Celebridades

Conselho de enfermagem critica Bruna Marquezine por sua fantasia

Na última terça-feira, o conselho de enfermagem de São Paulo publicou nota criticando Bruna Marquezine por sua fantasia de enfermeira.

A atriz e modelo Bruna Marquezine foi alvo de críticas na última terça-feira (2) após postar, em seus stories do Instagram, uma foto fantasiada de enfermeira. A fantasia de Halloween da atriz não foi bem vista pelo Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo (Coren-SP). Além disso, o conselho de enfermagem critica Bruna Marquezine, publicando um pronunciamento criticando o caso da atriz, bem como de outras pessoas que escolheram o uniforme de enfermeira como fantasia.

Na publicação da conta oficial do Coren – SP, comentários sobre o assunto divergem em relação à crítica do Conselho. Enquanto muitos desaprovam do teor de seriedade da postagem, muitos profissionais de enfermagem demonstram seu apoio sobre a questão. Uma internauta comenta: “Quero ser respeitada, uma fantasia não me representa. Valorização da enfermagem já”. Nesse sentido, Bruna Marquezine excluiu os registros de sua fantasia dos stories, mas não chegou a se pronunciar sobre o caso.

Em uma parte do comunicado, o Conselho reforça a seriedade da profissão, bem como o fato da fantasia de Halloween possibilitar episódios de assédio e violência comuns na área. O conselho de enfermagem critica Bruna Marquezine no quesito de ignorar as várias situações de caráter negativo vividas por mulheres da área.

“A enfermagem é uma profissão que exige conhecimentos técnicos, anos de estudo e muito empenho em seu cotidiano. Além disso, por ser uma categoria predominantemente feminina, com mais de 80% de mulheres, sofre impactos das desigualdades de gênero. Isso inclui episódios de violência e assédio. É inadmissível que a fantasia de enfermeira utilizada em carnavais, festas de halloween e sátiras continue sendo tolerada pela sociedade, sobretudo por formadores de opinião.”

Comentários do público

Conselho de enfermagem critica Bruna Marquezine por usar fantasia de enfermeira

Outras internautas também deram apoio ao pronunciamento do Conselho e expressaram sua indignação perante a fantasia da atriz. Uma delas, por exemplo, escreve: “Então ela é cheia de feminismo, mas acaba utilizando uma fantasia de enfermeira. Mal sabe o quanto sofremos já com tanta sexualização da nossa profissão. Enfermeira não é atriz, não é faz de conta. Não fazemos ‘ceninha’ quando estamos prestando assistência, muito menos caras e bocas, dona Bruna Marquezine”.

Boa parte do público, porém, julgou o post do Coren – SP desnecessário de acordo com a atual situação. Muitos exigiram que fosse abordada a pauta do piso salarial da área da enfermagem, julgando o caso da atriz de pouca importância comparado à PL. Nesse sentido, uma das contas rebate: “Tudo que a enfermagem exige o Coren não faz, não respeita a própria classe quando precisamos e agora vem falar de fantasia. Cadê a fiscalização? Cadê um ambiente de trabalho menos hostil? E o piso salarial digno?”.

Conselho de enfermagem critica Bruna Marquezine: pronunciamento do Coren – SP

Conselho de enfermagem critica Bruna Marquezine por usar fantasia de enfermeira

Dessa forma, confira também o pronunciamento do Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo na íntegra: “Fantasias de enfermeira desvalorizam o profissionalismo da enfermagem. A enfermagem é uma profissão que exige conhecimentos técnicos, anos de estudo e muito empenho e dedicação em seu cotidiano.

Além disso, por ser uma categoria predominantemente feminina, com mais de 80% de mulheres, sofre os impactos das desigualdades de gênero, o que inclui episódios de violência e assédio. Por esses e muitos outros motivos, é inadmissível que a fantasia de enfermeira, utilizada em carnavais, festas de halloween e sátiras continue sendo tolerada pela sociedade, sobretudo por formadores de opinião.

O tema já foi alvo de intervenções do Coren-SP por diversas vezes, como no episódio em que as atrizes Giovanna Ewbank e Ingrid Guimarães humildemente se retrataram por terem se apropriado da imagem da profissão com conotação sexual.

Deparamos-nos nas recentes celebrações de Halloween com a atriz Bruna Marquezine fantasiada do que a mídia chamou de ‘enfermeira sexy’. Também com postagem de influenciadoras como Cátia Damasceno, que fez uma enquete para que os seguidores escolhessem sobre a fantasia de mulher gata ou “enfermeira bem sexy; e Thais Massa que se fantasiou como tal.

Repudiamos veementemente essa conduta, pois ela incentiva a sexualização de uma categoria que há décadas luta por valorização e respeito. São trabalhadoras que enfrentam sucessivas jornadas de trabalho, em seus lares e no cotidiano profissional e que não merecem ou devem ser estereotipadas dessa forma.

O Coren-SP defende que todo o humor e diversão são válidos desde que não prejudiquem ou provoquem qualquer impacto negativo na vida do próximo. Por isso faz um apelo à sociedade e aos formadores de opinião: respeitem e valorizem as mulheres da enfermagem.”

Próxima página »

Escolhidas para você

Comentários

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
1 Comentário
Antigos
Novos Mais votados
Feedbacks
Ver todos os comentários
Franklin
Franklin
1 de julho de 2022 14:08

Caso Klara Castanho, o que vão fazer?


Escolhidas para você