Beleza

Secador e chapinha – Características, diferenças e cuidados

Apesar de serem excelentes para modelar e domar os fios, o secador e a chapinha possuem efeitos a longo prazo que podem danificá-los.

O secador e a chapinha são ferramentas poderosas de modelação das madeixas do dia a dia, mas como tudo que é feito em excesso, seu uso prolongado possui consequências. Os aparelhos de calor potencializam os bons efeitos, porém os fios que sofrem sua ação necessitam de maiores cuidados. Assim, torna-se importante investir em mais alguns passos da rotina capilar ao decidir tê-los como aliados.

Se você possui o costume de finalizar os fios com aparelhos como o secador e a chapinha, é essencial entender as reações a longo-prazo de seu uso. Além de modelar, a alta temperatura também é responsável por ressecar e fragilizar o cabelo. Isso ocorre pelo fato do calor enfraquecer as cutículas que protegem a fibra capilar, facilitando a perda da nutrição e hidratação. Eventualmente, o cabelo torna-se danificado, sem brilho e extremamente sensível.

Mas afinal, qual das ferramentas é mais prejudicial? Confira abaixo as indicações a respeito do secador e da chapinha, bem como dicas de uma boa rotina capilar aliada aos aparelhos.

Secador e chapinha
Fonte: Folha de Londrina

Secador x Chapinha

Você já se perguntou a respeito de qual ferramenta é responsável pelo maior dano no cabelo? Mesmo que as duas utilizem o calor intenso a seu favor, dependendo do objetivo, é possível encontrar uma melhor alternativa. Nesse caso, o secador segue sendo menos agressivo que a chapinha. O motivo é a melhor distribuição de calor do aparelho, enquanto a prancha age concentrando toda a sua alta temperatura na superfície que entra em contato. Assim, a probabilidade de ressecar e quebrar os fios é muito maior.

Apesar disso, não é necessário parar de usar completamente nenhuma das duas. Tanto o secador quanto a chapinha podem ter seus efeitos negativos minimizados ao adotar uma boa e saudável rotina capilar, e sem diminuir seu poder modelador. Se você não abre mão dos aparelhos, é essencial adicionar as dicas de proteção e tratamento dos fios ao seu dia a dia de cuidados.

Cuidados necessários com secador e chapinha

Descobrir os efeitos negativos do secador e da chapinha não é o fim do mundo. Apesar do problema precisar de maior atenção, existem várias alternativas que tornam o processo muito menos agressivo, protegendo os fios da ação intensa do calor. Com disciplina e cuidado, não é preciso abrir mão das ferramentas valiosas para a modelação das madeixas. Confira 5 dicas valiosas para prolongar seu uso:

1 – Aposte em um bom protetor térmico

Fonte: Madeixa

A peça-chave dos cuidados com o cabelo danificado pelo calor é o protetor térmico. É crucial aplicar um leave-in antes de utilizar qualquer secador ou chapinha, pois o produto é capaz de criar uma barreira térmica que preserva a fibra capilar. Assim, a proteção está garantida, bem como o efeito prolongado do aparelho. Além disso, o leave-in, quando de qualidade, também pode impedir a rigidez do fio, o desbotamento, a perda de brilho e a queda.

Para utilizar o produto, aplique-o antes de ligar o secador ou a chapinha, em cabelos tanto secos quanto úmidos. Caso queira utilizar os dois aparelhos, é necessário passar o leave-in duas vezes, antes do secador e antes da chapinha.

2 – Não lave o cabelo todos os dias

Fonte: Tua Saúde

Você sabia que a lavagem constante dos cabelos pode ser prejudicial? O fato é um alerta ainda maior quando eles passam pela constante ação dos aparelhos de calor. Caso haja escova ou modelação dos fios após toda lavagem, a exposição às altas temperaturas torna os danos ainda maiores. Além disso, o uso diário do shampoo destrói a oleosidade natural das madeixas, deixando-os ressecados e opacos. É importante dar ao cabelo um descanso de dois ou até mesmo três dias entre as lavagens. Caso necessário, utilize um shampoo seco.

3 – Invista no tratamento

Fonte: Vix

Outro fator muito importante da rotina capilar influenciada por secador e chapinha é uma boa base de tratamento intensivo. No caso, é possível adotar máscaras de reparação potentes aos cuidados do cabelo, que podem substituir e intercalar os dias de uso do condicionador, proporcionando as proteínas e nutrientes necessários.

Todavia, evite aplicar o produto na raiz, pois a região não precisa do tratamento, além do couro cabeludo sofrer com os poros entupidos pelos cremes. As máscaras reparadoras devem ser aplicadas mecha por mecha e massageadas suavemente, seguidas de um bom enxague. Da mesma forma, uma ótima dica é investir em uma linha de cuidados com queratina, que ajuda a reparar o cabelo sem agredir os fios. A queratina auxilia no tratamento de cabelos ressecados, danificados, com pontas duplas, sem volume e com frizz.

4 – Cuidado com a temperatura do secador e da chapinha

Secador e chapinha
Fonte: Zoom

Esse é um detalhe que muitas vezes passa despercebido ao utilizar os aparelhos, mas que importa muito quando as consequências do uso prolongado se tornam aparentes. Boa parte dos secadores e chapinhas permitem que a temperatura da ferramenta seja regulada, e a funcionalidade é crucial para manter os cabelos mais saudáveis. Temperaturas muito altas provoca a quebra dos fios, no entanto, a temperatura extremamente baixa implica em mais trabalho em cada mecha, prolongando o efeito do aparelho e seus prováveis danos.

Assim, é importante diminuir a temperatura do aparelho ao lidar com partes do cabelo mais sensíveis, como os fios delicados do contorno do rosto. Para os fios mais grossos, normalmente no centro da cabeça, é possível utilizar temperaturas mais altas. Ao aliar o leave-in, é essencial lembrar que a maioria dos produtos só assegura a saúde do cabelo até os 230ºC, portanto, o limite deve ser respeitado.

5 – Busque tratamento profissional

Secador e chapinha
Fonte: No Detalhe

O secador e a chapinha não necessitam de manuseio de um especialista, mas o cabelo que passa constantemente por seu efeito sim. Dessa forma, qualquer que seja a sensibilização acometida pelos fios deve ser analisada por um profissional, que pode oferecer um tratamento específico e seguro para as madeixas. Além disso, ele pode ainda recomendar os melhores produtos para sua rotina capilar, assegurando os bons efeitos dos aparelhos e a reparação do fio. Quando a dúvida bater, visite um salão de beleza!

Essa matéria te interessou? Se sim, confira também Cabelo queimado – Como prevenir e tratar o cabelo danificado

Fontes: Derma Club, Segredos de Salão, Beleza Extraordinária

Imagens: No Detalhe, Tua Saúde, Madeixa, Vix, Zoom, Folha de Londrina, Extra Globo

Próxima página »

Escolhidas para você

Comentários

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários

Escolhidas para você