Donatella Versace: quem é, carreira, família, antes e depois

Donatella Versace é uma designer de moda italiana, o nome a frente de uma das maiores grifes do mundo, a Versace. Conheça sua história.

Donatella Francesca Versace, ou apenas Donatella Versace é uma designer de moda italiana, bem como atual vice-presidente do Grupo Versace, um dos maiores e mais luxuosos conglomerados de moda do mundo. Além disso, Donatella atua como designer-chefe da grife fundada por seu irmão Gianni Versace.

No mundo da moda, Donatella Versace é um nome que transmite poder, sendo uma das personalidades mais icônicas e importantes desse meio. Atualmente com 67 anos de idade, Donatella continua na ativa, sendo a responsável por vários desfiles e campanhas marcantes da marca Versace. 

Aliás, a estilista é a responsável pela transformação e sucesso da grife, que se tornou um dos maiores objetos de desejos das mulheres e fashionistas. A seguir, vamos conhecer um pouco mais sobre a história e carreira de Donatella Versace.

Quem é Donatella Versace?

Donatella Francesca Versace nasceu no dia 2 de maio de 1955, em Reggio, na região de Calábria, no sul da Itália. Ela é a mais nova de uma família com 4 filhos, bastante conservadora.

Aliás, o seu pai era um contador privado da aristocracia italiana e sua mãe, Francesca era dona de um ateliê de costura. Sendo assim, desde muito jovem, Donatella já despertou o interesse pela moda, assim como seu irmão mais velho Gianni Versace. Portanto, a moda sempre fez parte da vida de Donatella que posteriormente acabou se tornando a diretora criativa de uma das maiores grifes de moda do mundo e uma das principais estilistas do mundo.

Relação com Gianni Versace

Gianni Versace, seu irmão era 9 anos mais velho que Donatella, e os dois sempre tiveram uma relação muito próxima. Gianni estudou arquitetura e só depois entrou no mundo da moda lá em Milão. Segundo conta Donatella, foi seu irmão que a incentivou a pintar o cabelo de loiro, o que virou sua marca registrada no mundo. 

No final dos anos 1980, Gianni criou sua própria marca, a Versace. Sendo assim, Donatella trabalhou com o irmão, sendo sua conselheira crítica e principal fonte de inspiração. Desse modo, os irmãos Versace foram ganhando cada vez mais destaque e relevância no mundo da moda, tendo uma parceria muito eficiente e também agitada, com relatos de discussões acaloradas.

Segundo Donatella, ela sempre foi quem desafiou o irmão a ser mais ousado em sua grife. Então, durante os anos de parceria entre eles, os dois foram os responsáveis por alguns das mais icônicas campanhas de moda do mundo, com fotos marcantes e modelos como os cantores Prince e Madona. 

Contudo, a parceria chegou ao fim em 1997, quando Gianni foi assassinado em sua casa em Miami. Depois da morte do irmão e fundador da Versace, Donatella assumiu o cargo de designer-chefe da grife, ficando com 20% da empresa, enquanto o restante ficou 50% para a sua filha, Allegra e os 30% com o seu outro irmão.

Em 2022, 25 anos após a morte de Gianni, Donatella compartilhou algumas lembranças com o irmão. “25 anos sentindo sua falta, Gianni. Todos os dias, eu gostaria que você ainda estivesse aqui”, escreveu ela.

Vida pessoal

No que diz respeito a vida pessoa, a estilista já foi casada por duas vezes. O seu primeiro casamento foi com o ex-modelo Paul Beck, em 1983. Desse casamento, Donatella teve dois filhos, Allegra e Daniel Versace. Contudo, o casamento chegou ao fim em 2000 e ela se divorciou do pai de seus filhos.

E em 2004, Donatella se casou novamente, dessa vez ela subiu ao altar com o empresário Manuel Dallori. No entanto, o relacionamento dos dois durou apenas um ano.

Atualmente com 67 anos, Donatella segue solteira e muito bem resolvida com o seu “status“. De acordo com a estilista “os homens são necessários só para aventuras amorosas e para relações físicas”.

Carreira de Donatella Versace

A carreira de Donatella Versace se resume basicamente a Versace, fundada em 1978 pelo seu irmão Gianni Versace.

Início de sua carreira na Versace

Como dito anteriormente, desde a fundação da Versace, Donatella esteve ao lado do seu irmão, sendo a sua principal parceira e fonte de inspiração. Juntos os dois colocaram a marca no radar das principais grifes de moda da época, além de fazer campanhas marcantes e que se tornaram um marco da moda. 

Aliás, Donatella é responsável por boa parte do sucesso da grife, visto que ela era quem incentivava seu irmão a investir em peças mais ousadas, o que virou marca registrada da Versace.

Direção artística da Versace

Com a morte de Gianni Versace em julho de 1997, Donatella passou a ser a designer-chefe da grife. Sendo assim, ela assumiu a direção artística e administração da empresa do irmão, a qual ela também é uma das donas, e atual vice-presidente.

Contudo, em entrevista concedida em 2018, Donatella revelou que a perda do irmão e a função de liderar a luxuosa grife foi um grande desafio para ela. Isso porque no testamento, Gianni deixou 50% da empresa para a sobrinha, Allegra, filha de Donatella.

“Gianni idolatrava a minha filha e sempre a chamava de ‘minha princesinha’, mas ele colocou um tremendo fardo sobre ela com esta decisão. Ao dar metade da Versace para minha filha, ele me obrigou a assumir a responsabilidade pela empresa até que ela atingisse a maioridade. Sem esta condição, eu poderia ter deixado a empresa após sua morte”, revelou a estilista.

Além disso, a escolha de Donatella para gerir os negócios do irmão foi um pouco duvidosa, isso devido a persona polêmica e exótica que ela era. No entanto, as desconfianças foram infundadas, já que a estilista foi a melhor escolha para a expansão e prosperidade da marca.

O primeiro desfile com a assinatura de Donatella foi feito um ano depois da morte do seu irmão, na piscina do Hotel-Ritz em Paris, e marcou o lançamento do Atelier Versace. De modo geral, podemos dizer que Donatella é uma estilista única, radical e eficiente. Ela fez coleções icônicas para as marcas Versus, integrada a Versace, a própria Versace e o Atelier Versace, que é uma subdivisão focada somente em alta costura. 

Por fim, desde que a empresa está sob o seu comando criativo, é fato que ela tem obtido resultados satisfatórios, em todos os sentidos, mais do que quando era gerida por Gianni.

Polêmicas envolvendo Donatella Versace

Donatella Versace tem uma personalidade bem polêmica e exótica, sendo uma das figuras mais intrigantes do meio fashion.

Pressão e vício em drogas

Após a morte do irmão, quando ela teve que assumir a direção criativa da Versace, foi um momento muito difícil para Donatella, que acabou desenvolvendo um vício em cocaína, o que afetou diretamente a sua família e autoestima. Além disso, nessa época, Donatella revelou que precisou criar uma persona para manter sua figura pública e claro, preservar a imagem da grife.

“Eu era o novo rosto da Versace. Quem compra moda de uma designer fraca e instável que está louca porque usa drogas e, portanto, não consegue se segurar? Ninguém! Então eu criei uma segunda Donatella: fria e distante, agressiva e assustadora”, contou em entrevista a revista Harper’s Bazaar.

Cirurgias plásticas e aparência exótica de Donatella

Donatella Versace: quem é, carreira, família, antes e depois

Na mesma época que enfrentou essas dificuldade, Donatella começou a mexer na sua aparência física. Aliás, a estilista é vista como uma das personalidades que aderiram as plásticas mas que não tiveram um bom resultado, pelo contrário. Mas ela não parece ter se arrependido das mudanças. 

Donatella passou a usar maquiagem muito pesada, além de se submeter a uma série de procedimentos estéticos que modificaram completamente o seu rosto, deixando-a irreconhecível de quando começou a trabalhar com moda. Entre os vários procedimentos, ela fez preenchimento labial, aplicação de colágeno e botox, tudo isso acabou transformando seu rosto, deixando um aspecto de deformidade e uma fisionomia bem diferente.

Segundo a própria Donatella ela afirma que não acredita em “mulher ao natural”. Para ela, naturalidade é uma qualidade dos vegetais. E ainda diz que nem se lembra da cor natural de seus fios e que nem considera muda-los, pois nunca se reconheceria com outro penteado.

Curiosidades sobre Donatella Versace

Por fim, vamos conferir algumas curiosidades marcantes sobre a icônica Donatella Versace:

1. Visual icônico de Donatella

Impossível pensar em Donatella Versace e não lembrar do seu cabelo loiríssimo que se tornou sua marca registrada. A ideia de descolorir e pintar o seu cabelo foi do seu irmão, Gianni Versace quando Donatella tinha apenas 11 anos de idade. A inspiração foi a cantora italiana Patty Bravo que tinha longos e lisos cabelos platinados.

“Ser loira é um estilo de vida. Você encara o mundo como uma amazona. Sobrevivi catástrofes na minha vida por causa da força que meu cabelo loiro me dá”, afirma Donatella.

2. Música em sua homenagem

Donatella Versace já foi homenageada com uma música de ninguém mesmo que a cantora Lady Gaga. A música que leva o seu nome tem um verso que diz “”I’m blonde, I’m skinny, I’m a rich and I’m a bit of a bitch“, que significa “eu sou loira, eu sou magra, eu sou rica e eu sou um pouco cadela”. 

3. Perda dos irmãos

Gianni Versace não foi a única grande perda familiar de Donatella. Antes do fundador da Versace ser assassinado, a estilista já tinha perdida uma irmã, Tina, que morreu de tétano quando tinha apenas 12 anos de idade.

4. Google Fotos

Ela desenhou o polêmico vestido, exclusivamente, para Jeniffer Lopez usar na 42º edição do Grammy Awards. E o vestido causou tanto alvoroço e foi pesquisado tantas vezes no Google, que inspirou a empresa a lançar uma ferramenta apenas para imagens: o Google fotos.

5. Perfume

O perfume Blonde da Versace, foi uma homenagem de Gianni à Donatella. Contudo, hoje em dia esse perfume já não é mais fabricado e é considerado raríssimo. Portanto, cada frasco custa cerca 500 dólares.

6. Inspiração para personagem

A personagem Fábia do clássico Ugly Betty foi inspirada em Donatella. Aliás, a estilista afirma ter adorado a homenagem.

7. Como interpretá-la

Donatella Versace também já foi homenageada pelo programa humorístico Saturday Night Live. Ela achou o quadro tão engraçado que até procurou a atriz Maya Rudolph para dar dicas de como interpretá-la melhor. E por fim, as duas acabaram apresentando um prêmio da Vogue Fashion Show juntas em 2002.

8. Rica muito rica

Em 2021, Donatella Versace foi considera a estilista mais bem paga do mundo, arrecadando um total de $46 milhões em um período de um ano, segundo a revista People With Money. Aliás, essa conquista é resultado de investimentos, lançamento de perfumes e criação de uma nova marca de roupas, além de envolvimento em campanhas publicitárias, etc.

LEIA MAIS:

Quem é Anna Wintour, a editora de moda mais famosa do mundo

Coco Chanel – História, carreira, curiosidades e influência na moda

Yves Saint Laurent, quem é? Biografia e carreira no mundo da moda

Quem é Cara Delevingne? Conheça a vida e a carreira da modelo!

Pat McGrath, quem é? Biografia da maquiadora mais influente do mundo

Costanza Pascolato – Quem é, história e importância para a moda

8 documentários incríveis para entender o Mundo da Moda

Fontes: Vogue Lifestyle Aventuras na História Infopédia Etiqueta Única 


Outras postagens

1 1 vote
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários