes. E também não será necessário fazer uma manutenção semanal enquanto o esmalte estive inteiro e ou brilhante.

De modo geral, o esmalte em gel requer mais práticas e técnicas. Por isso, é considerado um pouco mais complicado de se trabalhar que os esmaltes comuns. Inclusive, se for aplicado de forma incorreta, o esmalte provavelmente descascará com mais facilidade.

Inclusive, na hora de removê-lo, é necessário uma solução especial. Também é necessário manter as unhas sempre hidratadas, para evitar estragos quando ele for removido.

Cuidados

Afinal, qual a diferença do esmalte em gel para o comum?
Fonte: Youtube

Mesmo que seja ótimo estar sempre com as unhas em dia, não é aconselhável que você use o esmalte em gel sempre. Basicamente, porque os produtos usados na remoção desses esmaltes podem danificar as unhas.

Basicamente, esses removedores especiais são mais potentes, e podem retirar alguns componentes bons da unha. Por isso, os dermatologistas indicam usar removedores com óleos, os quais ajudam a manter a água na parte interna das unhas.

Inclusive, é necessário que você mantenha suas unhas sempre hidratadas para evitar o ressecamento e a quebra. Mas, se suas unhas estiverem muito frágeis e quebradiças, a culpa pode não ser totalmente do esmalte ou do removedor.

Médicos alertam que estes podem ser sinais  problemas de saúde. Como, por exemplo, alterações na tireoide, anemia, perda rápida de peso ou falta de proteína.

Fique atento as mudanças de cores da sua unha

1- Esbranquiçada

Afinal, qual a diferença do esmalte em gel para o comum?
Fonte: OPAS

Sobretudo, se esse for o seu caso, pode ser uma alteração na matriz da unha. E isso pode ocorrer por disfunções renais, anemia, uso de medicamentos ou traumas na hora de retirar a cutícula. Ou então, algumas manchas podem surgir espontaneamente.

2- Amarelada

Afinal, qual a diferença do esmalte em gel para o comum?
Fonte: Ideia Rosa

De modo geral, as unhas podem ficar amareladas por conta da ação de fungos. Ou então, pelo aumento de betacaroteno, que é um pigmento presente na cenoura, beterraba, abóbora, manga e mamão, uso de remédios ou resíduos de esmaltes que pigmentam a lâmina da unha

3- Marrom

Afinal, qual a diferença do esmalte em gel para o comum?
Fonte: Pure people

Já esse caso pode ser decorrente de fungo ou traumas. Inclusive, ele é mais comum em pessoas negras e nos dedos dos pés, os quais são prejudicados por sapatos apertados. Vale destacar que se atingir toda a unha, pode ser sinal de melanoma, que é um tipo de câncer de pele

4- Azul ou avermelhada

Afinal, qual a diferença do esmalte em gel para o comum?
Fonte: Igor Cursi

E por fim, esse caso é um pouco mais grave pois, ele pode ser resultado de doenças autoimunes, que aumentam os vasos na cutícula e podem deixar as bordas avermelhadas. Além do mais, pode ser também pelo uso de medicamentos, alterações vasculares ou psoríase, que é uma lesão crônica da pele.

Enfim, o que achou da nossa matéria? Já quer passar o esmalte em gel na unha?

Vem já conferir mais uma matéria do Área de Mulher: Como fazer unhas em casa? Passo a passo dividido em 5 dicas

Fontes: G1.Globo, Tudo sobre make, Cutelaria do Saías

Imagem de destaque: Esmalte bonito