Curiosidades

Pantone – O que é e história da marca que padronizou as cores

A Pantone é uma empresa americana que revolucionou o mercado de padrões de cores e se consolidou como o sistema de cores mais usado no mundo.

Atualizado em 18/08/2020

Você pode não saber exatamente do que se trata, mas provavelmente já ouviu falar sobre a Pantone. E mais do que isso, sabe que se trata de algo relacionado a cores e tendências. E não está errado, mas vamos te explicar exatamente o que é a Pantone a como a empresa padronizou o sistema de cores internacional.

A Pantone é uma empresa americana, fundada em 1963 e que ficou mundialmente conhecida por desenvolver um sistema codificado de organização das cores. O chamado sistema de cores Pantone ou Escala  Pantone é o principal seguimento da empresa, porém não o único.

Sendo assim, a empresa expandiu seus negócios e se consolidou também como empresa de consultoria e criação de tendências. Não é por acaso que a cor tendência de cada ano é escolhida pela Pantone.

Portanto, hoje iremos conhecer melhor a história da Pantone, e como o seu sistema de cores influencia as tendências da industria.

A Pantone

Pantone - O que é e história da marca que padronizou as cores
Carinhas

Atualmente, a empresa Pantone é muito mais do que apensa um sistema de idioma de cores. Apesar da marca ter códigos e nomes para todos os tons possíveis e imagináveis, ela conseguiu expandir seus negócios para além do seu sistema de cores.

Em 1963, a marca começou a criar um sistema de padrões gráficos voltado principalmente para profissionais do ramo de design. Contudo, a partir do ano 2000, a Pantone conseguiu por meio de várias campanhas de marketing se consolidar como um sistema global. Hoje em dia, a marca atua em outros ramos. Além das Cores do Ano, tem também o Instituto de Cor Pantone, Hotéis Pantone, Cafés e uma infinidade de artigos como canecas, calçados, teclados de iPhone, coleções de maquiagem e muitos outros.

O grande trunfo da empresa é saber se reinventar, e por isso conseguiu se tornar a linguagem universal das cores mais famosa e usada no mundo inteiro. E concorrência ela teve, mas nem a Munssell System e a RAL conseguiu alcançar a popularidade e autoridade no mercado como a Pantone. A empresa possui mais de 10 mil padrões de cores, que são usados em diversos materiais, desde impressos, revestimentos, até têxteis, entre outros.

História da empresa

Publicitários Criativos

A Pantone foi criada em 1950, mas como uma empresa de impressão na cidade de Carltadt, no estado americano de Nova Jersey. Na época, a empresa era especializada no fornecimento de cores para cosméticos, moda e indústrias medicinais. Em 1956, Lawrence Herbet começou a trabalhar na empresa e logo identificou a dificuldade dos profissionais de design, agências de publicidade e tipógrafos em se comunicar e definir as cores exatas.

Então, em virtude dessa dificuldade, era comum que ocorressem muitos erros quanto a replica de tonalidades exatas. Portanto, Herbert insistia que para solucionar esse problema, deveria haver uma forma de padronizar isso. Sabendo disso, e após comprar a companhia em 1962, o empresário lançou o primeiro sistema de cores, o Guia PMS em 1963.

Sendo assim, a partir do primeiro Guia PMS, que tinha apenas 10 cores, foi possível criar uma linguagem objetiva e numeral. Desse modo, qualquer impressora do mundo poderia reproduzir a cor de forma exata. Foi uma ferramenta totalmente revolucionária na época.

Na década seguinte, a empresa já tinha vendido mais de 100 mil catálogos de cores. Hoje em dia, as estimativas apontam para um total de impressos que chega à casa dos milhões. Sendo assim, se tornou a marca padronizada mais usada no mundo.

Expansão no design

Hyatt’s

A parte de padrões gráficos corresponde a 70% de toda a renda da empresa. Contudo, a Pantone também tem outros negócios dentro do mercado de design.

Um deles é na moda, em 2016 a empresa aprimorou a sua paleta especial para a indústria da moda, incluindo 210 novas cores. Ela também fez uma parceria com a agência Base Design que resultou em uma nova linha de moda e casa. Inclusive, a parceria de quase uma década, rendeu diversas campanhas publicitárias de sucesso.

Instituto da Cor

D6

A empresa fundou também o Pantone Color Institute, para oferecer um serviço de consultoria para designers e marcas sobre o poder e influencia das cores. O serviço de consultoria da Pantone é um dos mais confiáveis do mundo, utilizado por empresas de todos os seguimentos de moda, manufaturas, eletrônicos e etc.

E desde a sua fundação e começo das consultorias em 2000, a Pantone tem feito parcerias com grandes empresas como Tiffany, Tealeaves, direcionando as criações e criando cores customizadas. Um exemplo muito conhecido disso, são os Minios, personagens dos filmes Meu Malvado Favorito. O amarelo dos bichinhos foi desenvolvido exclusivamente para os filmes.

Além disso, é o instituto da cor que define a cor do ano, e as previsões globais relacionadas à tonalidade.s

Universo Pantone

Maflingo

Outra parte dos lucros da empresa é vem da Pantone Universe e produtos licenciados. Estamos falando de canecas, malas de viagem, escovas de dente, cafeteiras, agendas, cadernos e muitas outras coisas. E esse é um mercado que está crescendo.

Foi uma forma que a marca encontrou que atingir outros públicos, além dos designers. Afinal, todo mundo gosta de cor e do que está em evidência.

Inovação

Pinterest

A empresa nunca para de investir em inovação. Uma das propostas mais ambiciosas foi o lançamento de um aplicativo em 2009. O MyPantone App foi lançado custando 10 dólares, e tinha como finalidade extrair uma paleta de cores exatas a partir de fotos.

Em 2012, a empresa lançou um livro de amostra de tons de pele, o que abriu portas para um novo mercado. A partir desse livro, a empresa fez uma ousada parceria com a marca de cosméticos Sephora desenvolvendo um aparelho eletrônico capaz de capturar a cor do rosto para ajudar os clientes na hora de escolher o tom da maquiagem.

Sistema de Cores

Replica Printing

O PMS (Pantone Matching System), ou simplesmente sistema de cores Pantone é o método mais usados para gerar cores no mundo. Para se ter uma ideia, ele pode criar diversos tons, efeitos metálicos e fluorescentes, incluindo várias tonalidades do CMYK.

Nesse sistema, cada cor é única e tem o seu próprio código, esse que funciona como uma espécie de identidade da cor. Esse código quase sempre é composto por três ou quatro número e uma letra, que pode ser C ou U. Sendo assim, o C significa coated (revestido), portanto, o papel no qual a cor irá ser impressa terá um revestimento especial. Já a letra U significa uncoated, ou seja, que não tem nenhum revestimento.

Parece um detalhe simples, mas na realidade ele é essencial para que o resultado final saia como esperado.

Cor do Ano Pantone

IDentifique-se

Todos os anos, no mês de dezembro o Pantone Color Institute escolhe uma cor  que será tendência e a elege como “Cor do Ano”. Tudo começou em 1999, quando foi eleita a primeira cor do ano, a “cerulean”. Essa cor foi escolhida para representar o início do milênio, marcando com um tempo de paz e prosperidade.

Então, a partir disso, todos os anos a empresa mantém a tradição de eleger uma cor tendência. Nesse ano, a cor escolhida foi a “classic blue”, uma cor que transmite calma e confiança.

Contudo, a escolha dessas cores não é feita aleatoriamente. Para chegar até a escolha definitiva são muitos meses de  analises de tendências, pesquisas culturais e influencia no mercado. Além de um estudo baseado na psicologia das cores. Tudo isso é levado em consideração para escolher uma tonalidade que terá tamanha relevância, não só no design.

Portanto, a cor do ano dita tendência em todos os seguimentos, desde decoração, moda, beleza até no consumo de produtos e serviços em geral.

Enfim, o que você achou dessa matéria? Aliás, aproveite para conferir também as tendências de cores para 2020.

Fontes: Dracco Agência Salt Follow The Colours 

Imagem destacada: EMETRÊS

Imagens: IDentifique-se CarinhasReplica Printing Publicitários Criativos Hyatts Maflingo D6 Pinterest