Beleza

O que causa frizz no cabelo? Causas e soluções

Existem várias possibilidades para o que causa frizz no cabelo. O problema, apesar de incômodo, também possui soluções simples e fáceis.

Quando se fala em cabelo, o frizz é um dos maiores estresses de quem não aguenta avistar aqueles fios arrepiados. Sempre surgindo nos momentos mais inoportunos, ele atrapalha penteados lindos para ocasiões especiais ou até mesmo aquela chapinha tão esperada. Assim, não é nenhuma loucura afirmar que o problema é um dos maiores vilões da beleza das madeixas. Mas afinal, o que causa frizz no cabelo? E é possível evitá-lo?

Mesmo que o problema possua várias causas, fique sabendo que sim: é possível evitá-las. Nesse sentido, não é preciso mais do que um pouco de paciência, cuidado e alguns truques valiosos. Antes de mais nada, porém, torna-se essencial entender o motivo do frizz estar aterrorizando sua cabeça. Uma das razões mais comuns indica que seus fios podem não estar tão saudáveis assim, e dessa forma, o frizz pode até mesmo agir como um indicador.

Dessa forma, confira abaixo tudo que você precisa saber sobre o que causa o frizz no cabelo, bem como as melhores formas de remediar o problema. É preciso manter em mente que, acima de tudo, a oportunidade é criada para que você possa analisar a saúde de seus cabelos.

O que é o frizz?

Fonte: Salonline

Mas afinal, o que exatamente é o frizz? Os fios arrepiados que despontam do resto de cabelos normalmente alinhados são uma ocorrência da falta de cuidados. A fibra capilar, por fora, está revestida de uma cutícula que possui como função a proteção dos fios. Quando ressecadas, elas costumam se abrir, o que faz com que a hidratação presente na fibra escape.

Assim, o efeito da abertura da cutícula é o do aspecto arrepiado dos cabelos: o tal frizz. Inicialmente, o problema costuma surge principalmente da umidade do ar, sendo ambientes úmidos responsáveis por deixar os fios mais altos. O motivo? Ao entrar em contato com madeixas que estejam muito ressecadas, a união entre a umidade do ar e o cabelo resulta em eletricidade estática. Por fim, fios rebeldes crescem para todos os lados e ocasionam o tão temido problema.

Cabelos mais propensos a ter frizz

Primeiramente, é importante entender que qualquer tipo de cabelo, quando seco ou ressecado, está propenso a ter frizz. Todavia, alguns tipos de fios ainda possuem maior probabilidade de acabar arrepiados, que é o caso dos cacheados e crespos. Pelo fato de ter um formato espiralado, boa parte da oleosidade natural da raiz não alcança as pontas, o que facilita o ressecamento. Seja como for, ainda existem muitos tratamentos especialmente voltados para a recuperação da saúde das madeixas, como o botox capilar.

O que causa o frizz?

Apesar do problema ter várias causas, as mais comuns costumam girar em torno de ressecamento, danos na fibra capilar e até mesmo interferência climática. Nesse sentido, mesmo com a facilidade do frizz surgir, evitá-lo é tão simples quanto.

1 – Excesso de procedimentos químicos

O que causa frizz no cabelo
Fonte: Sabará

Quando se fala em frizz, uma das situações mais comuns que ocasionam seu surgimento é o excesso de processos químicos, como coloração, descoloração e alisamentos. Os métodos retiram nutrientes essenciais da estrutura capilar, fazendo com que a entrada de umidade do ar seja facilitada, o que causa a eletricidade estática. Assim, a carga negativa repele os fios, dando a eles o aspecto arrepiado. Procedimentos químicos ainda podem deixar os cabelos porosos, fracos e quebradiços. Ao realizá-los, é importante esperar pelo menos 15 dias até o próximo.

Solução

Uma das melhores formas de evitar o frizz ocasionado pelos procedimentos químicos é investir em um bom tratamento reconstrutor após realizá-los. Além de inserir tais produtos em sua rotina de lavagem dos fios, reserve um horário no salão pelo menos uma vez no mês para um tratamento mais profundo, com resultados melhores.

2 – Utilizar creme de pentear em excesso

O que causa frizz no cabelo
Fonte: Vix

Você sabia que até mesmo o creme de pentear em excesso pode ser uma razão para o que causa frizz no cabelo? O efeito esperado do produto acaba resultando em uma consequência extremamente inversa. Após o banho, muitas pessoas utilizam a mistura, esperando remediar a situação dos fios arrepiados. Todavia, o excesso de creme de pentear leva a problemas no couro cabeludo, que fica tomado de resíduos que não foram bem eliminados durante o enxague. Assim, ao buscar estilizar os fios sem o produto, o frizz se tornará ainda mais aparente.

Solução

A principal indicação para evitar esse tipo de problema é aplicar um leave-in nos fios ainda molhados, mas apenas no comprimento e nas pontas. Além disso, também é possível utilizar produtos específicos para sua textura capilar, porém em quantidades pequenas, visando apenas a maciez e o controle do cabelo.

3 – Ressecamento

Fonte: Laces and Hair

O ressecamento segue sendo um dos principais vilões quando o assunto é o que causa o frizz. Fios com problemas de ressecamento, além do aspecto arrepiado, também ficam espigados. A ocorrência é causada por danos diários, como poluição, raios solares e qualquer outra que retire a hidratação natural da fibra capilar. Dessa forma, a definição do fio é prejudicada, deixando as madeixas menos macias e propensas à eletricidade estática.

Solução

Antes de mais nada, o ideal é evitar lavar os cabelos em água muito quente. A temperatura elevada faz com que as cutículas do fio se dilatem, deixando a água atingir as camadas mais profundas da fibra capilar, provocando o ressecamento. Além disso, também é possível iniciar um cronograma capilar que possua foco na nutrição, reconstrução e hidratação do cabelo. Caso não saiba quais os melhores produtos para seu tipo de madeixa, converse com um profissional e tire todas as suas dúvidas.

4 – Clima úmido

O que causa frizz no cabelo
Fonte: Álamo

Não tem para onde correr: quando chove, a umidade do ar consequentemente aumenta, fazendo com que os fios fiquem arrepiados mais facilmente. Da mesma forma, a água penetra a fibra capilar, possibilitando a fricção da estática e então o frizz. Locais naturalmente mais úmidos que os outros são os grandes vilões de quem possui frizz.

Solução

Para evitar que o frizz apareça com muita frequência, busque manter o cabelo sempre hidratado. Assim, a penetração da umidade torna-se mais difícil. Aproveite também para aplicar leave-ins que possuam ação antifrizz nas pontas e no comprimento antes de sair de casa, o que protege a fibra capilar de possíveis agentes externos.

5 – Falta de cuidado

Fonte: All Things Hair

Nesse sentido, a falta de cuidado não está relacionada à lavagem e aplicação de produtos no cabelo, mesmo que tais fatores também influenciem a ação do frizz. Aqui, a desatenção na hora de pentear, alisar e escovar os cabelos é o problema, já que o excesso de esforço mecânico também pode deixar os fios mais arrepiados que o normal. Hábitos diários que um dia pareciam inofensivos podem, na verdade, ser a causa dos seus problemas.

Solução

Determinados hábitos podem ser adotados para acabar de vez com o problema. Ao lavar o cabelo, por exemplo, lembre-se de massagear os fios de baixo para cima. O mesmo vale para a hora de desembaraçar: comece das pontas e vá seguindo até o topo. Começar de cima para baixo pode quebrar os fios e deixá-los frágeis. Evite também esfregar a toalha no cabelo para retirar o excesso de água. O hábito aumenta o atrito com as cutículas, o que ocasiona em mais frizz.

6 – Envelhecimento capilar

O que causa frizz no cabelo
Fonte: Luciana Maluf

Por fim, o envelhecimento capilar também pode ser um fator que aumente o frizz. O problema é cumulativo, piorando ao longo dos anos, algo que é irreversível, mas que pode ser diminuído. Com o tempo, o organismo torna-se incapaz de produzir os nutrientes importantes para a fibra capilar, deixando-a fraca e possibilitando falhas em sua estrutura, e assim, o que causa frizz no cabelo.

Solução

Para minimizar o problema o máximo possível, invista em alguns bons finalizadores que ajudem a eliminar o aspecto arrepiado dos cabelos, bem como valorizar sua forma. Além disso, alguns tratamentos profissionais podem ser feitos de tempos em tempos, com ação mais profunda e resultados mais intensos. Assim, a fibra pode ser blindada e a umidade não penetrará tão facilmente.

Outras soluções para o frizz

Certos truques são valiosos e podem ajudar muito na hora de diminuir o que causa frizz no cabelo e seu aspecto arrepiado. Com apenas alguns toques, é possível mudar o visual e acabar com o desânimo que o problema teria causado.

  • Caso precise usar o secador, prefira pentear os cabelos com os dedos do que a escova enquanto ele é secado. A escova pode causar atrito excessivo, deixando os fios muito mais arrepiados. Com os dedos, estique bem o cabelo e passe o aparelho normalmente.
  • Regiões mais críticas podem ser salvas com um pouco de óleo ou creme de pentear. Apenas pingue uma gota na palma da mão e pressione na raiz do cabelo, logo onde o frizz mais aparece. Para quem não possui couro cabeludo oleoso, substitua o óleo por creme de pentear.
  • Outra dica valiosa é trocar sua escova de plástico por uma de madeira. O plástico causa maior estática nos fios, enquanto a madeira minimiza os efeitos.
  • Finalizar um penteado como um rabo de cavalo ou coque com um bom finalizador pode ser a diferença entre um aspecto perfeito e o surgimento do tão temido frizz.
  • Lembre-se sempre de hidratar bem o cabelo. Depois de seco, aposte em mais hidratação, aplicando um pouco de óleo capilar.

E aí, o que você achou dessa matéria sobre o que causa o frizz? Se te interessou, confira também

Fontes: Aneethun, Segredos de Salão, Cabelo

Imagens: Intervision, Salonline, All Things Hair, Sabará, Vix, Laces and Hair, Álamo, All Things Hair, Luciana Maluf

Próxima página »

Escolhidas para você

Comentários

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários

Escolhidas para você