Dicas & Truques

Cuidados com os pés – Como esfoliar, hidratar e outros cuidados diários

Os pés são partes essenciais do nosso corpo, e nem sempre damos a devida atenção à eles. Por isso, essas dicas de cuidados com os pés vai te ajudar a cuidar melhor dos seus.

Os pés são partes muito importantes do nosso corpo, mas mesmo assim, muita gente não dá a devida atenção a eles. Se você pensar bem, são os pés que carregam todo o nosso peso, cansaço e estresse do dia a dia, e é por isso que os cuidados com os pés são tão essenciais.

Contudo, não apenas por uma questão estética, mas de carinho com o seu próprio corpo.

Sendo assim, manter pés cuidados e saudáveis é essencial para uma boa qualidade de vida, além de diminuir o risco de lesões. Nesse sentido, manter uma rotina de cuidados com os pés não é difícil. Algumas atitudes básicas podem fazer uma diferença e tanto no seu bem-estar.

Portanto, hoje vamos dar algumas dicas essenciais para manter os pés bem tratados e saudáveis. Confira 7 cuidados com os pés para entrar na sua rotina.

Cuidados com os pés no dia a dia

Esfoliação

Esfoliação é um processo muito bom para a pele no geral, inclusive para os pés. Portanto, separe um momento na sua semana para fazer uma esfoliação suave.

Use produtos específicos para esfoliação, ou óleos com açúcar, que também garante o mesmo efeito. Com isso, você removerá as células mortas e renovará a pele dos pés, deixando-os mais lisos e com aparência mais agradável.

A esfoliação, sobretudo, é indicada para as regiões com pele mais grossa, como a sola e o calcanhar. Para isso, deixe os pés de molho por alguns minutos, em seguida, aplique o produto e esfregue gentilmente com as mãos. Feito isso, enxágue os pés, e use algum creme hidratante.

Você também pode usar lixas, mas essas devem ser usadas com menos frequência. O ideal é de 15 em 15 dias. Isso porque o lixamento excessivo pode lesionar a pele, provocando rachaduras e machucados.

Contudo, se você tiver uma agenda muito corrida, você pode fazer isso durante o banho, o que é até melhor. Porque o calor facilita o processo. Ou seja, não tem desculpa para não cuidar dos pés.

Fonte: Tua Saúde

Hidratação

A hidratação também é outro ponto importante dos cuidados com os pés. Cultive esse hábito diariamente, preferencialmente após o banho, que é quando a pele fica mais receptiva a esse tipo de tratamento.

Também é muito recomendando fazer essa hidratação dos pés antes de dormir. Isso porque há um melhor aproveitamento dos compostos hidratantes com os pés em repouso.

Sendo assim, procure por cremes hidratantes que possuem glicerina ou manteiga de karité na composição, duas substâncias emolientes muito eficazes.

O processo de hidratação é muito simples. Basta aplicar uma pequena quantidade do creme nas mãos e espalhar nos pés até que o produto seja absorvido pela pele.

Para resultados ainda melhores, você pode calçar meias logo após a hidratação. Isso garante um efeito ainda mais intenso dos produtos.

Cuidado com calos

Os calos são um verdadeiro incômodo, causados pelo aumento da queratinização localizada. Geralmente, ocorrem devido a uma constância de micro-traumas em determinados locais dos pés.

Para isso, remover o excesso de queratina no local, através da esfoliação, pode aliviar o problema por um tempo. No entanto, o problema pode voltar, já que com a retirada do excesso de queratina, a pele se sente estimulada a produzir mais.

Nesse caso, o ideal é manter uma rotina de esfoliação menos assídua e hidratar a pele.

Fonte: Doctor Shoes

Cuidado com as unhas

Ainda dentro dos cuidados com os pés, deve-se dar uma atenção especial às unhas. Portanto, é muito importante manter a manutenção a cada duas ou três semanas.

Nesse sentido, evite cortar demais as unhas e tirar a cutícula. Isso porque elas formam uma barreira de proteção, e sua remoção pode facilitar a proliferação de fungos e bactérias.

Contudo, se você tem o costume de pintar sempre as unhas, talvez seja interessante deixar as unhas sem esmaltes ou base por alguns dias, para que elas possam respirar.

Além disso, quando for retirar o esmalte, opte por removedores ao invés da acetona pura. Isso porque os primeiros ressacam menos as unhas.

Fonte: Tudo Sobre Make

Relaxamento dos pés

Depois de um longo e cansativo dia, tudo o que você precisa é de um relaxamento completo, incluindo o dos pés. O método mais comum é colocar os pés sobre um travesseiro, de modo que fiquem mais altos que o tronco. Esse hábito simples ajuda a melhorar a circulação sanguínea e diminui o inchaço.

Contudo, se você procura algo mais efetivo para um relaxamento dos pés, temos duas dicas:

  • Escalda-pés​: para fazer isso, você irá precisar de uma bacia, água morna, sal grosso e ervas aromáticas refrescantes de sua escolha. Então, é só manter os pés imersos de 15 a 20 minutos e relaxar.
Fonte: VegMag
  • Automassagem​: com um creme, massageie sola, planta dos pés e os calcanhares, com movimentos de deslizamento, circulares e de pressão. Aproveite o momento e estenda a massagem até o tornozelo. Assim, você promove um maior relaxamento e alívio de dores.
Fonte: Reflexologia Brasília

Higienização correta

Na hora do banho, lave bem os pés com sabão, para eliminar qualquer tipo de sujeira e bactérias. Se preferir, utilize uma bucha para facilitar a limpeza e a remoção de resíduos e pele morta.

Depois, enxugue bem, principalmente entre os dedos. Isso é importante porque a umidade entre os dedos pode facilitar o surgimento de doenças como a micose, por exemplo. Sendo assim, além de secar bem os pés, procure usar sapatos fechados com meias da algodão.

Por fim, uma dica importante para evitar o chulé, é usar talcos ou desodorantes específicos para os pés. Esses produtos são ótimos para manter os pés frescos e controlar a produção de suor, que pode causar o mau cheiro.

Fonte: Casa e Beleza

Revezamento de calçados

A escolha de um bom sapato vai muito além da sua aparência. Portanto, é importante que os seus calçados estejam adequados aos seus pés. Isso porque, além de amortecer os impactos e proporcionar maior conforto, um sapato adequado evita machucados, esporões, joanetes, dores nas costas entre outros incômodos.

Nesse sentido, o uso de sapatos de salto alto, deve ser regrado. Ortopedicamente falando, esses calçados podem alterar até mesmo o eixo da coluna vertebral, além de ser muito incômodo. Sem contar que, por deixar todo o peso do corpo na ponta dos pés, o uso frequente de saltos pode resultar no aparecimento de joanetes.

Outro exemplo de sapatos que prejudicam a saúde dos pés são os de bico fino. Esses calçados podem causar micro-traumas nos cantos das unhas, além de lesões nos dedos.

Contudo, evite também usar todos os dias o mesmo par de sapato, para o chulé. O ideal, sobretudo, é deixar os calçados expostos ao sol depois depois de usá-los.

Fonte: Site de Beleza e Moda

Cuidados com os pés de pessoas diabéticas

Por fim, agora que você já está familiarizado com os cuidados com os pés, saiba que eles devem ser redobrados no caso de pessoas diabéticas. Isso porque diabéticos possuem uma maior predisposição a desenvolverem alterações na região.

E, mais do que isso, essas pessoas tendem a ter mais problemas estruturais e complicações na circulação sanguínea. Ou seja, como contam com uma imunidade menor do que outras pessoas, isso pode favorecer o surgimento de lesões, que podem evoluir para problemas ainda mais sérios.

Portanto, uma dica para os diabéticos é examinar diariamente os pés, procurando por qualquer mudança de coloração ou na temperatura. Além disso, ter um cuidado maior na hora de escolher os sapatos. O ideal é optar por calçados macios e sem costura e, se possível, sem salto muito alto ou bico fino.

Enfim, o que você achou dessas dicas de cuidados com os pés? Aproveite para conferir também quais os tipos de pés e o que eles dizem sobre você.

Fontes: Doctor Shoes, Tão Feminino, Beleza na Web

Fonte Imagem Destaque: Clínica CMP

Próxima página »

Escolhidas para você

Comentários

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários

Escolhidas para você